Geral

Miséria: definição, significado, conceito

Miséria

O problema da miséria no nosso país, ou nos mais diferentes recantos do planeta, é sempre discutido nos programas de tevê e rodas de conversas informais.

Tema de novelas e romances, a miséria já foi assunto de clássicos da literatura brasileira, como o livro “Vidas Secas” de Graciliano Ramos. Mas você sabe o que é miséria?

Apesar de ser uma dificuldade enfrentada por tantos ao redor do mundo, compreender o que de fato é a miséria pode nos ajudar a diferenciar este estado social e financeiro de outras demandas sociais, nos permitindo identificar onde ela começa e termina nesse caos social que por vezes nos choca nos noticiários.

A miséria pode também ser a definição para o estado de inúmeras coisas, pessoas e situações diferentes da comum falta de recursos financeiros. Vamos saber mais agora sobre a miséria.

Pobreza e miséria: qual seria a diferença?

Em geral usamos as palavras como sinônimas. E de fato, elas, por vezes, parecem se confundir. Mas a principal diferença conceitual entre um e outro é que uma pessoa pobre não vive numa situação ideal. Mas o miserável vive numa situação subumana, por vezes à beira da morte.

O pobre não tem uma renda individual e familiar suficiente para viver confortavelmente, com todas as suas necessidades básicas atendidas, (educação de qualidade, saúde, lazer etc). Entretanto, o miserável vive com risco iminente a sua subsistência por falta absoluta de recursos mínimos. Em geral, não tem casa com esgotamento sanitário e água tratada, nem condições de ter as três refeições básicas ao dia.

Segundo o DIEESE, em dezembro de 2018 o salário mínimo no Brasil deveria ter sido R$ 3.960,57. Entretanto, o salário mínimo nessa data foi de R$ 954,00. Portanto, o pobre é o tem uma renda que garante sua subsistência, embora não ideal. E o miserável nem isso.

Miséria

Definição, significado e conceito

1. A miséria como tropeço de caráter

Está ligado à pessoa que se faz desprezível por palavras e atos de desconsideração pelas outras pessoas. E também por ser indecente e obsceno, se tornando alguém mal visto socialmente.

2. A miséria como obstáculo sócio financeiro

É mais do que simplesmente ser pobre ou muito pobre. A miséria é a completa falta de recursos. O estado de indigência, de onde não se possui nenhuma fonte de renda. É o estado do miserável.

Portanto, não basta ser pobre para adentrar no estado de miséria. É preciso viver em total penúria e ausência completa de condições de garantir a própria subsistência para ser considerado miserável.

3. A miséria como falta de empatia pelas pessoas e até por si mesmo

Esta está relacionada a uma extrema pobreza de código moral. Diz-se da pessoa que age com mesquinhez a fim de negar aos outros ajuda que poderia dispor facilmente.

Alguns negam a si mesmos melhores possibilidades de existência em nome de uma economia desnecessária. São as pessoas chamadas de sovinas ou avarentas. Um bom exemplo disso são pessoas que, apesar de serem ricas, vivem com poucos recursos, como se fossem pobres.

4. A miséria nas coisas

É a perfeita definição de tudo que foi feito com qualidade ruim. Também serve bem para porções em quantidade muito pequena de qualquer coisa. E refere-se, por fim, a tudo que for considerado insignificante.

5. A miséria como estado psicoemocional

Quando alguém se sente totalmente desprovido de ajuda e de alegria, pode se considerar em momento de miséria, mesmo que se trate de alguém muito rico. Alguns estados alterados de saúde psicológica podem levar alguém a se sentir assim. Um exemplo disso são os casos de depressão que pode levar a pessoa até o suicídio.

A sensação de não encontrar saída para problemas graves somada ao sentimento de desamparo pode imprimir uma ideia de miséria.

O estado de miséria psicoemocional é bastante complexo e por vezes exige o auxílio de um profissional especializado para evitar o desespero.

6. A miséria no pensamento filosófico

A miséria também é tema de debates veementes entre pensadores e filósofos. A forma de encarar a temática se diferencia pelo conceito ideológico dos autores.

No século XIX, Pierre-Joseph Proudhon escreve seu livro intitulado “Sistema das Contradições Econômicas ou Filosofia da Miséria”criticando e rebatendo as teorias de Karl Marx. Ele nega a eficiência do socialismo e de suas formas de governo para combater a miséria.

Miséria

7. A miséria no Brasil

Embora governos anteriores já tenham anunciado a erradicação da pobreza no país, ela só cresce ano a ano. No Brasil, segundo o IBGE, são 55 milhões de pobres e, dentre estes, 15,2 milhões de pessoas que vivem na completa miséria. É o estado chamado oficialmente de extrema pobreza ou abaixo da linha da extrema pobreza.

O limite de renda que caracteriza os miseráveis para o Banco Mundial

Para definir quem é pobre e quem é miserável no Brasil, o DIEESE utiliza os limites de renda idealizados pelo Banco Mundial. É bem simples: quem recebe até US$5,5 por dia é pobre, mas quem só consegue receber menos de US$ 1,9 por dia é considerado abaixo da linha da extrema pobreza.

Em reais isso quer dizer que quem recebe até R$ 21, 28 por dia, em números atuais, é pobre. E quem não consegue ter uma renda acima de R$ 7,353 por dia está em situação de extrema pobreza ou miséria.

As regiões Nordeste e Norte são as mais pobres com cerca de 40% dos pobres do país. Em 2017, 7,4% dentre estes eram miseráveis.

8. A miséria no planeta

Em 2018 o Banco Mundial divulgou os dados que indicam que quase metade da população está vivendo abaixo da linha da extrema pobreza, em absoluto estado de miséria. Isso corresponde ao assustador número de 3,4 bilhões de pessoas.

As regiões com maior pobreza entre os anos de 2010 a 2015 foram as regiões do Caribe e da América Latina. O Banco Mundial segue com a meta de erradicar a pobreza no mundo, compartilhando a prosperidade, e pretende alcançar isso até 2030.

Considerações finais

Seja um adoecimento psicoemocional, um transtorno ético e moral, uma qualidade ou uma vivência sofrida, a miséria precisa ser combatida. E cada um de nós pode fazer algo para mitigar a miséria do mundo e torná-lo melhor para todos.