Língua Portuguesa

Prosopopeia: significado, conceito e definição

Apesar do acesso à informação ter crescido nos últimos anos, alguns termos da língua portuguesa seguem sem grande popularidade entre os brasileiros. Não por acaso, ainda geram muitas dúvidas naqueles que os ouvem eventualmente. Esse é o caso, por exemplo, da prosopopeia, que é um recurso do idioma utilizado normalmente em peças da nossa literatura.

Mesmo pouco comum nos diálogos tradicionais, no entanto, o fato é que ela é de suma importância no português, servindo para enriquecer o vocabulário literário e consequentemente o conteúdo composto a partir do mesmo.

De antemão podemos dizer que de modo simplista, a proposta da prosopopeia é proporcionar mudança na compreensão de algo. Um exemplo prático seria oferecer a determinados objetos abstratos e/ou elementos desprovidos de vida, algumas características, qualidades e até mesmo ações que são próprias de seres viventes e até humanos.

Graças a essa sua característica, ela é considerada uma figura literária ou retórica, como também é chamada. Essa natureza de elemento geralmente é utilizada justamente para determinar maneiras não comuns do uso do vocabulário.

Em outras palavras, o uso indica um significado original, embora também possam acrescentar certas peculiaridades fonéticos e/ou gramaticais, podendo se estender até a semântica, criando o que é chamado de volta hiperexpressiva.

É por conta dessas particularidades, portanto, que são amplamente utilizadas no universo literário, funcionando como uma espécie de peça distintiva. Vale notar de antemão, contudo, que nem por isso ela deixa de ser útil na norma culta e falada, todavia, essa aplicação é menos recorrente, principalmente no Brasil. A seguir você confere todos os detalhes complementares sobre o assunto.

Prosopopeia – definição

Uma das dúvidas mais comuns em relação a esse termo do nosso idioma diz respeito às suas definições “técnicas”, por assim dizer. A verdade, porém, é que não existe grande mistério quanto a isso, trata-se simplesmente de uma palavra pertencente à classe dos substantivos femininos.

Além disso, ela também é composta por onze letras, possuindo entre elas nada menos que quatro vogais, que são o, e, i, e a. Curiosamente, uma delas (a letra o) se repete três vezes, o que atribui uma fonética bastante diferente à palavra. Em relação ás consoantes que a complementam, elas são apenas três: p, r, e s. Assim como a letra o, a letra p se repete três vezes, contribuindo com a singularidade de sua fonética.

Para compreender melhor a peculiaridade da palavra, é válido notar que escrita de traz para frente ela fica ainda mais curiosa, aparecendo dessa maneira: aiepoposorp.

Significado prosopopeia

Agora, voltando a falar sobre o significado, o termo prosopopeia está diretamente ligado a uma espécie de metáfora ontológica. Com sua peculiar característica de figura de linguagem, portanto, pode dar a um ser e/ou objeto inanimado uma série de propriedades de seres vivos, incluindo aquelas de origem animal e até vegetal, dependendo naturalmente do contexto em que é aplicado.

Graças a essa particularidade, portanto, com ela é possível usar a imaginação para visualizar mentalmente uma série de objetos abstratos ganhando vida, falando e agindo como um ser humano, por exemplo.

Considerando sua característica então, estamos falando de um termo que é mais comum e aceitável em obras com figuras fictícias, por razões óbvias, naturalmente. É preciso notar, contudo, que em alguns casos a prosopopeia também pode funcionar como a própria personificação de coisas abstratas. Um exemplo clássico disso é o caso da morte.

Não obstante, também há casos em que ela pode se manter oculta até a descriptografia de seu significado alegórico. Em um poema de Juan Ramon Jimenez, por exemplo, ela foi utilizada como esse tipo de recurso. O trecho em questão dizia: “Vino, em primeiro lugar, pura”. Ao fim da leitura do poema o leitor é então revelado ao fato de que a suposta pessoa sobre quem os versos tratavam, na verdade era uma poesia.

Com base em tudo o que foi dito, portanto, podemos listar uma série de exemplos onde reside a prosopopeia. Eis abaixo alguns deles:

  • “Após um longo inverno, o sol enfim sorriu”;
  • “O casal se debruçou sobre o luar e observou as estrelas sorrindo para a pureza de seu amor”;
  • “A cidade de repente sorriu para todos, mas um sorriso amarelo, de quem não quer nada com ninguém”;
  • “Com seu soluço asmático, o trem tece sua inclinação”;
  • “Queria estar com seu amado, mas a distância a empurrava para longe”; e
  • “Um amor como aquele era raro de se ver, o coração chorava no peito ansioso pelo reencontro”.

Além dos exemplos citados, podemos destacar outras frases que são mais usuais no dia a dia, mas que ainda assim possuem características inerentes à aplicação da prosopopeia. São eles:

  • A voz da lua cheia se fez ouvida.
  • A barriga gritava alimentos.
  • A conversa foi sentida.
  • O relógio grita o passar do tempo.
  • A fé ruge e o coração dilata-se.
  • As altas temperaturas anunciam a chegada do verão.
  • O grito do vento traz consigo o medo.
  • A pena é o que é dito sobre o que se pensa.
  • O livro sussurra um mistério inconfundível.
  • A angústia suplica pela ajuda, mas a soberba grita não.
  • Do alto o avião sorri a todos.
  • A árvore que dá frutos é próspera.
  • O sorriso do mar, se estende por todo o mundo.
  • Clamou a guerra para dar escudo á pátria.
  • As chamas assumiram o poder.
  • A lua envergonhada, se escondeu do sol.

É importante dizer que além da literatura, a música brasileira eventualmente pode se valer desse tipo de recurso para criar um contexto poético e não literal á determinadas obras. Uma grande prova disso, por exemplo, pode ser o grupo musical “O Teatro Mágico”, que se utiliza deste e de uma série de outros recursos da língua portuguesa para transmitir sua arte.

Por fim, além desses exemplos, pode-se destacar ainda a frase “o cachorro é careca”. Nesse caso a atribuição é especificamente uma característica humana a algo similar que ocorre em um animal.

Sinônimos de prosopopeia

Em relação aos sinônimos, podemos destacar que prosopopeia é o mesmo que personificação e pessoalidade. De modo geral, contudo, a palavra pode assumir outros posicionamentos, conforme ilustrado ao longo do texto.