Uncategorized

Significado de coesão: Entenda seu conceito aqui

Coesão

Existem certas palavras na língua portuguesa que nós simplesmente aprendemos a usar dentro de um determinado contexto, mas que, em muitos casos, não sabemos explicar exatamente o seu significado. Um ótimo exemplo disso é a palavra coesão. Você sabe o que ela realmente significa e qual é seu conceito? Se não, não tem problema. Hoje nós vamos explicar para você não só qual é o seu significado, mas também dar exemplos e mostrar como ela pode ser utilizada da melhor forma em nossa língua.

O que significa coesão?

Antes de mais nada, é necessário dizermos que a palavra coesão pode ser usada em diversas situações diferentes, tendo seu sentido alterado em cada um desses contextos. Pensando nisso, decidimos explicar detalhadamente cada um desses sentido e mostrar qual é o mais utilizado por nós no dia a dia e por quê. A palavra coesão pode ser utilizada:

  • No sentido de física
  • No sentido sociológico
  • No sentido figurado
  • Coesão textual

No sentido da física

Quando falamos em física ou até mesmo em biologia, em alguns casos, utilizamos a coesão para definir forças moleculares de atração que fazem com que as moléculas de um determinado líquido, como a água fiquem unidas. Esse é um sentido bastante específico para se usar essa palavra e, portanto, não há muito como errar quando ele precisa ser empregado.

No sentido sociológico

Coesão social é um termo criado pelo francês Émile Durkheim que fala, em termos brandos, sobre uma sociedade que partilha dos mesmos valores em diversas esferas, fazendo com que o convívio seja tranquilo. Para que essa coesão social exista, segundo o sociólogo, a sociedade não precisa estar baseada em crenças e valores religiosos, mas assegurar os mesmos direitos para todos. Como exemplo de coesão social, podemos citar a política de cooperação da União Europeia. Este também é um termo específico e tratado apenas em conversas que tem a sociologia como plano de fundo.

Coesão

No sentido figurado

No sentido figurado, coesão tem a ver com a ligação entre uma coisa e outra, como um pensamento, por exemplo. Se alguém aparece com duas ideias diferentes sobre o mesmo assunto que não se conversam entre si, você pode dizer que falta coesão de pensamento para essa pessoa. Coesão, então, tem a ver com a ligação harmônica entre ideia, palavras ou até atitudes de uma pessoa, no sentido figurado.

Coesão textual

Essa é uma das formas que mais utilizamos a palavra coesão. Ela tem a ver, é claro, com a conexão de ideias que formam um texto. Um texto com coeso significa um texto que consegue guiar o leito da ideia inicial até o seu fim sem que ele se perca na mensagem que você quer passar. Como a coesão textual é a forma mais utilizada da palavra e, consequentemente, a mais importante, vamos dar alguns exemplos e mostrar os tipos de coesão textual para que você entenda melhor como emprega-la no dia a dia.

Tipos de coesão textual

Uma coesão textual pode aparecer de diversas formas diferentes e é importante saber como usar cada uma delas. Por essa razão, decidimos explicar com detalhes quais são os tipos de coesão textual e dar alguns exemplos para esclarecer isso melhor. Os tipos são:

  • Coesão referencial
  • Coesão por substituição
  • Coesão por elipse
  • Coesão lexical

Coesão referencial

A coesão referencial é um tipo de mecanismo criado para evitar repetições dentro de uma mesma frase. Para que isso seja feito, você utiliza outra palavra como referência para alguma que já foi utilizada anteriormente, por exemplo:

Ontem fui visitar os meus pais e eles me serviram um almoço.

A palavra “eles”, no caso, evita que nós falamos “meus pais”, mais uma vez, dando coesão à frase.

Coesão por substituição

É bastante parecida com a coesão referencial. Nesse caso, você substitui a palavra que seria repetida por alguma outra, fazendo com que o texto seja mais coeso, como:

Meus pais demoraram para pegar um taxi ontem à noite. Porém, ele demorou só 15 minutos até eles chegarem em casa.

Na segunda frase, substituímos “ele” por “taxi” e “eles” por “meus pais”. Dessa forma, falamos dos dois sujeitos nas duas frases, mas evitando a repetição dos nomes.

Coesão

Coesão por elipse

A coesão por elipse é feita com a omissão de certas palavras para que elas não sejam redundantes e sem alterar o seu significado. Por exemplo:

Ontem eu comi dois pratos diferentes e também a sobremesa.

Quando falamos “e também a sobremesa”, estamos omitindo “e eu também comi a sobremesa”. O sentido é o mesmo, mas as palavras são omitidas para evitar redundância.

Coesão lexical

Utilizamos quando nos referimos de outra forma a alguém sobre quem já falamos anteriormente, como:

Meu pai nasceu em 1965. Muito trabalhador, ele comprou sua primeira casa aos 25 anos.

O termo “muito trabalhador” tem a ver com o “meu pai” falado na primeira frase.

Qual a diferença entre coesão e coerência?

Coesão e coerência são duas palavras que sempre ouvimos falar e que constantemente aparecem juntas. E isso faz com que muitas pessoas confundam essas duas palavras ou achem que as duas significam a mesma coisa. Porém, é importante esclarecer qual é a diferença entre coesão e coerência e por que é importante saber disso.

Enquanto coesão tem a ver com a conexão de ideias dentro de um texto, por exemplo, a coerência tem mais a ver com lógica. Quando falamos que um texto é coerente, falamos que as ideias que são apresentadas em seu início, têm a ver com as que são mostradas no final também. A falta de conexão entre ideias, portanto, é o que torna um texto incoerente.

Exemplo de frase incoerente:

Meus pais vêm me visitar hoje, mas só chegam amanhã.

Percebeu como o fim da frase contradiz a ideia que seu início traz? É exatamente sobre isso que a coerência trata. Em resumo, podemos dizer que um texto pode ser coeso e incoerente, ou pode ser coerente e não ter coesão. Os dois termos se completam, mas não dependem de si necessariamente para ter um significado.

Considerações finais

Entender o significado de determinadas palavras não é apenas importante para sabermos emprega-las e termos um vocabulário maior. Temos que levar em consideração também, a maior compreensão que temos da nossa língua a cada palavra nova aprendida e, o desenvolvimento da compreensão de texto que também evolui. Viu como uma simples palavra como coesão pode ser tão importante? Então não deixe de estudar a língua portuguesa e nem de aprender novas palavras e termos sempre. É assim que melhoramos cada vez mais.