Medicina

IMC (Índice de Massa Corporal): o que é, para que serve e como medir

O IMC, Índice de Massa Corporal, é utilizado para avaliar se o peso do indivíduo está adequado à sua altura. É um indicador importante que fornece dados para se avaliar o estado de saúde de uma pessoa, podendo indicar questões como obesidade, desnutrição e outras condições prejudiciais.

Saber o próprio IMC, e incentivar outras pessoas para que também conheçam sua medida, é um hábito que deve ser divulgado a fim de possuirmos um indicador prático para acompanharmos o estado de nosso corpo e os indícios sobre nossa saúde.

O cálculo do Índice de Massa Corporal é rápido e fácil de ser medido. Conhecendo a importância deste valioso indicador, podemos ter uma ideia de como vai nossa saúde e procurar orientação quando for necessário.

IMC: o que é e para que serve?

O Índice de Massa Corporal (IMC) é uma classificação utilizada mundialmente para identificar se o indivíduo está com peso dentro das medidas adequadas para sua altura, se seu peso está abaixo do esperado ou acima do desejado.

O cálculo do IMC é importante para identificar se a pessoa está obesa, condição que pode afetar sua saúde, ou se, estando abaixo do peso ideal, a pessoa está com desnutrição. É uma medida valiosa por oferecer indicadores do estado de saúde de pessoas de todas as idades.

A partir da aplicação do cálculo do IMC, médicos, nutricionistas e outros profissionais da saúde podem formular hipóteses sobre as razões do resultado apresentado. É comum que, logo após a leitura de resultados de sobrepeso ou de peso abaixo do ideal, a pessoa seja a encaminhada para a realização de exames complementares.

Além de indicar possíveis problemas de saúde, o IMC também é uma ferramenta útil para quem quer, de maneira simples e rápida, utilizar o medidor que oferece uma referência para o seu estado de saúde.

É importante lembrar que os resultados podem apresentar imperfeições e somente um médico ou outro profissional da saúde poderá prescrever exames ou tratamentos baseados nas medidas obtidas no cálculo do IMC.

Como medir o IMC?

Calcular o Índice de Massa Corporal é simples e rápido. Para isto, você precisa saber a altura e o peso da pessoa. Para que os resultados sejam precisos, é importante certificar-se de que os números de peso e altura estejam corretos.

Anotadas estas informações, agora é preciso realizar um cálculo matemático no qual se divide o peso da pessoa pelo valor de sua altura elevada ao quadrado. Uma maneira mais fácil de entender a conta é primeiro multiplicando a medida da altura por ela mesma e, em seguida, pegando o valor do peso e dividindo pelo resultado do cálculo anterior.

Para exemplificar como calcular o IMC, vamos supor que a pessoa tenha altura de 1,75 m e 75 kg. A conta deve ser feita da seguinte maneira:

1,75 x 1,75 = 3,06 (medida da altura ao quadrado)

75 / 3,06 = 24,5 (peso divido pelo resultado da primeira conta)

Resultado = IMC 24

Tabela de resultados do IMC

Para identificar se a pessoa está dentro do peso esperado para sua altura, se está abaixo do peso ou se apresenta algum grau de obesidade, é necessário comparar o resultado obtido no cálculo do IMC com a tabela abaixo:

Resultados:

  • Menos do que 18,5: Abaixo do peso
  • Entre 18,5 e 24,9: Peso normal
  • Entre 25 e 29,9: Sobrepeso
  • Entre 30 e 34,9: Obesidade grau 1
  • Entre 35 e 39,9: Obesidade grau 2
  • Mais do que 40: Obesidade grau 3

O que significam os resultados?

Cada resultado obtido no cálculo do Índice de Massa Corporal é um indicador e nunca um diagnóstico definitivo sobre as condições de saúde de uma pessoa. Como vimos, o resultado é um primeiro passo para a solicitação de exames que confirmarão a hipótese apresentada ou para indicação de ações, como melhorar a alimentação ou praticar exercícios físicos, que podem alterar medições futuras do IMC.

Resultado: abaixo do peso. Isto significa que a pessoa apresenta um peso menor do que a medida adequada para sua altura, sexo e idade. Esta condição pode ser ocasionada por uma perda de peso ou por uma alimentação deficiente em nutrientes.

Nestes casos, é muito importante buscar a orientação de um médico para se investigar as causas deste resultado. As consequências para a saúde podem ser várias, entre elas, uma pessoa abaixo do peso ideal pode apresentar sintomas como vertigens, dores de cabeça, sentir-se exausta, falta de apetite, dificuldade de concentração, pele e cabelos secos, etc.

Resultado: peso normal. Indica que o peso da pessoa está dentro do esperado para indivíduos da mesma altura, sexo e idade. Este é o resultado considerado ideal para pessoas de todas as faixas etárias. E também é um indicador sobre a evolução do estado de saúde. Apresentando este resultado, a pessoa deve buscar manter hábitos alimentares e práticas saudáveis, que favoreçam a permanência nesta condição.

Resultado: sobrepeso. Significa que o indivíduo apresenta um peso superior ao recomendado para sua altura, sexo e idade. É uma indicação de que a pessoa pode estar sofrendo de doenças como diabetes, alteração do colesterol, hipertensão, etc.

A má alimentação e hábitos sedentários são as principais causas para o sobrepeso. Dependendo do estágio que se encontra a saúde da pessoa, é possível reverter esta situação modificando as condições que a prejudicam.

Resultados de obesidade. É o resultado do grau de obesidade que indicará o estágio de comprometimento da saúde decorrente do sobrepeso. Após o cálculo do IMC, é importante que um profissional da saúde realize exames complementares que indicarão com maior precisão o percentual de gordura presente no corpo da pessoa.

Cada grau de obesidade apresenta sintomas diferentes e oferece riscos variados à saúde, além de promover grandes dificuldades para a vida cotidiana. Dependendo do nível de sobrepeso, tarefas comuns tornam-se difíceis de serem executadas, a pessoa passa a apresentar sintomas de mal-estar e corre risco de sofrer de inúmeras doenças, entre elas, diabetes, problemas no fígado, infarto, câncer, hipertensão, osteoporose, etc.

Todas estas condições podem ser tratadas e revertidas, o resultado do IMC é um primeiro indicador sobre a saúde da pessoa. Com a devida orientação médica e procurando levar uma vida mais saudável, é possível fazer do cálculo do IMC o primeiro passo para uma mudança na saúde e na vida.

Comentar