Geral

Aura é um campo de energia extrafísica que envolve os seres vivos

Aura é um termo oriundo do latim e quer dizer vento suave, brisa ou sopro, conforme definição do dicionário nacional.

A partir dessa concepção, cada pessoa é formada por energia e conta com um campo magnético que lhe protege e lhe deixa diferente dos outros. Esse campo que está ao redor do campo físico é que recebe o nome de aura.

Para se possa ser conhecida a fundo, foram desenvolvidas algumas camadas e conceitos levando em consideração diversas entidades filosóficas e espirituais. Você gostaria de entender mais sobre essa temática? Confira alguns detalhes a seguir. Vamos lá!

Interações da aura

Sempre que alguém tem a capacidade de notar a aura de um individuo, se pode observar um quadro muito iluminado com uma combinação de tonalidades que mostram como se encontro o espírito daquele individuo. Segundo clarividentes, a aura se prolonga entre 30 cm e 100 cm do corpo ao redor da pessoa como um tipo de ovo com diversas camadas nos mais diferentes sentidos.

Os pensamentos e sensações acabam por interferir no estado da aura, bem como revela qual o estilo de energia que se está chamando para a sua volta. Portanto, a questão de ação e reação se traduz como algo universal. Isso quer dizer que você atrai aquilo que manifesta.

De modo parecido com tudo que há no universo, a aura é puramente de energia. Portanto, vibra e se transforma. Por isso, a aura se mistura com outras fontes de energia de recinto e de outros seres. Essa troca tende a interferir e até influenciar na sua própria energia.

Há pesquisas que indicam que a aura chega até sete camas, também chamada de corpos sutis. Esses elementos se ligam e se afetam de modo contínuo. Devido a essas camadas, dá para notar a consciência se pronunciando em muitos planos. Afinal, elas também possuem um laço muito próximo com os pontos de energia, os chakras do corpo humano.

Conheça as camadas de energia da aura

Conforme citado anteriormente, a aura chega a contar com sete camadas. Por isso, é importante conhecer os detalhes de cada uma dessas vertentes. Confira a seguir:

A camada física

Diversas correntes filosóficas estudam a aura, cada uma possui uma forma diferente de se referir a ela. Por exemplo: a Teosofia chama de duplo etérico; a Rosacruz dá o nome de corpo vital. Já para a Conscienciologia, o nome é holochacra; enquanto que para os estudiosos do lado ocidental do planeta, é somente corpo de energia.

Basicamente, a aura mostra só como o corpo humano se encontra naquele instante e aponta as indicações de energia, até mesmo se já existe alguma enfermidade ameaçando o ser humano. Essa é a camada mais perto do corpo físico e acaba por interferir tanto na integridade física quanto na integridade mental.

Além disso, a forma física da aura pode se apresenta na tonalidade azulada ou em um tom mais prata. Se ocorre alguma doença, é possível notar halos escuros na parte do corpo que está com algum tipo de mal.

Aura

A camada extrafísica

Vale salientar que a vertente extrafísica é muito conhecida pelo termo “alma”. Do mesmo modo que a aura para o corpo, a alma conta com muitos nomes diferentes: corpo astral conforme a Teosofia, corpo de luz segundo o Ocultismo, thanki na visão chinesa, corpo bardo para os tibetanos, entre outros.

A aura apresenta como a consciência de alguém está na questão psíquica e parapsíquica, e revela ainda os seus sentimentos. Está vinculada ao corpo física através de uma corda de prata, mostra as necessidades mais altas, a força de vontade e o desenvolvimento espiritual.

Através da alma, é possível ter acesso a uma passagem com outras dimensões em função dessa corda de prata. Além disso, pessoas evoluídas podem atingir a capacidade de efetuar projeções astrais no momento do descanso noturno. Afinal, o corpo astral pode se apresentar com muitas tonalidades, variando do rosa até uma composição de todos os tons do arco-íris.

A camada mental

A camada mental também é denominada a “aura dos pensamentos”. Como a própria denominação deixa muito claro, essa é a camada que mostra genuinamente a situação interna da mente: os ideais, o raciocínio e até os temores. Essa vertente traduz os pensamentos de indivíduos e suas respectivas cores. A aura dos pensamentos também é conhecida como Mentalssoma, Manomayakosha, entre outros.

Dá para salientar que essa camada se une a consciência. A cor amarelada e alaranjada são condizentes com o corpo mental. Os especialistas alegam que os seres humanos que utilizam muito a capacidade intelectual possuem essa camada de aura com uma pegada mais amarelada.

A camada da emoção

Essa é uma camada facilmente identificada, uma vez que mostra o status emocional do individuo, bem como a sua condição emocional a frente de outras pessoas ou acontecimentos do dia a dia. Por causa disso, essa é a vertente mais instável já vista e varia frequentemente segundo o humor do cidadão em questão.

Só que os fatores mais poderosos das emoções, como o receio e a irritação, permanecem nessa camada e tendem a influenciar a saúde emocional e física de qualquer um caso nada seja realizado para evitar esse problema.

Afinal, cada sentimento acaba gerando tonalidades distintas na camada das emoções da aura. Portanto, ela pode desencadear qualquer tonalidade e mescla de tons. As cores mais puras normalmente apontam sentimentos mais nobres. Em contrapartida, as cores mais sombrias se referem aos sentimentos mais densos e intensos.

As camadas restantes da aura

O estado de espírito de um alguém está ligado a sua capacidade de comunicação e aproximação, seja com os demais a sua volta, a si mesmo, os fatos ou um objetivo de vida. Para os estudiosos da aura humana, a divindade está vinculada a consciência do ser humano e também a uma espécie de plano espiritual.

Nessa dimensão superior, estão as recordações de outras passagens pelo mundo e até experiências fora do corpo humano. Sendo assim, o corpo espiritual está conectado com um plano superior, os mentores e a sabedoria divida propriamente dita.

Essas outras camadas de aura podem ser identificada pela tonalidade dourada, todavia quanto mais o individuo se encontrar longe de sua meta de vida, mais sombria ou isolada surgirá essa parte.

About the author

yasmin