Geral Língua Portuguesa

O que é qualidade de vida? O que fazer para melhorar?

Ultimamente muito se tem falado sobre qualidade de vida. Mas qual é a sua definição? O que leva uma pessoa a ter uma qualidade de vida melhor do que a outra? Neste post esclareceremos algumas dúvidas e daremos dicas de como melhor a qualidade de vida.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define como qualidade de vida “a percepção do indivíduo em sua inserção na vida, no contexto da cultura e de sistemas de valores nos quais ele vive e em relação a seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações”.

Em outras palavras, a qualidade vida é um conjunto de fatores que envolvem o bem-estar físico, espiritual, psicológico, emocional, relacionamentos no âmbito profissional, familiar e no círculo de amizade, além de circunstâncias normais na vida como habitação, saneamento básico e alimentação adequada.

É bem verdade que a qualidade de vida adequada para alguns povos e culturas difere entre si. Mas independente disso, o ser humano deve viver de forma digna, ter as mínimas condições de higiene, moradia, educação, alimentação, saúde física e mental, horas de lazer e de sono adequadas.

Qualidade de vida no dia-a-dia

A qualidade de vida está diretamente relacionada com o bem-estar de cada um e isso compreende a satisfação com a carreira/emprego, o nível socioeconômico, o estado de saúde, o relacionamento familiar e conjugal e o estado emocional, como por exemplo.

Qualidade de vida no trabalho

O trabalho é o local que passamos a maior parte do nosso dia e, não por acaso, as empresas passaram a ver como fundamental a qualidade de vida dentro da organização. O relacionamento interpessoal, assim como as condições do local e o ambiente deve ser tão favorável ao trabalhador, quanto para a saúde econômica da empresa.

As medidas adotadas pelas empresas para melhorar a qualidade vida no trabalho inclui uma maior atenção com a saúde física e mental e providenciar que os locais sejam confortáveis, por exemplo, medidas essas que faz com que o trabalhador se sinta motivado, e consequentemente, aumente a sua produção.

Saúde e qualidade de vida

A saúde e a qualidade de vida estão intimamente ligadas. Uma saúde física perfeita é fundamental para ter qualidade de vida. A falta de saúde seja ela momentânea ou consequência natural da vida, como uma doença debilitante, porém não grave e a perda de memória nos idosos, por exemplo, são fatores que interferem na qualidade de vida.

Não menos importante que a saúde física é a saúde mental. E o estresse é um dos maiores vilões para o equilíbrio emocional. Situações constantes que levam ao estresse podem desencadear doenças como depressão, ansiedade, fobias e outros desequilíbrios mais graves.

Qualidade de vida e o meio ambiente

A nossa qualidade de vida está diretamente associada ao meio ambiente em que vivemos, pois fazemos para dele. Meio ambiente é tudo o que nos rodeia: árvores, jardins, praças públicas, rios, os sons da natureza, enfim.

É simples a relação entre a qualidade de vida e o meio ambiente: imagine viver em um local cheio de lixo, sujo e em meio a muita poluição. Pare e se pergunte: “Como seria a minha qualidade de vida em um ambiente como esse?”

Daí a necessidade de preservarmos o meio ambiente!

Qualidade de vida e dinheiro

O padrão de vida é a qualidade e a quantidade de bens e serviços de que dispomos. E isso é alcançado através das financeiras, ou seja, do dinheiro. Para muitos, uma boa qualidade de vida é possuir bens, ter um padrão confortável de vida e, dinheiro para alcançar os seus objetivos.

Como melhorar a qualidade de vida?

Podemos adotar algumas medidas para melhorar a nossa qualidade de vida, mas, obviamente, depende de como cada um entende por ter uma “vida melhor”. Acompanhe essas dicas!

1. Alimentação

A alimentação, principalmente na correria do dia-a-dia, é a mais prejudicada quando se trata em ter uma boa qualidade de vida. Alguns passos para melhorá-la são:

  • Faça cinco refeições por dia: café da manhã, lanche, almoço, lanche e jantar;
  • Dê preferencias aos alimentos frescos como frutas, verduras e legumes;
  • Introduza alimentos integrais (ricos em fibras), ricos em ômega-3, como o azeite, por exemplo;
  • Evite alimentos industrializados e embutidos;
  • Beba no mínimo 2 litros de água;
  • Evite os refrigerantes e aposte nos sucos de frutas naturais;
  • Faça sempre as refeições em um ambiente calmo e procure estabelecer horários para isso.

2. Adquira hábitos saudáveis

  • Não fume;
  • Evite café e bebidas alcoólicas em excesso;
  • Procure dormir 8 h todas as noites;
  • Tente resolver os problemas de forma racional sem entrar em desespero;
  • Por mais que os empecilhos pareçam intransponíveis, cultive o bom humor.

3. Atividade física

A atividade física é uma grande aliada para aliviar o estresse e até mesmo evitar e combater várias doenças como controlar o nível de colesterol e diabetes, da pressão arterial, auxiliar no emagrecimento, melhorar a qualidade do sono, aumentar a densidade óssea, prevenindo a osteoporose, melhorar a mobilidade das articulações, entre outras.

  • Procure fazer atividade física no mínimo três dias por semana, em local aberto, como caminhada, andar de bicicleta, praticar algum esporte, dançar, entre tantas outras;
  • Fuja do elevador e use as escadas;
  • Para distâncias curtas, deixe o carro na garagem e vá caminhando.

4. Lazer

O lazer é fundamental para melhorar a qualidade de vida. Já pensou em só trabalhar e não se distrair nem um pouco? Sinal de doenças a vista!

  • Saia com os amigos e a família;
  • Promova reuniões em casa para “jogar conversa fora”;
  • Vá ao teatro e ao cinema;
  • Ouça música.

5. Atenção redobrada com o trabalho

Como já dissemos passamos a maior parte de nosso dia no trabalho, assim é importante que sejam cautelosos com relação a ele:

  • Tire férias anualmente;
  • Jamais leve serviço para casa;
  • Mantenha sempre o local de trabalho limpo, bem iluminado e ventilado e, se possível, sem ruídos excessivos;
  • Durante a jornada dê pequenas pausas e faça exercícios de relaxamento para aliviar a tensão dos músculos;
  • Em algumas circunstâncias, pare e respire lenta e pausadamente.

Comentar