Língua Portuguesa

Clichê: qual o significado? Alguns exemplos

O jeito que a maioria das pessoas trata clichê dá a impressão que lidam com uma comida estragada, com um odor desagradável ou com uma mancha inoportuna na camisa, torcem o nariz quando o flagram, fazem gesto de desaprovação ou se sentem ultrajadas, insultadas, decepcionadas.

É comum esse tipo de situação ao se assistir filmes e seriados, mas o clichê não se limita as produções artísticas, podem se manifestar nas mais diferentes áreas, no trabalho, nos relacionamentos, em políticas de governo, em lançamento de produtos e sempre causando os efeitos desagradáveis listados acima, talvez em alguns casos despertando riso ou até mesmo o sentimento de pena.

Veja também – Pragmático

Mas o que significa, afinal, esse termo que causa tamanho desconforto e não abrilhanta a biografia de ninguém que o utilize consciente ou inconscientemente? Por que acaba “queimando o filme” de quem o emprega? Qual a origem do termo e como identificar um clichê?

Todas essas dúvidas relacionadas a esse tema serão alvo deste artigo que tratará de respondê-las uma por uma para que passe a entender em definitivo o significado de clichê, os seus aspectos negativos e como evitá-lo.

Para saber mais a respeito de clichê, sua origem e significado, prossiga na leitura.

Confira!

A origem e o significado de clichê

“E viveram felizes para sempre”.

Não se esquece de dá o seu like, assinar o canal e clicar no sininho”.

“E o Oscar vai para…”.

“Fale um defeito seu”, “Sou muito ansioso”.

“O problema não é você, sou eu”.

“No último capítulo da novela eles vão se casar”.

“O futebol é uma caixinha de surpresas”.

“Direitos humanos para humanos direitos”.

“Rouba, mas faz”.

“Eu sou o teu Romeu, você é a minha Julieta”.

Todas essas frases são consideradas exemplos de clichê. Sim, você acabou de conhecer algumas amostras e certamente soube reconhecer, senão todas, a maioria. Você já deve ter ouvido e lido várias frases tipos e situações como essas e deve ter pensado “isso é mais velho que a minha vó”.

Não sabemos se são mais velhas do que sua vozinha, mas com certeza são ideias antigas, expressões há muito utilizadas e se um dia  apresentaram algum impacto positivo, surpreendente, duradouro, tal efeito foi muito diminuído devido ao desgaste do uso exagerado de tais frases e situações.

E é exatamente isso o que significa clichê. O termo deriva do francês “clichê” e significa, faz referência, a uma ideia muito batida, usada, saturada em razão da reprodução massiva e prolongada ao longo do tempo, se tornando um chavão, um lugar comum, algo repetitivo.

Por isso o clichê não é popular e é alvo de protestos para quem se transmite a ideia, já que não é nova. As pessoas sempre buscam por algo novo, diferente, que as tirem do tédio, que acrescentem algo em suas vidas, uma experiência nova. Se deparar com uma situação na qual já lidou por diversas ocasiões é se sentir dentro de uma rotina tediosa, que tende a se repetir, repetir, repetir, o que causa desmotivação, desânimo de prosseguir fazendo e vivenciando as mesmas coisas.

Clichê

A má impressão do clichê

Recorrer ao clichê, reproduzir ou praticar um ato considerado clichê pode passar impressões negativas sobre o autor que mais uma vez brindou o mundo com uma ideia surrada.

Para quem presencia o clichê transcorrendo, normalmente concebe uma imagem de despreparo por parte do emissor da frase batida, desconhecimento sobre o que é atual ou velho. Também pode passar a ideia de desleixo, que não se preparou, se esforçou o suficiente para apresentar algo novo, que não teve o empenho ou compromisso necessário para levar a sério a ação, o trabalho que lhe foi designado.

Outra conjectura desfavorável a quem vale-se do clichê para transmitir uma ideia é de ser falto de qualquer traço de originalidade, de criatividade, uma pessoa sem imaginação, rasa, fechada em uma bolha e que apenas reproduz o que é determinado por outros, não está na dianteira dos acontecimentos, está condenada a não sair, superar, a mediocridade.

Ao preparar um discurso, uma apresentação usando como base o uso de clichê a pessoa também incorre no risco de ser interpretada pelo outro, pelo receptor de tal discurso, como alguém que não está sendo sincero, que tenta disfarçar suas verdadeiras ideias, ou falta de ideias, seus pensamentos por meio de chavões empregados em determinadas circunstâncias, impressão nada positiva para uma entrevista de emprego, por exemplo.

Nas artes, literatura, cinema, teatro etc, empregar clichês como a bomba ser impedida de estourar no último minuto, ou pular de um prédio em chamas no último segundo denota certa “preguiça” para se pensar em situações diferentes e igualmente emocionantes ou compensadoras em comparação com as ocorrências clássicas, até um desrespeito para o público que percebe que o trabalho não teve o esforço necessário para agradar, que é tratado como estúpido e apenas como uma mera fonte de receita.

Clichê

Outros significados de clichê

No Brasil a palavra clichê não serve apenas para designar uma ideia batida, saturada por ser repetida a exaustão desde o momento de sua origem, mas também para se referir a alguns objetos.

Vejamos quais são:

Chapa metálica

Clichê é o nome que se dá a uma espécie de chapa metálica muito utilizada para o trabalho de impressão. Nessa chapa, traz-se uma imagem em relevo destacada que terá como tarefa ser reproduzida quantas vezes forem necessárias, por meio de prensa topográfica, para a impressão de imagem e textos.

Edição de jornal

Com a queda acentuada de assinantes e leitores avulsos de jornais e do mercado editorial como um todo, a prática vem se tornando rara, mas ocorria com frequência, antigamente, principalmente com o advento da internet e com sua velocidade de informação instantânea.

O clichê em se tratando de jornais é o termo utilizada para se referir as edições lançadas por um jornal no mesmo dia, inclusive as que recebem informações de última hora, com fatos ocorrendo durante a impressão do jornal.

Gostou desse conteúdo sobre clichê?

Então curta, compartilhe, avalie.

Seu apoio e sua opinião são muito importantes para nós.

Leia mais de nosso conteúdo.

About the author

yasmin