Expressões em inglês Geral

O que significa drag queen? Origem e definição desse estilo de vida. Entenda!

O que é drag queen?

Drag queen é um termo inglês usado para se referir à um personagem feminino interpretado, na grande parte das vezes, por um homem. Em outras palavras, são personagens criadas por artistas performáticos que se travestem, fantasiando-se cômica ou exageradamente com o intuito geralmente profissional artístico.

Por outro lado, existem também os “Drag Kings”, que, ao contrário de Drag Queens, são mulheres que interpretam homens.

Veja também – Significado de Brainstorming

As drags são personalidades artísticas bastante reconhecidas dentro da comunidade LGBTQ e além.

Origem do termo drag queen

A origem da expressão artística aconteceu nos Estados Unidos, por volta dos anos 1800. No entanto, antes disso, o conceito era bastante criticado e mal visto pela sociedade.

O primeiro uso registrado oficial de “drag” para se referir a atores vestidos com roupas femininas é de 1870. Uma etimologia popular é que drag é uma sigla derivada de “Dressed Resembling A Girl” (Vestido Semelhante a uma Menina).

Queen pode se referir a caraterística encontradas nas personalidades de muitos que fazem drag, seja essa sua personalidade normal ou um personagem criado para o palco.

Características

Como já foi dito, Drag Queen é um expressão artística, sendo assim, não é apenas um homem que escolhe se fantasiar de mulher e imitar suas atitudes, vai além disso.

Embora na maioria das vezes os Drag Queens e Kings sejam homossexuais (gays ou lésbicas), esta orientação sexual nem sempre é norma. Podem ser também bissexuais, assexuais e até mesmo heterossexuais.

Além disso, é necessário saber se expressar e impressionar o público, tanto com a performance, quanto com o visual extravagante. É importante lembrar, também, que por trás da performance de um Drag Queen, há uma série de ideais: fantasia, provocação, ambiguidade, etc.

Drag queen, travesti e transsexual: há diferença?

Há essa questão que permeia a mente daqueles que não estão muito acostumados com essas novas especificações, afinal, qual a diferença entre drag queen, travesti e transsexual?

Bom, a diferença é simples de ser entendida. Uma vez que Drag Queens são homens cis héteros, ou homossexuais, que escolhem se caracterizar como mulher para um fim específico, como a performance em shows, e também aqueles que prezam pela expressão em si.

Já uma pessoa transgênero é aquela que nasceu no sexo que ela não se identifica, ou seja, um homem que não se enxerga com a personalidade masculina e sim com a feminina, e por isso escolhe adaptar seu corpo e estilo de vida para a forma que lhe convém e lhe agrada.

Os travestis, por outro lado, são como os transsexuais. Homens que optam por um estilo de vida feminino. E, como alguém transgênero, não leva em consideração a troca de genitália, já que isso não define o gênero da pessoa.

Veja também – Ideologia de gênero: entenda definitivamente o que é e pare de cometer gafes

RuPaul e Pabllo Vittar

Atualmente, o conceito de Drag Queen é cada vez mais explorado, principalmente dentro da comunidade LGBTQ. Apresentações com drags são bastante comuns nas paradas LGBTs e boates com mesma temática. No entanto, o conceito está fugindo apenas dessa barreira e conquistando mundo afora.

RuPaul, apresentador do mais famoso reality de drags, Rupaul’s Drag Race, é uma das personalidades mais aclamadas e conhecidas por aqueles que apreciam a arte, juntamente com as drags participantes e vencedoras de seu programa, que passam a ser referência.

Aqui no Brasil, a personalidade mais conhecida é Pabllo Vittar, que em 2017 explodiu com suas músicas contagiantes por todo o país e impressionou muitos que não estavam acostumados com essa expressão. Além de Pabllo, artistas como a cantora Gloria Groove e a youtuber Lorelay Fox, também são grandes referências.

Artigos relacionados:

About the author

Vitória Alice