Língua Portuguesa

O que é equinócio da primavera?

As estações do ano não se iniciam em dias escolhidos por mero acaso: são as datas em que certos fenômenos astronômicos ocorrem. O equinócio da primavera, por exemplo, marca o início desta estação (que, no hemisfério sul, sempre acontece no mês de setembro).

O outono conta, também, com o seu próprio equinócio (mês de março no hemisfério sul). O inverno e o verão, por sua vez, são marcados pelos solstícios, em junho e dezembro, respectivamente.

Veja também – Significado de amianto

Afinal de contas, o que é equinócio da primavera?

A forma mais simples para explicar em que consiste o equinócio é: a data em que dia e noite apresentam a mesma duração. A própria origem da palavra já carrega esse sentido, uma vez que é o resultado da união entre os termos latinos “equus” (igual) e “nox” (que pode ser traduzido por “noite”).

No dia de equinócio, a Linha do Equador Celeste (que é projetada no céu para estabelecer a divisão do planeta em seus dois hemisférios, o sul e o norte) é cruzada, em determinado momento, pelo sol.

Após o equinócio de setembro, por exemplo, o brilho do sol se intensifica no hemisfério sul por mais tempo, produzindo noites mais curtas do que os dias. O exato oposto acontece no hemisfério norte, isto é, os dias ficam mais curtos do que as noites a partir do mês de setembro.

O dia exato do início da primavera pode mudar de tempos em tempos devido a esse fenômeno astronômico. O motivo para isso é que o equinócio da primavera ocorre em horários diferentes a cada ano, fazendo com que a estação se inicie, como no ano de 2018, no dia 22 e, em outras ocasiões, no dia 23.

Curiosidades sobre o equinócio da primavera

Agora que você já sabe o que é equinócio de primavera, confira, a seguir, algumas interessantes curiosidades sobre o assunto.

equinócio da primavera

Polêmica científica

Conforme mencionado, o equinócio de primavera é tradicionalmente comemorado como o primeiro dia desta estação. Entretanto, você sabia que há uma polêmica científica a respeito da data correta?

Os astrônomos definem as estações do ano com base na posição da Terra em relação ao sol.

De acordo com o calendário astronômico, a primavera e o outono começam com um equinócio, ao passo que o verão e o inverno principiam com um solstício. Essas são as datas semestrais nas quais os hemisférios experimentam seu dia mais curto do ano.

Sendo assim, se seguirmos o calendário astronômico, a primavera de 2019 no hemisfério norte durará de 20 de março até o solstício de verão em 21 de junho. Contudo, os cientistas do clima não definem as estações dessa maneira. Eles usam um sistema diferente – conhecido como “calendário meteorológico”.

Nele, o ano é dividido em 4 temporadas com duração de 3 meses cada, com o início da primavera para o dia primeiro de março e, depois, com duração até abril e maio.

Os cientistas fundamentam seu calendário no ciclo de temperatura da Terra, e não na posição astronômica do sol, à medida que é mais fácil calcular estatísticas e prever tendências usando meses completos e as mesmas datas a cada ano.

Ano-novo persa

Navroz Mobarak!” O precioso momento do equinócio de primavera traz consigo o primeiro dia do ano do calendário solar iraniano. É, também, o começo da “Nowruz”, uma impressionante celebração de 13 dias, o chamado Ano-Novo Persa.

Acompanhado por 300 milhões de pessoas em todo o mundo (principalmente, na Ásia Central e Ocidental), o Nowruz é precedido por uma enxurrada de tarefas domésticas. Depois que a “limpeza da primavera” termina, as famílias desfrutam de refeições tradicionais e pintam ovos que simbolizam a fertilidade.

Na última terça-feira antes do equinócio de primavera, há um ritual em que as pessoas pulam fogueiras que representam o sentimento de renovação que o ano-novo oferece. Outra tradição consiste na reunião de crianças que batem panelas e vão de porta em porta pedindo doces e guloseimas.

No último dia de festa, as famílias celebram piqueniques ao ar livre, uma vez que acreditam que ficar dentro de cada nesse dia pode trazer azar para o restante do ano.

equinócio da primavera

Outros feriados

Ao longo de séculos, os praticantes do xintoísmo têm usado o evento solar como uma oportunidade de honrar os seus antepassados. Em 1948, o governo japonês converteu essa tradição religiosa em feriado secular e nacional, formalmente conhecido como o “Dia do Equinócio Vernal”, que continua sendo observado e seguido até os dias de hoje.

Na maior parte das denominações cristãs, a Páscoa é celebrada no domingo após a primeira lua cheia que se segue ao dia 21 de março. O que há de tão especial nessa data? Ela marca o chamado “Equinócio da Primavera Eclesiástico”.

Pergunte a qualquer astrônomo e ele dirá que o equinócio da primavera pode cair nos dias 19, 20 ou 21 de março. Mas, para simplificar, muitos líderes religiosos tratam o dia 21 de março como se fosse o equinócio da primavera designado para todos os anos. A Páscoa, portanto, pode cair entre os dias 22 de março e 25 de abril.

Outro fato curioso é que, nesse dia, surge uma sombra semelhante a uma cobra que parece rastejar por um dos lados da pirâmide de El Castillo, no México, possivelmente em homenagem a um deus-serpente.

A ondulação da Terra afetará os futuros equinócios

Como um pião, nosso planeta balança um pouco em seu eixo. Na atualidade, o eixo terrestre aponta para a famosa “estrela norte”, Polaris. Mas, daqui a 12 mil anos, ele se distanciará de Polaris e mirará em um corpo celeste diferente: a estrela Veja. Todo esse ciclo se repetirá ao longo de 26 mil anos.

As forças gravitacionais exercidas pelo sol e pela lua são a principal razão pela qual o planeta Terra gira e, conforme oscila, a relação do sol com o calendário zodiacal muda.

Durante o equinócio da primavera, o sol cruza em frente à constelação de Peixes. Ou, pelo menos, isso é verdade nos dias atuais: antes do ano 68 a.C., o sol alinhava-se com Áries – outra constelação – no equinócio da primavera. Em 2567, o sol se alinhará com a constelação de Aquário.

About the author

yasmin