Educação Filosofia Geral História

Iluminismo: O que significa? Como surgiu? Entenda!

Iluminismo resumo

Iluminismo foi o nome dado a um movimento ou ideologia intelectual que defendia o uso da luz (razão) em detrimento às trevas (antigo regime), a fim de ter uma maior liberdade ou autonomia politica e econômica.

Essa famosa corrente que, por sua grande contribuição histórica, ainda hoje é objeto de estudo acadêmico, surgiu no século XVIII na Europa e incentivou diversas mudanças significativas nas áreas sociais, econômica e politica baseadas em seu famoso ideal: liberdade, igualdade e fraternidade.

Iluminismo características:

O iluminismo pode ser caracterizado pelos seguintes aspectos:

  • Exigência de liberdade econômica
  • Críticas ao poder que a igreja exercia sobre a sociedade
  • Críticas ao absolutismo monárquico.
  • Exigência do avanço da ciência e da razão
  • Defesa da predominância dos ideais da burguesia

Essa ideologia que foi muito difundia, principalmente por conta do apoio da burguesia (que tinha interesse em comum com acorrente), conseguiram causar pânico até mesmo em reinos absolutistas, que por medo de perder o poder ou até mesmo a vida, se “prostravam’ em detrimento a alguns ideais do movimento e tentavam prosseguir com a governança conciliada com o querer da burguesia.

Iluminismo pensadores

Junto aos ideais iluministas, muitos pensadores começaram a surgir e a se destacarem no decorrer desse período. Conheça alguns deles:

Voltaire = um dos pensadores que ousou a ir contra a igreja católica, criticando sua intolerância e criticando também o autoritarismo dos detentores do poder.

Rousseau = jean-Jacques Rousseau, defensor da minoria burguesa, defendia que o governante deveria comandar o governo de acordo com a vontade do povo. Pois, para ele, somente assim poderia haver igualdade e justiça.

John Locke = famoso por condenar o absolutismo e ser pró-defesa dos cidadãos, John Locke foi e ainda é considerado o pai do iluminismo.

Sua principal obra é “Ensaio sobre o entendimento humano

Adam Smith = Um dos principais pensadores do liberalismo. Para ele, a economia precisa ser livre de interferência do Estado e ser conduzida pelo jogo de oferta e procura.

Montesquieu = apesar de ser muito conhecido dentro desse campo ideológico, Montesquieu não era a favor de colocar o governo na mão da burguesia, ele era mais a favor de uma monarquia moderada.

Sua principal obra foi a “O espírito das leis”, onde o pensador defende a tripartição dos poderes: executivo, legislativo e judiciário.

Artigos relacionados:

About the author

Jessica