Geral

Significado de dança e 12 das danças mais populares

A dança é considerada o principal meio de comunicação e de expressão da humanidade, uma vez que nas sociedades primitivas ainda não havia nenhuma linguagem oral. Através da dança, os primitivos podiam se reconhecer e se relacionarem pelo ritmo, acompanhado ou não pela música.

A dança é vista como uma manifestação artística caracterizada pela cadência rítmica de movimentos presente desde a história da humanidade e encontrada nas mais diferentes celebrações como rituais religiosos, mágicos, adoração a deuses, na semeadura e colheitas das lavouras, funerais, entre outras.

Um pouco da história da dança

De que a dança faz parte da vida desde as sociedades primitivas até os dias de hoje e considerada fundamental para a evolução do homem não resta a menor dúvida. Para ter uma ideia, arqueólogos encontraram tumbas com desenhos de dançarinos no Egito e em gravuras em rochas na Índia, que datam de mais de 30.000 anos.

A dança sempre esteve presente nos mais diferentes cultos e manifestada com movimentos suaves ou frenéticos, com palmas, com o bater dos pés no chão, com rodopios, acompanhados (ou não) com instrumentos como flauta, tambores ou instrumento de cordas, por exemplo.

No Egito Antigo

Tanto a dança quanto o canto e os instrumentos musicais faziam parte integrante dos rituais de adoração aos deuses no Antigo Egito. O povo egípcio seguia à risca os ensinamentos escritos em um papiro encontrado no Império Novo conhecido como “Os Ensinamentos de Ani”, onde diz que a dança, o canto e o incenso são alimentos dos deuses.

E isso pode ser comprovado anos depois por arqueólogos que encontraram tumbas decoradas com desenhos de dançarinos, músicos e cantores animando as festas e participando de rituais.

Na Grécia

Assim como no Egito, a Grécia também utilizava a dança em rituais religiosos para cultuar os deuses gregos e vista como uma forma de comunicação entre os mortais e os imortais. Além disso, a danças auxiliavam no preparo físico dos guerreiros e eram sempre realizadas em grupos.

Um exemplo da importância da dança para os gregos pode ser vista durante as festividades dos Jogos Olímpicos em 1896 onde as coreografias eram fundamentais.

Na Roma Antiga

A dança na Roma Antiga é dividida em três períodos: Reis, República e Império. Durante o reinado a dança era praticada como um ritual religioso, normalmente ligado à lavoura. Um dos mais conhecidos era o Saliano, uma dança em homenagem a Marte (mês do nascimento da primavera).

Durante a República, as danças tradicionais como as realizadas durante o matrimônio permaneceram, mas suas origens sagradas foram deixadas de lado e muitas escolas de dança foram fechadas.

Já durante o Império, as danças voltaram a ser praticadas, mas as danças perderam alguns de seus movimentos, principalmente as ligadas aos rituais.

Na Idade Média

Durante a Idade Média, onde praticamente tudo era considerado heresia pela Igreja católica, a dança não escapou e foi considerada profana e tida como libertinagem, mas mesmo assim continuou a ser praticada pelos camponeses. Entretanto, a partir do século VI, os europeus criaram estilos de danças diferentes para praticarem em grupo ao redor de um cantor.

No período renascentista

Anos mais tarde, durante o Renascimento, a dança ressurgiu com força e passou a ser apreciada pela nobreza.  A partir daí criaram-se grupos que começaram a praticar uma atividade lúdica com um conjunto de ritmos e passos que chamavam de ballet.

O ballet ou balleto, em italiano, surgiu na Itália onde era praticado nas cortes para entreter convidados ilustres e amigos. Rapidamente se empalhou pela França levado por Catarina de Medicis, de origem italiana, que se casou com o rei francês Henrique II.

No Brasil

No Brasil a dança indígena era praticada de forma semelhante àquela da sociedade primitiva em rituais e nas mais diversas celebrações como nascimento, casamento, em funerais e em cultos sagrados.

A dança clássica acredita-se, teve seu primeiro ballet apresentado em 1813 no Real Teatro de São João, no Rio de Janeiro e dirigido por Lacombe.

As 12 danças mais populares ao redor do mundo

A dança é uma manifestação artística e está presente nas mais variadas culturas ao redor do mundo. Quer conhecer as danças que são mais praticadas pelo mundo? Dê só uma olhada!

1. Dança do Ventre, Egito

Acredita-se que a dança do ventre tem origem no Egito Antigo onde as mulheres dançavam em consagração às deusas agitando e batendo os quadris reverenciando a fertilidade e celebrando a vida.

2. Zumba, Colômbia

Criada no final nos anos 90 em Miami pelo colombiano Beto Perez, que, durante uma aula de ginástica, esqueceu o CD de músicas e improvisou uma coreografia usando ritmos latinos.

3. Zouk, Caribe

Criado pelo grupo Kassav, o Zouk é uma mistura de estilos musicais e ritmos como a Makossa e Calipso e, no dialeto Crioulo do Haiti, significa “festa”.

4. Samba, Brasil

Derivado do samba de roda, dança de raízes africana surgida na Bahia, o samba tornou-se uma das maiores manifestações culturais do país.

5. Ballet, Itália

De origem italiana, o ballet se espalhou pela França, Inglaterra e Rússia, entre outros países sendo uma das danças mais praticadas pelo mundo.

6. Sapateado, Irlanda

De origem irlandesa, o sapateado é caracterizado por sons ritmados produzidos com os pés.

7. Tango, Argentina

O tango é um estilo de música apaixonante e praticado a par. Recheado de coreografias, o tango exige muita habilidade de quem o pratica.

8. Break dance, EUA

Estilo de dança de rua da cultura Hip-Hop foi criado na década de 70 por latinos e afro-americanos, em Nova York.

9. Salsa, Cuba

Criada na década de 60, a salsa é uma mistura de ritmos afro-caribenhos como mambo e rumba.

10. Yangko, China

Praticada a mais de 1.000 anos, a dança é uma das mais populares do país e marcada por movimentos de balanço do corpo onde os quadris são utilizados para conduzir os pés no ritmo da música.

11. Dança em linha

Caracterizada por possuir uma coreografia com uma sequência repetida, onde um grupo, em linha e sempre na mesma direção, faz o mesmo passo e se movimenta ao mesmo tempo, a dança em linha é muito praticada pelo estilo country.

12. Kathak, Índia

Dança clássica indiana é praticada em templos durante a realização de rituais. Muito difícil de ser praticada, a dança, originária da palavra Sanskrit, que significa “história”, requer muito treino e habilidade.