Expressões em inglês Geral

Sugar Daddy: Homens ricos que procuram belas jovens

O que significa o termo sugar daddy?

Sugar daddy é o termo usado para designar homens maduros, ricos e bem-sucedidos, normalmente entre 35 e 60 anos de idade, dispostos a desfrutar dos bons momentos da vida na companhia de um (a) jovem atraente.

Os daddies, costumam proporcionar para suas babies, um bom estilo de vida, presentes e ajuda financeira.

O termo Sugar daddy surgiu em 1908 e é usado para descrever um homem mais velho que se relaciona com um (a) jovem mais novo (a) (sugar baby) e se dispõe a “bancar” os seus desejos.

O relacionamento sugar

A diferença de um relacionamento ‘comum’ para um relacionamento ‘sugar’ está na franqueza e clareza das condições acordadas.

As pessoas que aderem ao relacionamento sugar sabem desde o princípio o que é esperado dela, assim como o (a) seu (a) parceiro (a).

Para que a relação possa dar certo e de acordo com os conformes, o Sugar daddy precisa ser generoso com a (o) seu (a) Sugar baby, e em troca, a sugar baby será sua companheira.

Origem do termo

Os termos ‘Sugar daddy’ e ‘Sugar baby’ são usados para afirmar a ideia do apoio financeiro que os pais tem com os filhos. Embora os termos tenham ficado populares no Brasil apenas nos últimos anos, eles já existem desde 1908 e surgiram no estado da Califórnia, Estados Unidos.

Tudo começou com o casamento da jovem Alma, 27 anos, com o empresário Adolph, 51 anos. Adolph era herdeiro de uma fábrica de açúcar e por conta de sua profissão, Alma o chamava de Sugar daddy (papai de açúcar) e Aldoph retribuía a chamando de Sugar baby.

Com o tempo, os termos começaram a ser usados para descreveres relacionamento entre homens mais velhos e ricos que com mulheres mais novas.

O que um Sugar daddy procura?

Os sugar daddy’s procuram por jovens atraentes, inteligentes e que buscam se profissionalizar.

De acordo com uma pesquisa feita pelo site de notícias O Minuto, os sugar daddy’s preferem mulheres com iniciativa, objetividade e voz ativa.

Ainda segundo a plataforma, eles alegam a falta de tempo e disposição para submeterem-se ao ‘protocolo’ da paquera. Por isso, preferem aquelas que vão direto ao ponto, com transparência e sem rodeios.

Artigos relacionados: