Tecnologia

CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico)

CNPq

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, conhecido pela abreviação de CNPq, é uma das principais agências de fomento de pesquisa no Brasil. Ele é fundamental para que haja progresso científico no país. Colabora com bolsas de estudo para pesquisadores e também com verbas para as universidades, institutos e empresas.

Como funciona o CNPq?

O CNPq foi fundado em 1951 com o único objetivo de melhorar o desenvolvimento científico no Brasil. O Conselho está atualmente vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

O Ministério recebe uma verba do governo federal e com ela distribui bolsas de estudos para pesquisadores no país e para institutos de pesquisa.

Entre as muitas pesquisas que o CNPq financiam estão aquelas sobre o meio ambiente, sobre tecnologias, desenvolvimento de vacinas, impacto dos programas de distribuição de renda… Ou seja, temas pertinentes para o melhor desenvolvimento do país.

O CNPq também faz parceria com outras instituições para o desenvolvimento de pesquisas. Como com a Anvisa, agência de vigilância sanitária, e com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Essas colaborações, por exemplo, permitem novas descobertas visando principalmente a saúde da população.

Todos os anos o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico também dá prêmios para os melhores pesquisadores de diversas áreas. Premia inclusive fotos, incentivando assim, o desenvolvimento das artes. Qualquer pesquisador pode concorrer. Existem condecorações para pesquisas feitas no ensino médio, na graduação, no mestrado e no doutorado.

Em alguns casos o vencedor ganha um laptop ou altos valores em reais a depender da colocação.

Se você teve uma bolsa do CNPq, não deixe de se inscrever e concorrer aos prêmios que são fundamentais para uma vida acadêmica de sucesso.

CNPq

A Plataforma Lattes e o CNPq

Um dos principais instrumentos do CNPq é a chamada Plataforma Lattes. Nela você pode pesquisar sobre os vários pesquisadores que existem no Brasil.

Nela não estão somente aqueles que receberam algum tipo de financiamento. Mas qualquer um que faça pesquisa. A Plataforma é um meio do governo brasileiro conseguir mapear quantas pesquisas são feitas no Brasil e sobre quais temas.

Ao acessar a Plataforma, você terá acesso ao chamado currículo Lattes de um pesquisador. Ali constam todas as pesquisas que ele já realizou, quais artigos publicou, se é professor universitário e etc.

Ali estão cadastrados desde estudantes de graduação, que possuem bolsas de pesquisa de Iniciação Científica, a professores com doutorado. Todos devem estar na plataforma e atualizar seus dados sempre.

Por meio da Plataforma o CNPq também consegue avaliar a produção científica de um instituto e universidade, podendo aumentar ou diminuir o seu financiamento. Assim, a Plataforma Lattes passou a ser um importante meio de fiscalização do governo e de incentivo à pesquisa.

Caso você queira ter uma bolsa do CNPq, não se esqueça, a primeira coisa é cadastrar-se na Plataforma Lattes. E caso continue a pesquisar, esse currículo o acompanhará pelo resto de sua vida acadêmica.

Qual o valor das bolsas do CNPq? Como consigo uma?

Os valores das bolsas variam de acordo com o nível acadêmico de cada pessoa. Para um estudante de ensino médio, o valor pode ser de R$ 100,00. E para um pesquisador mais qualificado e que tenha comprovação da pertinência de suas elaborações, pode chegar a R$ 7.000,00. Ainda existem bolsas para o exterior e que variam de acordo com a moeda do país para qual o pesquisador irá.

Caso você ainda esteja no colégio e tenha interesse em uma bolsa, consulte a coordenação de sua escola. Lá você poderá saber se há algum projeto em desenvolvimento e se a instituição possui alguma parceria com pesquisadores do CNPq. Vale lembrar que somente estudantes da rede pública podem participar.

Caso você esteja na graduação, verifique se há bolsas de Iniciação Científica em sua universidade e veja como pode concorrer a uma. As universidades são as responsáveis por formar uma comissão científica e que deve selecionar os melhores projetos.

O mesmo acontece para a pós-graduação, seja no nível mestrado ou doutorado. Os programas de pós-graduação possuem um número de bolsas de acordo com a excelência da universidade. E cabe a esta formar uma comissão que definirá quais são as pesquisas mais pertinentes e que devem ser financiadas.

Para conseguir uma dessas bolsas, você deve estar cadastrado na Plataforma Lattes. Procure os órgãos responsáveis de sua instituição para verificar como deve proceder para conseguir a bolsa, caso haja disponibilidade. E, não se esqueça, é preciso ter um tema de pesquisa bem elabora e claro.

Esses são os primeiros passos para um pesquisador conseguir algum financiamento.

CNPq

Quais as modalidades de bolsa?

Caso você apenas deseje ter um financiamento para sua pesquisa, basta ver qual a melhor modalidade de bolsa que seu projeto se encaixa.

  • Iniciação Científica Júnior. Para estudantes do ensino médio;
  • Iniciação Científica. Para estudantes de graduação;
  • Graduação sanduíche. Para estudantes de graduação que vão a algum país para melhorar as pesquisas que desenvolvem;
  • Para estudantes de pós-graduação stricto sensu no nível mestrado;
  • Mestrado Profissional no Exterior. Para quem já tem graduação e deseja realizar um. Mestrado fora do país e que tenha ênfase no empreendedorismo;
  • Para estudantes de pós-graduação stricto sensu nível doutorado;
  • Doutorado Sanduíche. Para estudantes de pós-graduação stricto sensu nível doutorado que precisam ir a um outro país por algum tempo para complementar a pesquisa.
  • Pós-doutorado. Para aqueles que já fizeram doutorado e pretendem continuar a pesquisar;

Ainda existem outras modalidades de bolsas de pesquisa. Normalmente voltadas para aqueles que já possuem doutorado e pretendem continuar com algum vínculo com uma universidade para dar continuidade ao que pesquisam.

O CNPq também fornece bolsas para empresas que pretendem realizar algum tipo de pesquisa que beneficie o país.

O CNPq é um importante órgão para o desenvolvimento do país. Sem o investimento em tecnologia estamos fadados a ficar para trás. E, com as novas pesquisas é possível encontrar algumas soluções para o aquecimento global, efeito estufa, como erradicar doenças, como acabar com a pobreza.

Se você quer pesquisar, não deixe de procurar o CNPq. Torne-se um cientista e ajude o planeta terra e a todos a desenvolver o futuro.