Língua Portuguesa

O que é gentileza? Entenda seu conceito e significado

Gentileza é uma característica pessoal que torna a pessoa capaz de ser amável, educada ou cordial. Uma pessoa gentil distingue-se por agir de maneira elegante e nobre, sendo atenciosa, respeitosa e cuidadosa com os outros.

Infelizmente, nem sempre encontramos gentileza em nosso cotidiano. A ausência de gentileza torna os contatos sociais mais distantes, agressivos e desconfiados. Lugares onde se falta gentileza sobram o egoísmo e falta empatia e solidariedade.

Este gesto é tão importante que em 1966 foi criado o Dia Mundial da Gentileza para se valorizar a importância deste tipo de comportamento. A música escolhida para representar esta data é “gentileza” da cantora Marisa Monte.

Gentileza: o que é e para que serve?

A gentileza é considerada uma qualidade da personalidade da pessoa. É também um adjetivo utilizado para se referir aos comportamentos de alguém que demonstra educação, generosidade e delicadeza.

Ser gentil é agir de maneira amável e cordial no trato com os outros. É uma maneira particular de se comportar valorizando e respeitando as outras pessoas. O comportamento gentil se traduz em atos cotidianos de solidariedade e de educação.

Possuir uma personalidade gentil é uma característica muito valorizada na sociedade. Pessoas gentis são vistas de maneira mais positiva, possuem maior facilidade em estabelecer relacionamentos e possuem círculos sociais mais fortes e estáveis.

A gentileza também é vista como um valor moral que é transmitido desde criança, através dos pais e outros adultos, e que ao longo da vida a pessoa vai moldando à sua personalidade e em razão de suas experiências.

Este tipo de comportamento é fundamental para a manutenção de relações sociais saudáveis. Ser gentil com alguém ou receber uma gentileza de uma pessoa é como um vírus que se espalha e se transmuta em outras ações que irão beneficiar a todos.

As capacidades de se estabelecer empatia, sentir compaixão ou ter solidariedade são diretamente influenciadas pela gentileza que praticamos ou recebemos. Para manter a coesão e continuar evoluindo todas as sociedades necessitam que seus membros busquem cultivar comportamentos que favoreçam a união, a compreensão e o apoio.

Gentileza: conceito e significado

A palavra gentileza é um substantivo feminino que designa a qualidade ou característica de ser gentil, distinto ou amável. A separação silábica ocorre por meio da divisão gen-ti-le-za e no plural se escreve gentilezas.

Existem muitas palavras que são sinônimos de gentileza, entre elas estão amável, afabilidade, agradável, aprazível, atenção, brandura, carinho, civilidade, complacência, cordialidade, cortesia, deferência, delicadeza, distinção, doçura, educação, encanto, favor, fineza, galanteio, graça, lisonja, meiguice, obséquio, polidez, simpatia, suavidade, etc.

Já as principais palavras antônimas são brutalidade, estupidez, grosseria, insensibilidade, selvageria, entre outras.

A gentileza possui o poder de melhorar as relações e até de trazer benefícios para a saúde física e mental das pessoas. Pesquisas comprovam que pessoas que vivem em ambientes em que a gentileza é comum costumam ser mais felizes, otimistas e possuírem menores índices de estresse.

Isto porque, os comportamentos gentis liberam substancias no cérebro que são responsáveis pela sensação de bem-estar. Desta maneira, pessoas que praticam a gentileza e que se relacionam com outras assim são menos propensas à sofrerem problemas emocionais.

A gentileza também facilita a comunicação e a formação de vínculos entre os indivíduos. Nós temos a tendência natural de queremos estar próximos e de ajudarmos aqueles que são simpáticos conosco ou que nos auxiliam.

A expressão da gentileza também é vista como um traço de personalidade muito valorizado na sociedade. Pessoas gentis são consideradas mais confiáveis, possuidoras de valores morais e vistas como responsáveis e éticas.

A empatia é outra característica muito relacionada à gentileza. Conseguir se colocar no lugar do outro para compreender suas opiniões, suas necessidades e comportamentos é uma atitude importante para o convívio social e vista como um ato nobre.

Ser educado, amável e delicado são outros comportamentos associados à gentileza. Alguém gentil é facilmente descrito como uma pessoa que respeita a todos, age de forma simpática e generosa.

Respeito ao próximo é uma das principais características de uma pessoa gentil. Quem prima pela gentileza se preocupa em observar os direitos e necessidades alheias, agindo não somente de acordo com o bom senso mas também de maneira humanitária.

Exemplos de gentileza no dia-a-dia

Existem inúmeras maneiras de se demonstrar e praticar a gentileza em nosso cotidiano. Além de favorecer os relacionamentos a gentileza também é benéfica para quem a pratica. Pessoas gentis costumam afirmar se sentirem mais alegres e otimistas.

Além das ações práticas como auxiliar pessoas com dificuldades, ser educado ou respeitar o próximo, a gentileza também pode ser exercida em outras atitudes como a gratidão. Agradecer aqueles que nos prestam algum tipo de favor, que nos apoiam ou orientam também é ser gentil.

Atitudes simples como cumprimentar as pessoas, com um bom dia, boa tarde, boa noite, olá ou até logo é uma maneira pequena, mas poderosa de demonstrar gentileza e de se estreitar vínculos sociais.

Outras ações que demonstram o caráter gentil de uma pessoa estão em atitudes como ceder o assento para pessoas que necessitam mais, solicitar licença para passar na frente de outras pessoas, ou ainda, tratar a todos com respeito e educação.

O elogio e agradecer é outra forma gentil de se relacionar com os outros. Pessoas que sabem reconhecer as qualidades ou conquistas dos outros e não se abstém de valorizar isto por meio de elogios são pessoas vistas como educadas, maduras e justas.

Ser altruísta, solidário e ter a preocupação de ajudar ao próximo são outras características relacionadas à gentileza. Alguém que procura auxiliar quem necessita demonstra possuir valores nobres e essenciais para o convívio social.

A gentileza deve ser compartilhada e ensinada para que as próximas gerações possam ser ainda mais preocupadas com o bem comum. Porém, a pratica da gentileza somente será eficiente e duradoura se for desinteressada e de maneira natural.

Quando feita como forma de se autopromover, a tentativa de ser gentil facilmente é percebida como atitude manipuladora, ato de arrogância ou até fruto de um sentimento de superioridade. A humildade está fortemente relacionada à gentileza, pessoas gentis não precisam ficar divulgando suas ações, elas apenas fazem o que precisa ser feito.