Geral

Pipa: um nome, vários significados

Pipa você deve conhecer como o brinquedo que provavelmente alegrou suas tardes ociosas ou a de seus amigos. O brinquedo embeleza os céus com suas cores alegres e acrobacias airosas aos comandos da força de dedos na linha que a conduz. Mas essa palavra serve para designar objetos e tipos completamente diferentes, pois tem vários significados.

É o que vamos analisar neste post, os vários significados da palavra e por que ela recebe tais significações, mesmo essas sendo tão distintas umas das outras.

A etimologia

Comecemos pelo estudo da origem da palavra. Estudar palavra na língua portuguesa é o mesmo que dizer que irá consultar o dicionário de latim, mãe de várias línguas espalhadas pelo mundo, inclusive do português.

Pipa vem de “pippa”, que significa “pequena flauta”.

Opa, então, por que raios ela passou a se referir, aqui no Brasil, ao brinquedo feito por uma armação de madeira que é encapada por papel, normalmente colorido?”

Hmmm… Boa questão. Vale um tópico. Vejamos a seguir!

A de brinquedo

Se o significado de pipa na mãe de todas as línguas é pequena flauta, por que diachos, aqui no Brasil, passou a se referir ao brinquedo popular que faz a alegria na criançada, especialmente nas férias de verão?

Se os nossos antepassados acharam o brinquedo parecido com uma “pequena flauta”, eles viajaram na maionese, certo?

E, aproveitando, já que o tema é pipa de brinquedo, esse mesmo tipo recebe vários nomes conforme a região do Brasil, sendo a mais conhecida como “papagaio”.

Por que recebe esse nome, se estamos acordados de que não se parece nem com a pequena flauta e muito menos com um papagaio?

Ai, ai… como um simples brinquedo pode gerar tanta confusão, não é mesmo?

Vamos por partes.

Pipa

Começando pelo papagaio.

Não é tão absurda a impressão de que seja parecido com a ave. O que se avaliou não foram as supostas semelhanças de formas do objeto e do animal, mas sim das cores que normalmente estão presentes no papel da pipa, que nesse aspecto se assemelha às cores das penas do papagaio, e pelo fato de voar assim como o penoso.

Agora, a questão da flauta.

O brinquedo não passou a ser chamado de pipa por causa de semelhança com uma flauta, mas por lembrar uma vasilha, um recipiente para guardar e conservar líquidos, principalmente vinho.

Parecido com uma vasilha?

Sim. Talvez você estranhe por estar acostumado a ver a pipa de brinquedo com estilos bem arrojados, diversas cores, fitas, adereços, mas os primeiros modelos não tinham todo esse aparato e essa tecnologia. Eram mais rudimentares, lembravam um hexágono que, à distância, se pareciam com o formato de um barrilzinho, principalmente por serem divididos ao meio por uma faixa grossa.

Mas como era exatamente essa vasilha?

Como apontado acima, é um recipiente, uma vasilha para armazenar líquidos que é menor que o tonel e maior que o barril, ou seja, um tamanho intermediário.

E por que esse recipiente foi chamado assim? Por acaso é parecido com uma flauta?

Não, é melhor esquecer esse papo de flauta. Ocorre que pipa é conhecida como uma unidade de medida para líquidos na Europa. Uma pipa equivale a meio tonel. Provavelmente foi o que inspirou o nome para o objeto que se encontra na zona intermediária entre o tonel e o barril.

É provável também que seja o motivo de se empregar o termo para se referir, de um jeito bem informal, a determinado tipo de pessoa, conforme veremos a seguir.

Beberrão

Outro contexto em que a palavra pipa é empregada é para se referir àquele seu amigo que costuma exagerar na cana, que não perde uma oportunidade de “meter pra dentro” uma boa golada de uma cerva, que vive de olhos marejados, meio trôpego, desleixado e bem humorado, enfim, um beberrão.

Como dito acima, é provável que o termo faça conexão com o recipiente que abriga de forma mais costumeira bebidas alcoólicas como vinho.

E o objeto que já serviu de inspiração ao brinquedo que, há gerações, se mantém em alta com a criançada e provavelmente para esse apelido espirituoso ao cidadão que bebe muito, também pode ter servido de inspiração para outro uso informal da palavra pipa.

Quer saber qual? Veja a seguir.

Sobrou para os gordinhos

Hoje já não se usa tanto, mas já houve tempo em que se você quisesse fazer troça de alguém que enfrentasse problema de sobrepeso (se é que considerava um problema) e não fosse privilegiado da mesma forma em altura, bastava chamá-lo de pipa para fazê-lo virar piada pronta, comédia de botequim, porque com tais características a pessoa podia se assemelhar ao recipiente que tanta inspiração provoca: o barril.

Não perca a conta: até agora, a palavra serve para se referir ao brinquedo, ao beberrão e ao gordinho baixinho.

E não para por aí.

Pipa

Flauta/gaita

Há muito tempo atrás, se você dissesse que iria “tocar” uma pipa, logo iria associar a uma flauta ou gaita.

Sim! Finalmente o significado original do termo foi empregado de forma que faça sentido. A palavra, lá no tempo que seu avô corria 100 metros sem suar, era uma referência, sinônimo de flauta, gaita, justamente por causa de seu sentido original no latim.

Uma pipa, ora pois!

Em Portugal, a palavra tem outro significado. E não, não se trata de um que seja possível formar frases que para nós brasileiros soem completamente cômicas ou absurdas.

Pipa, na terra dos portugas, nada mais é do que uma referência a algo grande, uma grande quantia em dinheiro. Alguns exemplos de frases com uso de pipa no contexto de Portugal:

  • O jogo custou uma pipa;
  • Vamos ganhar uma pipa;
  • O casal ganha pipas de massa em anúncios;
  • Ficamos devendo uma pipa;
  • Roubamos uma pipa;
  • Pagamos uma pipa;
  • Jogamos uma pipa;
  • Vou lhe passar uma pipa;
  • Quero que transfira uma pipa.

Gostou do conteúdo sobre significados de pipa?

Então curta, compartilhe, avalie, opine. Seu apoio e sua opinião, além de fazerem toda a diferença, são muito importantes para nós.

Leia mais de nossa sessão de língua portuguesa.

About the author

giovanna