Medicina Língua Portuguesa

Ansiedade: o que é? Como surge? Entenda!

O que é ansiedade

Ansiedade é uma palavra que se originou dos termos em latim ‘anxietas’ (angustia), ‘anguere’ (sufocar) e ‘anxius’ (pouco à vontade),que em português é utilizada para descrever um estado emocional e psíquico que desperta no indivíduo certo medo ou apreensão em relação a alguma coisa que está para acontecer.

Uma pessoa que é considerada ansiosa pode sofre ataques de pânico ou ter reações de alergia emocional, por exemplo, sempre que estiver sentindo a tensão de ter que fazer algo que não gosta, de sentir que uma situação pode ser perigosa, de ter um prazo curto para realizar algo, de estar à espera de algo ou de algum resultado, etc.

Veja também – Significado de energúmeno

Ou seja, existem diversas situações que podem despertar ansiedade.

No entanto, apesar de ser considerado um quadro comum a todo ser humano, a ansiedade pode ser um verdadeiro problema quando passa a prejudicar a vida de uma pessoa. Então, caso isso aconteça, o aconselhável é realizar uma visita ao psicólogo ou ao psiquiatra, dependendo do caso, para entender mais sobre o problema, se é patológico ou não, e tratá-lo da melhor forma possível.

Causas da ansiedade

Tipos de Ansiedade

Algumas situações que causam esse quadro, também podem ser usadas para classificar os tipos de ansiedade. São eles:

  • Fobias: medo excessivo de algo ou alguma coisa.
  • Síndrome de Pós-Stress Traumático: quando uma situação extremamente traumática desencadeia reações psicológicas em relação a algo ou alguma coisa. Uma dessas reações pode ser a ansiedade.
  • Ansiedade Generalizada: quando uma preocupação irracional surge em relação a coisas comuns da vida. Por exemplo: escola, trabalho, atividades, saúde, etc.
  • Pânico: quando um indivíduo sofre ataques de pânico quando inserido dentro de alguma situação que o incomoda.
  • Perturbação Obsessivo-Compulsiva: quando algo desperta certa impulsividade no consciente que faz com que o indivíduo sofra ansiedade e não consiga se controlar, tais como: alguns tipos de pensamento, falas, imagens, escritas, etc.

Como dito acima, são diversos os motivos que podem desencadear a ansiedade. Contudo, o correto a dizer é que ela é provocada especificamente por acontecimentos internos e externos. Ou seja, trata-se uma situação cuja natureza pode ser psicológica ou biológica. Não havendo, portanto, um motivo específico que cause a ansiedade.

O tratamento para esse mal pode ocorrer através de medicações e acompanhamento psicológico.

Artigos relacionados:

About the author

Jessica