Geral Língua Portuguesa

Significado de paixão: entenda o que quer dizer

Ah, paixão, como é uma palavra gasta, junto com amor, palavra fácil na boca de qualquer enamorado ou malandro que queira agradar, impressionar o alvo de interesse. Mas talvez por se estar muito associada a relações amorosas entre pessoas, se esquece que paixão, tanto o seu emprego, como seu efeito, também é aplicável em situações que envolvam coisas aparentemente distintas, como um trabalho, um hobby, uma pesquisa, uma causa, uma ideia, um ideal.

Normalmente quem é acometido por esse sentimento, esse estado de espírito poderoso é facilmente identificado, porque muda a postura, o astral, o comportamento, passa a se comportar quase como um obsessivo, porque não consegue pensar em outra coisa e muitas vezes faz atos, gestos que não são de seu feitio, não são racionais, pois está agindo por impulso, agindo conforme o coração manda.

Mas o que significa paixão? Que tipos de sentimentos desperta? Qual a diferença com “amor”, por exemplo? Quais são as características típicas para quem está sob efeito da paixão, quais os cuidados que se deve tomar?

Todas essas questões envolvendo o tema paixão serão respondidas logo mais, nos tópicos abaixo.

Prossiga na leitura e saiba mais sobre o significado de paixão.

Confira!

Paixão segundo o senso comum

A palavra paixão é definida na literatura que trata sobre as relações, sentimentos, a psicologia humana como um período de admiração intensa e profunda ante uma pessoa, objeto ou causa. A intensidade desse sentimento é tamanha que é muito difícil manter em estado prolongado o seu auge, por isso é caracterizada como uma fase de duração relativamente curta, variando entre 6 meses a 3 anos.

Terminado essa fase intensa do estágio de grande interesse sobre uma pessoa ou tema, esse encantamento costuma seguir por dois caminhos: o esgotamento quanto a admiração do alvo depositário de imensa estima, logo sendo substituído por outros interesses, ou o amadurecimento desse afeto especial, não sendo mais tão intenso como de começo, mas permanecendo relevante e se tornando mais sólido, profundo, proporcionando uma sensação de conforto, de paz, se tornando resistente as dificuldades, de tempo, distância ou até de reciprocidade.

Paixão segundo Platão

Filósofos como Platão afirmavam que a paixão poderia ser definida como um estado em que se vislumbra uma possibilidade ainda não concretizada. Em outras palavras, seria a idealização, a fantasia de um desejo intenso.

Reações provocadas pela paixão

Quando se está acometido pela paixão é comum que nossos atos não se pautem por aquilo que pareça mais racional e são levadas a agir por impulso, são mais suscetíveis a inquietação, ao desespero, a paranoia.

A ansiedade por se estar perto da pessoa que provoca tal estado de espírito é uma constante. Uma vez distante do objeto de desejo é comum que se sofra de sintomas clássicos de abstinência e efeito totalmente oposto quando superada a separação, um estado de extrema felicidade.

Outro efeito que acompanha a paixão, quando se trata de relações amorosas com um indivíduo, é uma forte atração sexual, o que costuma gerar confusão entre uma coisa e outra, mas são distintas. Uma pessoa pode se sentir atraída fisicamente por outras, mas sem necessariamente cultivar interesse tão acentuado em todos os aspectos que a constitui.

Quando é o caso de paixão a um assunto, uma ideia, uma causa ou até mesmo um objeto, a característica mais marcante de quem vive em tal condição é falar sobre de maneira muito entusiasmada, empolgada, chegando ao excesso de entusiasmo.

Esse comportamento pode se arrefecer com o tempo, representar uma fase, ser cultivado durante toda uma vida, mas de maneira mais branda, menos intensa ou trilhar um caminho perigoso, o do fanatismo, tornando-a uma pessoa intragável ou até perigosa, radical, extremista.

Paixão no cristianismo

Temos ainda uma outra definição de paixão, na verdade outro significado atribuído a mitologia bíblica que narra os feitos e tormentos do ungido de Deus, Jeová, para libertar a humanidade de seus pecados, do pecado original, Jesus Cristo. Essa paixão é referida com “P” maiúsculo, “Paixão”, comumente citada em data específica do ano como “sexta-feira da Paixão”.

O significado religioso associa a palavra a todas as sevícias, açoites, flagelos sofridos por Cristo no seu calvário até a crucificação.

A expressão “Paixão de Cristo” é usada para se referir ao momento de suplício do ícone cristão até o momento de sua morte carnal.

Diferença de paixão e amor

O que se é entendido como “amor” seria um estágio mais avançado, amadurecido da fase da paixão, que constituiria, ao menos em boa parte dos casos, o primeiro estágio de um interesse com pretensão mais aprofundada quanto a algo ou alguém.

Se a paixão é um despertar repentino e intenso na qual a adaptação é difícil em um primeiro instante, o amor é a confirmação de que esse sentimento é mais forte, mais aprofundado do que uma primeira camada, é um período de adaptação, de acomodação completa do poder desse sentimento dentro da rotina. Se caso a pessoa estiver longe, o desgaste passa a não ser tão presente, ainda que persevere, e se o objeto de extremo afeto estiver próximo, a união não rende os mesmos olhares e carícias, mas entra em uma fase mais confortável, segura, estável, íntima, com a percepção de que há um entrelaçamento duradouro.

Novamente recorrendo a sabedoria da filosofia grega, Platão definiu o amor como a busca pela verdade essencial, em encontrar, identificar, procurar no indivíduo, causa ou objeto em que se deposita excepcional afeto aquilo que lhe falta.

Em outras palavras é a busca por aquilo que falta a um ser para se sentir pleno, completo, absoluto. Por isso costuma se definir amor com expressões como “a tampa da sua panela”, “o encontro da cara-metade”, “o queijo de sua goiabada” entre outras expressões populares e pitorescas que transmitem a ideia de completude com o encontro do amor verdadeiro.

Gostou desse conteúdo sobre paixão?

Então curta, compartilhe, avalie, comente.

Seu apoio e sua opinião são muito importantes para nós e faz toda a diferença.

Você pode encontrar mais assuntos relacionados e de outras editorias conferindo o nosso conteúdo.

Aproveite!