Língua Portuguesa

O que é underline? Como é usado?

O underline, que também é chamado de subtraço ou underscore é um símbolo utilizado como um sinal para separar palavras, sobretudo, em comunicações via informática, nas quais os espaços não são interpretados como informações válidas.

Esse caractere é parte integrante do ASCII (sigla inglesa de Código Padrão Americano para Intercâmbio de Informações ou American Standard Conde for Informations). Nessa tabela, o underline encontra-se na posição 95 em meio a 255 caracteres especiais.

De onde vem o underline?

O underline surgiu originalmente nas máquinas de datilografia, como uma alternativa para sublinhar palavras. Dessa forma após escrever determinadas frases, por exemplo, os datilógrafos voltavam ao início e pressionavam o botão “_”, a fim de sublinhar aquilo que desejavam.

Veja também – O que é uma procuração?

Atualmente, porém o underline é utilizado, principalmente, em URLs e endereços de e-mail, uma vez que esses sistemas não são capazes de interpretar os espaços em branco como um separador de informações.

O acionamento do underline, na maioria dos sistemas operacionais e teclados depende apenas de o usuário pressionar simultaneamente o botão do hífen e a tecla shift.

Qual é a diferença entre underscore e underline?

Tanto “underscore” quanto “underline” são termos oriundos da língua inglesa, possuindo diferentes significados. A palavra underscore é uma referência ao chamado traço-baixo, utilizado principalmente nos endereços de e-mail, enquanto que underline pode ser traduzido literalmente por “sublinhar”.

Em nosso país, porém, é bastante comum utilizarmos o underscore e o underline como sinônimos que se referem a um mesmo sinal gráfico. Todavia, nas comunicações realizados mediante o idioma inglês, há grande diferença entre ambas as palavras.

Conforme mencionado, o underline, na tradução para o nosso idioma natal, significa “sublinhar, de modo que o termo apenas deve ser utilizado para referenciar a ação de sublinhar (ou seja, um traço horizontal imediatamente abaixo de uma letra, frase ou palavra, por exemplo).

O underscore, por sua vez, é um caractere empregado, na maioria das vezes, exclusivamente nas comunicações realizadas mediante a intervenção de computadores.

underline

Em que consiste o código ASCII?

Trata-se de um código elaborado por Robert Bemer para ser usado como uma forma de unificar as representações dos caracteres alfanuméricos nos computadores.

Nos períodos anteriores à década de 1960, os computadores usavam diferentes regras para representar esses caracteres: o código ASCII surge, então, para se tornar algo comum e presente em todas as máquinas.

A principal função do ASCII consiste, portanto, em padronizar o modo pelo qual os computadores representam diversos sinais, acentos, números, letras e certos códigos de controle.

Existem, no ASCII, somente 95 caracteres que, além de poderem ser impressos, são numerados a partir do número 32 até o número 126. Os caracteres que vão do 0 ao 31 são reservados para atender às funções de controle, isto é, as funções próprias aos computadores.

Não obstante, alguns caracteres caíram em desuso com o passar do tempo, uma vez que representavam funções específicas de computadores antigos, tais como impressoras de cilindro, fitas de papéis perfurados e máquinas de escrever eletromecânicas (chamadas de “Teletype”).

Entre as funções de controle, destacaram-se a Escape (representada até os dias atuais pela tecla ESC), a Cancel e a LINE FEED (que fazia a impressora avançar o seu papel).

Devo usar underline em URLs?

Mecanismos de busca interpretam underlines e traços de modo diferente. O Google, por exemplo, recomenda que isso seja usado em todas as estruturas de URLs, utilizando preferencialmente os hifens em detrimento dos underscores, à medida que a identificação do conteúdo das páginas fica mais fácil.

Para o Google, portanto, os hifens são empregados para separar palavras, ao passo que o underline não é capaz de especificar nenhuma função. Em outras palavras, os robôs dos mecanismos de busca interpretam diversamente ao rastrear sites para indexação.

Essas ferramentas não são programadas para imitar a interpretação humana dos underlines. Lembre-se que tal diferença na interpretação não está limitada somente às URLs, incluindo o atributo alt presentes nas imagens.

Caso o seu URL seja dicas_para_passar_no_vestibular (com underlines), os mecanismos de buscas interpretarão como dicasparapassarnovestibular. Obviamente, os usuários interessados nesse tema digitarão com espaço entre as palavras.

Sem embargo, quando você usar hifens para efetivar a separação entre as palavras do seu URL (dicas-para-passar-no-vestibular), os buscadores podem entender e compor diversas combinações das palavras-chave:

  • vestibular;
  • passar;
  • dicas;
  • passar no vestibular;
  • dicas para passar;
  • dicas para passar no vestibular etc.

Sendo assim, as chances de que o seu site seja mostrado nos resultados de pesquisas são pequenas quando os underlines são utilizados. Acontece o exato oposto quando os hifens são usados.

Se essa diferença é, de alguma forma, importante para você otimizar o seu endereço para figurar bem entre os resultados de busca, tenha em mente que os usuários podem confundir espaços com underlines, pois a sublinhação pode esconder o underline em um link.

underline

A utilização do underline na criação de senhas seguras

Elaborar senhas seguras a fim de proteger as suas informações na web tende a exigir mais do que mera criatividade. É necessário seguir certos cuidados elementares para criar senhas realmente fortes e, também, alterá-las regularmente.

Nesse sentido, a utilização do underline serve como recurso estratégico para ajudar você nessa tarefa. Afinal, não é algo agradável memorizar inúmeras senhas para entrar nos múltiplos serviços eletrônicos que usamos diariamente, não é mesmo?

Há infinitas variações possíveis para as senhas de acesso aos e-mails, contas bancárias, redes sociais, dashboards, planilhas, painéis de controle, etc. Todos com uma infinidade de símbolos, letras e números que devemos memorizar.

Convém ficar atento, pois, de nada servirá uma senha que pode ser facilmente descoberta ou que seja difícil de lembrar. Portanto, não basta criar senhas seguras: você deverá, ainda, definir o que fazer para memorizá-las.

Ao usar o underline em diferentes pontos de sua senha, você terá maiores chances de evitar o esquecimento, uma vez que ao nos cadastrarmos em determinados serviços, nos vemos diante de necessidade de usar quantidades pré-fixadas de caracteres.

Além disso, a inserção de letras minúsculas e maiúsculas, símbolos e números são constantemente exigidos, já que proporcionam maior segurança aos usuários. O mais recomendado é utilizar pequenas variações de um mesmo padrão, marcando as diferenças mediante a posição do underline em cada uma delas.

About the author

yasmin