Geral

O que é uma metrópole? Conceito e características

Metrópole

Você já ouviu alguém chamar cidades brasileiras como São Paulo e Rio de Janeiro de metrópole? Sabe o que esse termo significa? Seja nos jornais ou mesmo pela internet e televisão, o tema deste nosso artigo é bem interessante.

Se você ainda é leigo sobre o que é uma metrópole internacional e até local, venha conosco e faça parte de um mundo novo para seu conhecimento.

A definição

Para começar, saiba que, no geral, uma metrópole representa importantes centros urbanos em relação à sua localização geográfica. Ou seja, elas são uma forma de classificação para as cidades que são fortes nas áreas da política, econômica e social.

Mas uma metrópole costuma reunir, numa região criada a partir de dois ou mais municípios independentes, uma área metropolitana que é resultado de um processo evidenciado pela intensa aglomeração de grandes áreas populacionais adjacentes.

Em todos os casos, toda metrópole ainda mantém as localidades menores sob sua dependência econômica, ressaltando sua superioridade e conferindo sua força e poder locais.

Dessa forma, uma área urbana conhecida como metrópole atua ainda como um grande polo comercial, o que acaba por atrair muitos investimentos e recursos para atração e expansão de setores essenciais da economia local e nacional, como:

  • Indústrias e conglomerados empresariais;
  • Grandes indústrias;
  • Multinacionais.

O surgimento de uma metrópole

Tudo tem origem quando uma grande cidade exerce grande poder e influência sobre um ou vários municípios vizinhos. Como a origem de uma metrópole costuma ter população maior que um milhão de pessoas, ela acaba por apresentar um vasto mercado consumidor, tanto de serviços quanto de produtos.

A partir desse movimento de atração, as cidades de seu entorno começam a se encostar atrás das oportunidades criadas pelo polo urbano da metrópole, num processo que define o grau de dependência e influência entre as cidades adjacentes.

A partir dessas áreas metropolitanas, demais cidades menores também são muito influenciadas pela metrópole, criando uma população que vive em trânsito. Isso porque seus habitantes estudam e têm trabalho fora, fazendo a ligação e a força motriz da maior cidade.

metrópole

Principais características

Muito além de sua estrutura, dimensões e capacidade populacional, uma metrópole ainda apresenta influência nas mais diversas áreas e setores do país. Confira abaixo suas maiores características de atuação.

  • Cultural;
  • Jurídica;
  • Política;
  • Administrativa;
  • Econômica.

Vale lembrar que, embora sejam reconhecidas há muito tempo, toda metrópole sempre apresentou alta densidade demográfica, embora apenas no século passado elas conseguiram se tornar as gigantes urbanas como a conhecemos atualmente.

Classificando as metrópoles

Pela sua importância desde a antiguidade, as metrópoles começaram a ganhar uma classificação para definir sua complexidade e grandeza mediante sua localização geográfica e importância econômica. Assim, elas podem ser nacionais, regionais e globais, conforme você pode conferir nos tópicos abaixo.

Metrópole nacional

Elas são conhecidas como as cidades responsáveis por polarizar grandes centros urbanos localizados num determinado território de um país. Embora tenham pouca influência sobre as atividades econômicas de países vizinhos, esse tipo de metrópole possui ligação com a globalização.

Aqui no Brasil, como grandes exemplos de uma metrópole nacional podemos citar as seguintes cidades:

  • Brasília;
  • Porto Alegre;
  • Recife;
  • Curitiba;
  • Salvador;
  • Belo Horizonte.

Metrópole regional

Neste tipo de metrópole, as cidades cobrem apenas uma área geográfica limitada e apresentam um entorno pouco abrangente. Apesar das limitações, uma metrópole regional ainda apresenta altos indicies populacionais e elevado crescimento econômico. Como melhores exemplos desta categoria, confira abaixo alguns exemplos brasileiros de metrópoles regionais:

  • Campinas;
  • Manaus;
  • Belém;
  • Goiânia.

Metrópole global

Ser uma metrópole global significa que a cidade é uma referência não apenas na sua área local dentro do território de um país, mas ela também tem forte influência econômica e geográfica, expandindo contatos para demais países e até outros continentes.

Sejam grandes ou menos abrangentes, as metrópoles globais são capazes de exerce grande influência internacional, polarizando mercados internacionais de forma intensa e simultaneamente. Confira abaixo nossos principais exemplos de cidades que são marcos urbanos.

  • Londres, Inglaterra;
  • Nova York, Estados Unidos da América;
  • Paris, França;
  • Tóquio, Japão;
  • São Paulo, Brasil;
  • Joanesburgo, África do Sul;
  • Rio de Janeiro, Brasil;
  • Cidade do México, México.

Metrópole

Metrópole e megalópole

Você sabe a diferença entre metrópole e megalópole? Como você já viu, podemos resumir que metrópole é o termo que designa a capital de um país ou suas principais cidades, mesmo que a sua definição seja dada por razões como a ampla influência nas áreas social, cultural e econômica sobre cidades adjacentes.

Já o termo megalópole, consiste na aglutinação e encontro de várias metrópoles, podendo ser empregado para designar um conglomerado de grandes e importantes cidades que cresceram justamente pela união entre elas.

Seu surgimento se dá a partir da diminuição do espaço rural, apresentando uma área urbana e espaço geográfico que pode ser denominado pela vida caótica devido ao excesso populacional e o crescente desequilíbrio entre a oferta de serviços e bens.

Como é de se esperar, esse crescimento irregular das megalópoles geram uma série de problemas às suas cidades, como:

  • Degradação do meio ambiente;
  • Alta especulação no ramo imobiliário;
  • Redução da segurança;
  • Limitação de serviços públicos.

Por outro lado, as áreas de uma megalópole costumam ser o centro favorito para financiamento e fortalecimento dos setores mais importantes dentro da economia capitalista:

  • Comércio;
  • Serviços;
  • Indústria.

Um dos melhores exemplos de megalópole no mundo é uma área na costa nordeste do Estados Unidos, onde estão localizados os grandes centros urbanos e áreas metropolitanas de Nova York, Boston, Filadélfia, Baltimore e a capital Washington. É simplesmente a maior megalópole do planeta.

Aqui no Brasil, um exemplo que vai ajudar você a entender todo o conceito que envolve o surgimento de uma megalópole está localizado em regiões metropolitanas como as de cidades como São Paulo e Rio de Janeiro.

Maiores metrópoles mundiais

Aqui temos um ranking com as três maiores metrópoles do mundo. Agora que você já está sabendo tudo sobre o assunto, é hora de viajar conosco e guardar todo esse conhecimento na sua bagagem.

Terceira

A terceira maior metrópole mundial é a cidade brasileira de São Paulo, que, além de apresentar uma área de mais mil e quinhentos km² ainda conta com uma população de mais de onze milhões de habitantes.

Segunda

Na segunda colocação está a cidade japonesa de Tóquio, onde convivem cerca de doze milhões pessoas. Localizada na maior ilha do arquipélago, essa metrópole ainda é considerada a maior concentração urbana do planeta, número que corresponde a cerca de um décimo de toda a população.

Primeira

Com cerca de vinte milhões habitantes, a maior metrópole do mundo é a cidade de Nova York, nos Estados Unidos, também mundialmente conhecida como “The Big Apple”.