Língua Portuguesa

Eloquente: significado, conceito e exemplos

A palavra eloquente é um adjetivo na língua portuguesa que tem a mesma grafia para masculino e feminino. Ela é derivada do latim eloquen, eloquentis.

A palavra é utilizada para se refere a quem tem eloquência. Ou seja, que possui habilidade para se expressar e falar em público, que apresenta desenvoltura, que é convincente e expressivo.

Mudança da grafia

Eloquente era escrito anteriormente utilizando-se trema, ficando eloqüente.

Desde o que entrou em vigor o Acordo Ortográfico de 1990, a utilização do trema era bastante controversa. Isto porque muitas pessoas utilizavam, mas outras tantas optavam pela não utilização.

Entretanto, somente em 2008 é que ele foi abolido através do Decreto 6.583/2008. O período de transição dado era de quatro ano, encerrando-se em 2012. Apesar disto, o prazo para final para transição foi prorrogado até dezembro de 2015.

Sinônimos de eloquente

A palavra possui diversos sinônimos, são eles: eficaz, insinuante, expressivo, convincente, inteligente, persuasivo, frisante, ponderoso.

Antônimos para eloquente

Os antônimos para eloquente são: conciso, inseguro, acanhado, sucinto, ineloquente, inexpressivo, dissuasivo.

Exemplo de utilização da palavra eloquente

Veja a seguir alguns exemplos da utilização da palavra eloquente no dia-a-dia.

  • O palestrante de ontem foi muito eloquente na explanação sobre o assunto
  • O advogado de defesa se mostrou eloquente e conseguiu convencer o júri e o juiz do caso.
  • Devido a sua eloquência, o gerente de vendas se destacou na última reunião.

Dicas de como ser mais eloquente

Algumas pessoas podem ser mais eloquentes do que outras. Apesar disto, ela pode ser aprendida e até mesmo melhorada. Praticar é essencial para que o discurso e a apresentação sejam cada vez melhores.

Veja algumas dicas de como ser mais eloquente:

1. Utilize um vocabulário sucinto e claro

Primeiramente é preciso deixar claro que querer parecer mais inteligente através do exagero nas palavras pode não funcionar. Ter um vocabulário rico é importante, mas a utilização em excesso pode deixar o texto ou a palestra prolixa, perdendo a atenção do público.

Quanto mais clara e sucinta a mensagem, melhor ela chegará ao seu destino de forma correta e sem nenhum problema de interpretação.

2. Fale sobre o que você conhece

Aprender um novo vocabulário é sempre bom. Entretanto, ao ministrar uma palestra, ou dar uma aula, é recomendado utilizar palavras que você conhece. Isto porque, ao combinar palavras que são mais difíceis ou menos comuns a plateia pode ficar confusa.

3. Sempre utilize referências úteis

Para deixar a sua fala ainda mais clara, e fazer com que o ouvinte consiga acompanhar a sua linha de raciocínio vale utilizar referências.  Acima de tudo, utilize referências conhecidas que remetam à literatura clássica, pessoas, arte, eventos históricos e cultura pop.

Com toda certeza, ao se utilizar desta dica, você deixará a sua fala mais eloquente. Além disto, também facilita a conexão com o público, deixando-o mais interessado.

4. Evite palavras de enchimento

Não há nada que comprometa mais uma fala eloquente do tentar preencher o tempo e os momentos de silêncio com palavras como “então”, “tipo” e “hum”.

Os momentos de silencio podem ser importantes para dar uma maior ênfase em algum ponto da história. E, com toda certeza, é melhor falar menos e transmitir a mensagem corretamente, do que falar mais e ser prolixo. Ao fazer isto, você corre o risco de perder a atenção da plateia.

5. Pronuncia corretamente cada palavra

Uma das principais características de um discurso eloquente é uma fala clara com palavras pronunciadas corretamente. Se possível, tente minimizar o sotaque, para que a sua fala seja mais facilmente compreendida. Utilize o tempo necessário para isso.

Faça uma análise do conteúdo a ser exposto, e reconheça quais são as palavras que possuem uma pronúncia complicada. Em seguida, pratique para não cometer nenhum erro.

6. Conheça bem os momentos de transição, os adjetivos e as palavras de transição

Quando fizer uma apresentação ou aula, é essencial que você conheça os momentos de transição e quais adjetivos utilizar. Tente conduzir a explicação contando uma história, desenvolvendo uma linha de raciocínio. Dessa forma o público ou ouvinte consegue acompanhar o seu pensamento e deixar a história mais interessante.

Adicionar adjetivos à sua história deixa a narrativa ainda mais rica, e estimulam a imaginação da plateia. Entretanto, é importante ter cuidado para não colocar muitos adjetivos, já que o excesso deles pode deixar a palestra cansativa e muito descritiva.

Acrescente palavras de transição, elas facilitam a leitura e a compreensão da história. Algumas delas são: enfim, com certeza, por outro lado, de fato, em conformidade com, enquanto, então, por exemplo, inesperadamente, dessa forma, sob o mesmo ponto de vista.

7. Pratique muito, e com antecedência

Praticar antes de fazer qualquer tipo de apresentação é muito recomendado que você pratique. Peça para amigos assistirem ao seu ensaio e darem opinião. Outra forma bastante recomendada é gravar o áudio da sua apresentação. Em seguida ouça e identifique os pontos em que a fala não é muito clara, ou mesmo que você não transmite segurança.

Fazendo isso, você consegue ir ajustando a sua fala e deixar a sua palestra ainda mais interessante para o público.

8. Conheça o seu público alvo

É extremamente importante conhecer o seu público alvo. Se você irá falar para um grupo de cientistas, pesquise o que é mais interessante para eles. Mas se a palestra for para um grupo de donas de casa, ou senhoras da terceira idade, a abordagem escolhida deve ser totalmente diferente.

 

E você, o que achou do nosso artigo? Ainda tem alguma dúvida sobre o significado de eloquente? Deixe o seu comentário abaixo que nós te ajudaremos. E não se esqueça de compartilhar este artigo nas suas redes sociais.