Expressões em inglês

O que é release? Quais os significados? Como usar?

É comum no meio jornalístico ouvir a palavra “release” e também no departamento de comunicação de uma empresa, especialmente a assessoria de imprensa.

Sem esse instrumento de contato seria muito difícil para os jornalistas conseguirem fazer uma filtragem, alinhar as informações necessárias para selecionar o que pode ser notícia para o veículo que trabalha ou não, já que existem diversas empresas buscando a atenção da mídia para promover seus produtos e interesses.

Veja também – Significado de self service

Dessa forma, é natural que um profissional competente nessa área busque manter um canal de diálogo com todas as possíveis fontes de notícias. A rotina deste profissional é receber uma pilha de informações e convites que mal consegue dá conta de leitura.

É preciso considerar que o jornalista sempre anda em voltas com o relógio, com prazos apertados. A sua necessidade, o seu impulso natural, será o de ganhar tempo, de tentar obter informações de maneira rápida, selecionando o que lhe chama mais atenção no momento e que forneça as informações mais completas possíveis.

Tudo isso seria impossível de fazer sem o release, se a comunicação fosse mais direta, simples, com cada indivíduo tentando “vender o seu peixe”, valorizando e omitindo informações e ocupando boa parte do tempo.

O release permite uma comunicação mais ágil. Com ele é possível enviar o “grosso” da informação de uma vez, dando a oportunidade do jornalista de avaliar se a notícia tem potencial, além de filtrar as informações que considera mais importantes.

Mas, afinal, o que é release? Qual a sua função, origem, suas principais características? Como fazer um?

Tire todas essas dúvidas relacionadas a release a seguir!

release

O significado de release

Em sua língua de origem, inglês, release é o mesmo que liberação, liberdade, lançamento, quando empregado como substantivo. Essa “liberação” está mais ligada a liberdade física, do corpo, se avaliarmos objetivamente seu significado original.

Contudo, o termo passou a ser mais comumente empregado para se referir a um lançamento de um produto, a “libertação do produto” do ambiente restrito que estava alojado para chegar nas mãos do público.

Porém, o seu uso mais corriqueiro, e que abordamos de começo, é como uma abreviação da expressão press release, algo como lançamento a imprensa. Trata-se de um recurso de assessoria de imprensa, uma ferramenta de comunicação, um comunicado aos veículos de informação.

Esse comunicado para a imprensa é diferente de um texto dirigido diretamente para o público, pois precisa envolver informações mais completas, técnicas, detalhadas. É de interesse do jornalista reunir essas informações de forma condensada, pesquisar por outras relacionadas ao tema do release e escrever uma reportagem mais palatável ao gosto do público, com linguagem mais acessível.

No entanto, é preciso que o release seja bem escrito, não só para causar boa impressão aos trabalhadores da imprensa, mas para transmitir uma boa mensagem para o público, conseguir comunicar o essencial, pois é comum que jornalistas usem boas partes dos trechos que recebem dos releases na matéria que estão escrevendo ou ao publicar o conteúdo na íntegra, o que não é raro em jornais de média e baixa circulação.

Por esse motivo, o release é escrito por um profissional de relações públicas ou um assessor, um profissional formado na área de jornalismo que sabe o que costuma atrair a atenção de seus colegas, quais são os dados necessários a se passar, quais são os melhores dias para se enviar o material e a antecedência necessária.

O conteúdo de um release

Um release é usado para a divulgação não só de um produto, mas também de um evento, o lançamento de um novo serviço, de uma nova tecnologia, o anúncio de uma contratação importante, de um investimento importante.

Como a maioria dos jornalistas evita o contato direto, indica o e-mail como a melhor forma de comunicação para fazer o trabalho de filtragem, de seleção de pautas. A não ser que a empresa se trate de uma gigante que sempre gera boas notícias, o release passa a ter importância vital para se obter destaque na imprensa, repercussão, alcance de público.

Por isso, é importantíssimo saber como preparar um release que se destaque dos demais, que consiga captar a atenção de imediato. Existem algumas regras, alguns truques e macetes, que trataremos de passar a seguir para que tenha noção de como preparar um release competitivo e atrativo.

release

Como preparar um release?

Como escrito acima, o release tem que fornecer todas as informações necessárias para que o jornalista se interesse e tenha boa base de apoio para redigir a notícia. As informações devem ser encontradas facilmente.

Porém, é recomendável que prepare um release de modo que possa ser publicado na íntegra e que consiga estabelecer diálogo com o público.

Veja as dicas a seguir!

O título

O título deve ser chamativo, não no estilo sensacionalista, mas que consiga traduzir, resumir em uma frase, o conteúdo principal do release e ainda gerar curiosidade no leitor.

Por isso, é fundamental desenvolver pauta que seja realmente do interesse do profissional que cobre a área de atuação da empresa, que traga algo diferente, uma novidade ou toque em um assunto relevante dentro do meio em que se atua.

A linha fina

No release, a linha fina deve ser um complemento do título. Normalmente se usa dados, algumas estatísticas para corroborar o destaque do título. Vale, ainda, destacar a presença de pessoas ou instituições importantes no segmento.

O conteúdo do release

Naturalmente, a parte mais importante é o conteúdo do release. As informações devem ser organizadas pela lógica do funil invertido, isto é, a base da pirâmide, a que apresenta mais substância, deve surgir primeiro, ser exposta logo nos primeiros parágrafos.

Isso significa que as informações mais importantes devem ser apresentadas logo de cara. Lembre-se que jornalista normalmente não tem muito tempo a perder. Vá direto ao assunto.

Ao longo do texto, a pirâmide deve se afinar, com as informações menos relevantes ficando por último.

Deve-se sempre procurar responder as perguntas mais clássicas do jornalismo para estruturar o texto do release:

  • O quê?
  • Quem?
  • Quando?
  • Onde?
  • Como?
  • Por quê?

Gostou desse conteúdo sobre release? Então curta, compartilhe, avalie.

Saiba mais:

About the author

yasmin