Geral

Ideologia de gênero: entenda definitivamente o que é e pare de cometer gafes

As questões de ideologia de gênero ainda deixam muitas pessoas confusas e fazem inclusive com que elas se atrapalhem na hora de conversar sobre esse tipo de assunto. Para quem tem interesse em entender essas questões é fundamental saber as diferenças entre ideologia e sexualidade humana. Nesse texto de hoje, você vai entender o que é cada uma delas.

As questões biológicas e psicológicas que envolvem a sexualidade e a personalidade humana, ainda possuem muitos questionamentos.

Aquela ideia antiga de que a separação do ser humano é feita pela presença ou ausência de um cromossomo Y é muito simples e limitada. Para entender melhor, os cromossomos podem dizer uma coisa, enquanto a presença de ovários.

Entenda o que é a ideologia de gênero

Entender as expressões de sexualidade e comportamento humano não é uma tarefa fácil. Antes de julgarmos precisamos conhecer o que é a ideologia de gênero e como ela surgiu.

A expressão “Gênero” foi usada por volta dos anos 50 pelo psicólogo John Money e teve como principal função apenas a de diferenciar psicologicamente e socialmente os homens e as mulheres.

Simone de Beauvoir, filósofa muito citada nos tempo de hoje foi a autora da fala “Não se nasce mulher, torna-se mulher”.

Graças aos estudos feitos e todos os avanços obtidos desde a década de 70 com eles, principalmente no âmbito das ciências sociais, a teoria de dissociação de genitais e gênero foi reforçada.

O mesmo vem acontecendo com a expressão “transgeneridade”, criada pelo Psiquiatra John F.Oliven e que não é uma novidade para o campo da Psiquiatria.

Não confunda ideologia de gênero com orientação sexual

Atualmente, chama-se erroneamente de ideologia de gênero qualquer tipo de iniciativa onde se busca o debate sobre as questões de gênero e orientação sexual. Principalmente se esses debates forem no âmbito escolar.

A expressão ideologia de gênero é utilizada apenas pelas pessoas que não acreditam que seja importante discutir assuntos de gênero e sexualidade na escola. Ao contrário dessas pessoas, quem acredita ser importante esse tipo de discussão chama de questões de gênero, ensino sobre gênero entre outras expressões.

Para não passar vergonha é muito importante entender as diferenças entre essas questões de gênero e a sexualidade humana.

Confira a seguir e entenda a diferença entre elas:

1 – O que é a identidade de gênero?

A identidade de gênero é o gênero que determinada pessoa se identifica. Acredita-se que o indivíduo pode se perceber como homem ou mulher; como homem e mulher ou simplesmente com nenhum dos dois gêneros. Para esses indivíduos o nome atribuído é de não binários.

2 – O que é a orientação sexual?

A orientação sexual é caracterizada simplesmente pela escolha de gênero que a pessoa sente atração sexual.

Por exemplo:

  • Homossexual: Pessoas que sentem atração sexual pelo mesmo gênero;
  • Heterossexual: Pessoas que sentem atração sexual pelo gênero oposto;
  • Bissexual: Pessoas que sentem atração por ambos os gêneros.

Existem pessoas que apresentam uma assexualidade, ou seja, que não sentem atração sexual por nenhum outro ser humano. Esse tipo de comportamento ainda não foi definido pela ciência como uma orientação sexual.

3 – Expressão do gênero

Conhecido também como performance de gênero, esse termo refere-se exclusivamente como você expressa o seu gênero perante a sociedade. Essa expressão engloba suas vestimentas, acessórios, timbre da voz, atitudes e até alguns gestos.

4 – O que são os genitais?

Os genitais são literalmente o órgão sexual que o indivíduo possui em seu corpo físico. Eles podem ser:

  • Vagina;
  • Pênis;
  • Existem alguns casos onde a pessoa possui os dois órgãos. Antigamente essas pessoas eram chamadas de hermafrodita.

5 – Gênero

Gênero como dissemos anteriormente é o conjunto de características, sejam elas sociais ou culturais na qual o indivíduo é classificado como masculino e feminino.

O que é binário e não-binário?

As terminações binário e não-binário ainda geram muitas dúvidas nas pessoas que estão se interessando por esses assuntos sobre a ideologia de gênero.

O binarismo de gênero acredita que existem apenas duas possibilidades de gênero. Masculino para homens e feminino para mulheres.

Centenas de pessoas se enquadram no chamado não binarismo, ou seja, não se identificam nem com o masculino, nem com o feminino. Dentro desse não binarismo existem diversas outras denominações de gênero.

Lista das mais comuns identidades de gênero não-binárias

Aposto que agora que você leu essas informações sobre a ideologia de gênero suas duvidas ficaram um pouco mais amenas.

Como dissemos, o gênero considerado não binário possui uma extensa lista de variações.

Listamos a seguir as identidades de gênero não-binárias mais comuns, lembrando que atualmente já existem mais de 50 variedades. Acompanhe essas variações:

Não-binário Cisgênero

As pessoas não-binárias que são classificadas como Cisgênero se identificam com o gênero do qual nasceram. Por exemplo: O homem nasceu com um pênis e assim se identifica como homem.

Não-binário Crossdresser

Esse não-binário é aquele indivíduo que utiliza as roupas diferente do seu gênero de nascimento. Por exemplo: homens que se vestem como mulheres.

Não-binário Drag queen e Drag king

O indivíduo denominado Drag queen e Drag king é um artista que veste roupas originalmente femininas ou masculinas para fazer as suas apresentações performáticas. Essas apresentações independem do gênero que nasceram.

Não-binário Intersexual

Esses indivíduos antigamente eram chamados de hermafroditas, pois possuíam duas genitálias. É importante ressaltar que essa palavra hermafrodita não pode ser aplicada em seres humanos.

Não-binário Pansexual

Pessoas que sentem uma atração sexual por pessoas independente do gênero que carregam.

Não-binário Transgênero

Pessoas que não conseguem se identificar com o gênero que nasceram. Por exemplo para você entender melhor, nasceu mulher, mas se identifica como homem.

Não-binário travesti

Os indivíduos não binários denominados como travestis tem muito sentido político de afirmação, pois durante anos foram perseguidos pela sociedade. Muitos acreditam que ainda são a escória da sociedade e que suas atitudes são altamente marginalizadas.

O Brasil ainda é um país muito preconceituoso, segundo pesquisas recentes, a quantidade de homossexuais assassinados é espantosa.

Mesmo que algumas questões no Brasil ainda estejam caminhando muito lentamente, existem informações extremamente acessíveis em diferentes meios de comunicação. Não seja ignorante para se deixar levar por qualquer notícia, leia se informe!