Medicina

Sinusite: causas, sintomas e tratamento

Sinusite

A sinusite é uma inflamação que ocorre no crânio, mais precisamente nas mucosas dos seios da face. As regiões afetadas são o nariz, olhos e maçãs do rosto. Essa inflamação pode acontecer por diferentes fatores que atrapalhem principalmente a drenagem de todas as secreções dos seios da face. Entenda como essa inflamação pode ser evitada e não sofra mais com os seus desconfortos.

Muito mais comum do que se pode imaginar, esse tipo de inflamação é caracterizada principalmente pelas dores fortes e pulsáteis que provocam em toda a região dos olhos.

Algumas pessoas relatam que quando as crises de sinusite surgem, uma pressão na cabeça muito grande aparece. Em alguns casos, a pessoa acha que está com enxaqueca e acabam tomando o remédio errado. Consultar um médico ainda é a melhor opção de tratamento.

O que é sinusite?

A sinusite como já dissemos é uma inflamação que acomete principalmente as mucosas presentes nos seios da face. Nessa região encontra-se as cavidades ósseas das maçãs do rosto, nariz e olhos.

Esse tipo de inflamação pode acontecer de forma totalmente secundária, ou seja, decorrente de alguma infecção, quadros de alergia ou principalmente por causa da interrupção da correta drenagem das secreções dos seios da face.

Qual a importância dos seios da face?

Os seios da face são importantíssimos para o nosso organismo, principalmente para a nossa fala.

Eles que fazem a ressonância da nossa voz, quando o ar é inspirado, é nele que ocorre o aquecimento. Além disso, contribuem para diminuir o peso do crânio facilitando assim a sua sustentação.

O revestimento desses seios são de mucosa e cílios, rica em glândulas importantes que produzem principalmente o muco que são conduzidos por esses cílios.

Os cílios presentes nessas mucosas detectam os corpos estranhos e conduzem-nos para fora, para que sejam eliminados.

A produção e fluxo dessas secreções pelas mucosas é permanente e quase que imperceptível quando normal. As alterações na anatomia da face que podem impedir que essa secreção aconteça dão a oportunidade de germes e outras bactérias se instalem e provoquem a infecção.

Sinusite

Quais são as principais causas da sinusite?

As principais causas do surgimento da sinusite estão ligadas principalmente a instalação de agentes infecciosos.

Esses agentes podem ser bactérias, vírus, fungos e até fatores alérgicos como cheiros muito fortes, choques térmicos de temperatura.

A exposição a alguns agentes químicos que contribuem para a alteração dos sinos nasais também podem ser um dos fatores causadores.

Em alguns casos mais raros, como a presença de tumores, a sinusite também pode aparecer.

Principais fatores

  • Crescimento de pólipos nasais que impedem a passagem das secreções nasais;
  • Reações alérgicas a substâncias como poeira, pó, perfume, ácaro, pólen, fumaça de cigarro, pelos diversos, produtos de limpeza, etc;
  • Traumas na face com fraturas ósseas;
  • Desvio de septo nasal, as paredes nasais estão desalinhadas, podendo haver bloqueio de passagem de ar no seio nasal;
  • Infecções respiratórias como gripes e resfriados que causam principalmente o engrossamento das membranas sinusais;
  • Doenças que afetem o sistema imunológico e causem a inflamação dos seios nasais.

Conheças os sintomas da sinusite

Existem dois tipos de sinusite, uma chamada de crônica e a outra de aguda. Os sintomas podem ser divididos da seguinte maneira, acompanhe:

Sinusite aguda

Os sintomas desse tipo de sinusite costumam ser bem desagradáveis e fortes ao mesmo tempo. Geralmente, a pessoa sente fortes dores de cabeça na região dos seios nasais. Essa dor pode ser como um pontada, pressão, pulsátil ou simplesmente um peso na cabeça.

Em todos os casos, acontece a obstrução nasal e a presença de secreção purulenta e até com rastros de sangue, dificultando a respiração.

Algumas pessoas podem apresentar um pouco de febre, tosse, coriza, cansaço, dores musculares e perda de apetite.

Sinusite crônica

Nesse tipo, os sintomas são praticamente os mesmos, porém eles podem ser intensos ou não. Em algumas situações pode não ocorrer febre, mas a tosse sim, existe.

Geralmente os sintomas aparecem no período noturno e aumenta de intensidade assim que a pessoa se deita para dormir. Isso acontece porque a secreção acaba escorrendo para a parte posterior das fossas nasais e isso irrita as vias aéreas, causando a tosse na maioria dos casos.

A presença de tosse assim que a pessoa acorda é totalmente normal, diminuindo de intensidade ao longo do dia, desaparecendo completamente depois.

Como é feito o diagnóstico de sinusite?

O diagnóstico da sinusite deve ser feito exclusivamente por um médico especialista. Se automedicar é a pior escolha, pois você pode colocar substâncias totalmente desnecessárias para o que você tem.

Os médicos especialistas que podem fazer um diagnóstico preciso são:

  • Clínico geral;
  • Otorrinolaringologista;
  • Pediatra, indicado para crianças.

Sinusite

Alguns exames podem ser solicitados pelo médico, é importante que você relate todos os sintomas que você teve ao longo do tempo. Isso facilita o diagnóstico e a recomendação do melhor tratamento.

Veja abaixo alguns exames que podem ser solicitados pelo médico. Acompanhe:

  • Exame de nasofibrolaringoscopia ou endoscopia nasal: É introduzido no canal nasal, um pequeno tubo finíssimo e totalmente flexível com luz na ponta. Este exame permite que o médico tenha uma visão melhor de toda a cavidade nasal;
  • Tomografia computadorizada do crânio: Neste exame é possível saber com mais detalhes como estão as áreas dos seios nasais. É possível através dessas imagens, identificar inflamações e possíveis obstruções nasais, inclusive o médico consegue saber se é necessário fazer ou não algum procedimento cirúrgico;
  • Exames físicos: Os exames de toque permite identificar como estão as condições de funcionamento dos cílios nasais e outros tecidos.

Existe tratamento para a sinusite?

Os tratamentos medicamentosos para a sinusite promovem um alívio quase que imediato dos sintomas muitas vezes desagradáveis.

Veja a seguir alguns exemplos de medicamentos que podem ser usados para alívio dos sintomas:

Corticoides próprios para o nariz

Esses medicamentos podem ser encontrados em forma de spray ou líquido mesmo. Sua principal função é a de fazer o tratamento da inflamação. Dependendo do tipo de sua sinusite será necessário utilizá-lo por alguns dias de forma ininterrupta.

Diferente dos corticoides orais, esses possuem efeito colateral mais ameno, sendo mais seguro para a saúde.

Descongestionantes nasais

Esses descongestionantes nasais podem ser encontrados também em forma de spray ou líquido. A recomendação para esse tipo de medicamento é de apenas 3 a 4 dias no máximo.

É importantíssimo seguir a recomendação do médico para que você não tenha um efeito contrário e desencadeie uma sinusite mais forte.

Comentar