Língua Portuguesa

O que é nostalgia? Qual o significado?

A palavra nostalgia é um substantivo feminino que tem a sua origem em duas palavras gregas: nostos, que significa “voltar para casa” e algos, que tem como significado “dor”. Para os gregos esta palavra era usada para indicar a dor daqueles que faziam viagens longas.

Mas afinal, o que é nostalgia?

A nostalgia é utilizada para explicar um sentimento de profunda tristeza melancólica, que surge quando se tem a recordação de uma perda ou de algum momento vivido. Um sentimento de que falta algo na sua vida que se tinha no passado.

Veja também – Significado de delator

Algumas pessoas entendem este sentimento como uma saudade idealizada, que pode inclusive ser irreal, de momentos vividos por ela no passado. Como as lembranças foram felizes naquele momento, elas querem voltar no tempo e vivenciá-las novamente.

Pode-se dizer que quando as pessoas estão longe da sua terra natal, do seu país de origem, do lar, do seu povo e de tudo que lhes é familiar que o que elas estão sentindo é nostalgia. Ela também pode ser sentida quando se lembra de entes queridos que já faleceram.

Como a nostalgia era vista

Mas nem sempre a nostalgia foi vista como algo normal. No início da Era Moderna ela era conhecida como uma condição médica, uma doença, que estava associada à melancolia.

Já no século V antes de Cristo, o filósofo Hipócrates, entendeu que a melancolia era uma doença, e a descreveu e classificou como tal. Já o psicanalista Freud, ao estudar a mente humana, se deparou com essa doença muitos anos mais tarde. Os pacientes que eram diagnosticados com ela frequentemente se referiam a si mesmos como incapazes de amar, inúteis, irritantes, incapazes de fazer algo bom, chatos.

Alguns dos sintomas que eram utilizados para diagnosticar a melancolia são muito semelhantes ao que hoje é conhecido como depressão. Mas nostalgia e depressão não são a mesma coisa.

Visão dos psicólogos

Segundo os psicólogos, a nostalgia é o sentimento que exprime o desejo de voltar ao passado. Este desejo geralmente é pouco realista e frequentemente é idealizado. Ou seja, a pessoa sente a falta de algo que não é completamente real.

Um bom exemplo disto é a nostalgia sentida pelos momentos vividos na infância. A pessoa se recorda dos momentos que foram felizes e bonitos, mas exclui aqueles momentos de tristeza.

Atualmente ela não é mais vista como um distúrbio psicológico, apenas como um sentimento comum que as pessoas podem sentir ao longo da vida. Entretanto, a nostalgia pode causar distúrbios físicos, tais como pressão no peito e dores estomacais.

nostalgia

Como era vista pelo Romantismo

Durante o movimento cultural do Romantismo, vivenciado entre os séculos XVIII e XIX, muito se falava sobre a nostalgia. Ela era entendida como o estado de tristeza indefinida e profunda, que eram constantemente representados em muitas obras. A manifestação de tal sentimento se refletiu em muitas áreas, como na literatura, artes plásticas e até mesmo na arquitetura.

Como os filósofos a viam

Alguns filósofos e pensadores acreditam que este é um sentimento que aparece quando o ser humano, limitado pela sua finitude e temporalidade, quer apenas superar isto e eternizar os seus momentos felizes.

Qual a diferença entre saudade e nostalgia?

A palavra saudade vem do latim solitas e solitatis, que tem como significado “solidão”, e também da palavra suidade que quer dizer “saúde” e “saudar”.

A saudade está voltada especificamente para uma pessoa ou por algum momento vivido no passado, como um encontro entre amigos ou uma festa. Ela pode ser suprida pela presença desta pessoa ou repetindo a situação.

Já a nostalgia não pode ser superada, uma vez que é uma visão idealizada de um período da vida. Ela pode afetar o comportamento das pessoas, uma vez que é sentida de maneira diferente pelos indivíduos e em geral muito mais forte do que a saudade.

Lembranças de infâncias são as mais comumente citadas como nostálgicas. A pessoa se recorda de todos os jogos e brincadeiras, dos programas de televisão que assistia, dos momentos ao lado da família e dos amigos, o dia-a-dia na escola.

Para exemplificar

Este exemplo talvez os ajudem a entender melhor a diferença entre estes dois sentimentos.

Quando se sente a falta de um amigo de infância, este sentimento pode acabar quando você reencontra esta pessoa, esta é a saudade. Durante o encontro, enquanto vocês conversam, acabam lembrando de momento vividos no passado. Como estes momentos não voltam mais, não podem ser repetidos e quanto mais se lembra, mais se sente falta, isto é nostalgia.

nostalgia

Palavra de difícil tradução

A saudade é um termo bastante complexo e difícil de ser expressado em todos os idiomas. Em uma recente pesquisa conduzida com muitos tradutores britânicos, a palavra saudade foi eleita a sétima mais difícil de ser traduzida.

Para as pessoas que possuem algum conhecimento de outros idiomas, pare um instante e tente fazer a tradução da palavra saudade. E realmente pode ser bem complicado de traduzi-la. E, apesar de existirem palavras semelhante, a impressão é que o sentimento não é o mesmo quando dito em outra língua.

Quando os portugueses desembarcaram no Brasil

Existem algumas lendas do surgimento do termo saudades datam da época do descobrimento do Brasil, em 1500. Segundo estas lendas, após alguns tempos em terras tupiniquins, os portugueses começaram a sentir falta da sua terra natal e de seus entes queridos.

Este sentimento descrito pelos descobridores do Brasil pode muito bem se encaixar na descrição da saudade.

Presente na cultura brasileira

Não se sabe ao certo quando a palavra saudade surgiu. Mas uma coisa é certa, ela está muito presente na cultura brasileira. Muitas músicas tratam do tema, principalmente a música popular brasileira, samba e a bossa nova.

O Brasil criou até mesmo o dia da saudade, que é comemorado dia 30 de janeiro.

E você, ainda tem alguma dúvida sobre o que é nostalgia? Quer compartilhar algum momento nostálgico com a gente? Deixe o seu comentário abaixo. Não se esqueça de compartilha este artigo nas suas redes sociais.

About the author

yasmin