Expressões em inglês

O que quer dizer “shippo”? Você shippa alguém?

O que é shippo? Shippar é quando se torce para um casal. Mas como assim? Sabe quando você está acompanhando uma série e percebe que dois personagens poderiam ser um casal? Quando eles acabam em situações meio românticas, quando são fofos um com o outro, ou mesmo estão se divertindo juntos. E aí você fica procurando sinais entre eles, momentos fofos…

essa palavra tá na boca de todo mundo e hoje em dia sempre tem um ship novo pra acompanhar. Seja na novela, na série, no anime, no livro ou até mesmo no nosso cotidiano. É algo que temos feito a muito tempo mas só agora ganhou essa atenção e se tornou quase uma cultura.

Isso é muito comum porque muitas vezes nós nos importamos com determinado personagem e queremos que ele seja feliz. Então torcemos para que consigam um bom emprego, solucionar seus problemas, fazer as pazes com seus amigos e, é claro, que se apaixonem por alguém que os faça bem.

Mas e aí, você shippa alguém? Nesse texto vamos explicar mais sobre essa palavrinha e quais são as origens dessa moda de shippar, além do porquê dela ter tantas variáveis, como: shippo, ship, shippar e etc. Então, se quiser ficar sabendo de tudo isso continue lendo esse conteúdo.

O início dos ships

De início, quando as pessoas começaram a acompanhar séries, filmes, e novelas, o único acesso para esses conteúdos era pela televisão, que só os exibiam num horário específico e em dias específicos. Além disso, nem todo mundo tinha o canal onde se transmitia determinada programação, então a gama e a disponibilidade de entretenimento para consumir era reduzida. E até hoje isso é comum, só que com o passar dos anos o interesse em livros e outros tipos de histórias e sagas começou a crescer por conta da maior facilidade de comprá-los em bancas. Como é o caso dos animes e mangás. Isso também aconteceu com seriados, que passaram a ser vendidos em DVD.

Nesse ritmo, com a maior disponibilidade desses  materiais o público pode ficar um pouco mais livre do que apenas a televisão queria transmitir. Desta forma, um maior número de pessoas passou a se interessar com conteúdos diferentes, às vezes internacionais e em formatos que nunca haviam pensado em consumir. Criando um certo movimento entre pessoas que tinham esse gostos mais destacados.

Isso fez com que os públicos de cada tipo de entretenimento se juntassem em fã clubes, e começassem a interagir sobre esses conteúdos. Falando sobre os acontecimentos, os plot twists, e tudo que acontecia nos episódios. Tudo isso fez com que as séries, filmes, novelas, animes e tudo mais, fossem um assunto bastante discutido e, dentro disso, opiniões sobre os casais dentro dos programas era inevitável.

Assim foi crescendo o hábito entre os fã clubes e hoje em dia não é novidade para ninguém que as pessoas gostam de falar sobre os conteúdos que elas gostam, mas como surgiu essa cultura do shippo?

Como nasceu o ato de shippar?

Bom, com o passar do tempo o acesso a esses conteúdos se tornou muito maior por conta de um fator super importante: a internet. Essa ferramenta, com a qual não imaginamos viver sem, foi fundamental para o mais amplo acesso de todo tipo de material. Foi com ela que passamos a conseguir assistir aquela série indicada por um amigo no mesmo dia que ficamos sabendo dela. E na mesma velocidade podemos responder dizendo se gostamos ou não, e conversar sobre isso.

Além disso, passou a ser possível não apenas achar o que foi indicado, mas também explorar outros conteúdos de outros assuntos, países, formatos e plataformas. Com toda essa disponibilidade e variedade, as pessoas acabam escolhendo aqueles conteúdos que tem mais a ver com elas. Ou seja, se você prefere romance, aventura e gosta de mitologia grega provavelmente existe uma série sobre isso que você vai gostar muito.

Isso faz com que pessoas fiquem mais apegadas a determinadas histórias e criem uma relação de afeto com os personagens, criando expectativas sobre quem eles devem se relacionar. É por isso que hoje em dia falamos shippo quando vemos um casal que gostamos.

Mas de onde veio a palavra shippo?

Você deve estar morrendo de curiosidade sobre de onde veio esse termo tão diferente que aparece de várias formas. A verdade é que tudo tem início da palavra do inglês relationship, que traduzida pro português significa relacionamento. Faz sentido né? o ship vem das quatro últimas letras da palavra e funciona como o substantivo que se refere a um casal.

Ou seja, um casal = ship

E aí, com a chegada do termo para o Brasil, pudemos transforma-lo mais ainda e adaptá-lo a nossa língua. É esse o motivo de tantas variações: nós transformamos a palavra em um verbo! que virou shippar (a forma infinitiva).

Então, para tentar deixar mais claro, vamos fingir que a palavra é realmente um verbo e tentar conjuga-lo ok?

  • Eu shippo
  • Tu shippas
  • Ele shippa
  • Nós shippamos
  • Vós shippais
  • Eles shippam

Entendeu? shippo, se refere a quando uma pessoa está falando que shippa um casal. Por exemplo:

Eu shippo Tormund e Brienne em Game of Thrones.

Sobre os ships (casais)

Algo particular que chama a atenção sobre os ships é que eles são os nomes das duas pessoas shippadas juntas. Isso acontece porque os fãs discutem em si possíveis combinações com os nomes dos casais shippados com a intenção de chegar no que fique melhor para dar nome ao ship. É isso que deixa determinados casais da ficção muito famosos. Por exemplo:

  • Eu shippo Percabeth ( esse é o nome do Percy e da Annabeth juntos, personagens de uma série de livros chamada “Percy Jackson e os Olimpianos”)

Além disso, existem ships com pessoas reais como:

  • Eu shippo Jikook (Jimin e Jung Kook, dois membros do grupo de kpop mundialmente famoso BTS)
  • eu shippo Sandrevaristo ( nesse caso são os nomes dos jornalistas Sandra Annenberg e Evaristo Costa, que costumavam apresentar juntos o Jornal Hoje)

Vale ressaltar que não quer dizer que as pessoas envolvidas em determinado ship são de fato um casal. Na verdade, os ships são usados muito mais para imaginar possíveis casais, e não que já existem. Como no caso do último exemplo, Sandrevaristo, onde ambos são casados com outras pessoas é necessário ter cuidado para que a brincadeira divertida de shippar não se torne um desrespeito.

E aí, você shippa alguém? Diz aqui nos comentários e compartilha esse post com quem ainda o que é shippo.