Uncategorized

Significado de “ocioso”, definição e exemplos

Ocioso

Ocioso é uma palavra que carrega um tom pejorativo bastante conhecido por pessoas de diversas partes do mundo.

Mesmo com esse lado negativo, o termo ocioso pode ser associado também ao estímulo da criatividade, sendo fundamental para que as pessoas possam conseguir resultados muito mais satisfatórios tanto em sua vida pessoal quanto profissional.

O que significa a palavra ocioso?

Ocioso é o termo utilizado para indicar indivíduos que se encontram em estado de ócio, ou seja, que não tem nenhuma ocupação.

Esse termo é normalmente empregado como um adjetivo pejorativo, para designar alguém considerado inútil, supérfluo, desnecessário e incompetente, além de ser também relacionado àquela pessoa que não trabalha ou realiza qualquer outra atividade por preguiça.

A palavra ocioso também pode ser utilizada para indicar que um colaborador está sem nenhuma atividade para ser executada em determinado momento, sendo considero ocioso naquele momento específico.

Qual a origem da palavra ocioso?

A palavra ocioso é um substantivo masculino que tem origem no latim otiosus.

Deus otiosus

O conceito teológico de Deus otiosus mostra a crença em um Deus criador, que se afasta logo após a criação do mundo, deixando de interferir em sua criação a partir deste momento.

Ocioso

O que é ociosidade no trabalho?

A palavra ocioso é sinônimo de terror dentro do meio corporativo, principalmente em tempos de tamanha competitividade como os atuais.

Eliminar a ociosidade no ambiente do trabalho é um desafio que a maioria das empresas e gestores enfrenta diariamente.

O termo ocioso pode ser empregado com dois significados distintos dependendo do objetivo e do cenário que está sendo utilizado.

Um funcionário normalmente é considerado ocioso quando se encontra sem nenhuma das atividades que lhes são atribuídas à serem realizadas, que podem ser tanto por já terem sido realizadas, ou quando essas se tornam mais escassas, como em épocas em que a empresa tem sua demanda reduzida, por exemplo.

Ocioso também pode ser o termo utilizado para fazer referência a equipamentos e instalações que não estejam sendo utilizados em toda sua capacidade para que a empresa desenvolva suas atividades.

Computadores, arquivos, cadeiras, mesas, maquinário, salas e escritórios podem receber o adjetivo de ocioso, por não estarem sendo utilizados em toda sua capacidade e gerando retorno financeiro para o negócio.

O que significa estoque ocioso?

Estoque ocioso é o pesadelo de qualquer empresa que trabalha com a venda de produtos físicos que precisam.

Esse tipo de estoque é aquele que fica parado, sem ser utilizado, mas que consome recursos financeiros da empresa, como o espaço que esse estoque ocupa e que poderia estar sendo ocupado por materiais que têm uma saída muito maior, gerando receita para a empresa.

Lidar com estoque ocioso é um desafio para a maioria das empresas, uma vez que o investimento nesses materiais já foi feito, e muitas vezes não se mostrou uma boa aquisição.

O que é o ócio criativo?

Se já vimos anteriormente que ocioso é o indivíduo que não realiza nenhum tipo de atividade, como seria possível que o ócio possa ser criativo?

Para entender esse conceito é necessário se desligar das definições que normalmente são ligadas ao ócio, para aceitar que nem sempre é preciso ficar horas e horas sentado na frente de um computador para produzir mais.

O ócio criativo tem como objetivo fazer com que o equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal se torne muito mais favorável a criatividade do que as horas intermináveis em que você fica se forçando a ser criativo, mesmo que o momento não seja nada favorável para isso.

Segundo o sociólogo Domenico De Masi, forçar o cérebro quando este já está saturado e cansado só pode trazer resultados medíocres.

O inverso é totalmente válido, e comprovadamente as pessoas produzem mais e melhor quando se sentem felizes e estimuladas.

Nesses momentos, a criatividade flui naturalmente e produz resultados muito mais satisfatórios para todos os envolvidos.

Algumas dicas podem ajudar a tornar os momentos de ócio muito mais produtivos, como por exemplo:

  • Ter sempre um bloco para anotações;
  • Fazer pausas dentro da sua jornada de trabalho;
  • Descanse;
  • Conheça o seu ritmo.

Ocioso

A importância do ócio criativo para as crianças

Muitos pais acreditam que precisam manter os seus filhos sempre ocupados com atividades das mais diversas para que sua criatividade seja estimulada a exaustão. O problema é que muitas vezes isso pode não surtir o resultado esperado.

As atividades dirigidas, como aulas de música, ballet, inglês e qualquer outra são importantes, mas em excesso podem fazer com que as crianças acabem desenvolvendo uma verdadeira aversão a essas atividades, caso elas não gostem realmente do que estão fazendo.

Para evitar esse tipo de problema é indicado que as crianças tenham um período ocioso para que possam fazer apenas o que tem vontade e gostam, sem pressões que as façam querer evitar esse tipo de atividades.

Assim como o ócio criativo é importante para estimular a criatividade dos adultos, para as crianças o objetivo de reservar períodos de ociosidade tem a mesma função, e pode ser determinante para que as crianças que desfrutam desses períodos sejam mais criativas do que as demais.

Sinônimos de ocioso

Confira alguns sinônimos de ocioso abaixo:

  • Supérfluo;
  • Inútil;
  • Preguiçoso;
  • Malandro;
  • Disponível;
  • Vago
  • Livre;
  • Parado;
  • Dispensável;
  • Improdutivo;
  • Inativo;
  • Desocupado.

Conclusão

Como você pôde ver, a palavra ocioso é quase que exclusivamente utilizada em tom negativo para indicar pessoas que não produzem nada, não procuram trabalho, não realizam nenhum tipo de tarefa e não possuem qualquer tipo de disposição para realizar algo.

A palavra ocioso também pode ser empregada para sinalizar itens que não estão sendo utilizados em um empresa, como materiais de escritório e aparelhos eletrônicos por exemplo, assim como para sinalizar produtos armazenados em estoque que não possuem grande saída e representam prejuízo tanto pelo valor investido quanto pelo espaço que esses materiais ocupam no estoque de uma empresa.

Por outro lado, o ócio criativo é cada vez mais incentivado não apenas por empresas, mas por escolas e outras instituições que querem estimular a criatividade das pessoas, deixando as livres para que consigam exercitar essa qualidade sem pressões, com resultados muito mais satisfatórios.