Língua Portuguesa

O que quer dizer mitigar? Qual o significado?

O que vem a ser mitigar? Cremos que de pouco servirá dizer que é um verbo prenominal ou verbo transitivo direto, porque o que se pede é a significação do termo e não sua classe gramatical, mas de todo modo receba essa informação como um plus na sua pesquisa sobre o que é mitigar.

Podemos tentar esclarecer, passar o conceito que o termo mitigar abrange ao utilizarmos de alguns exemplos.

O que fazer quando tem que se dá uma notícia terrível para uma pessoa, como a morte de um ente querido? Pense na posição do médico ao ter que dizer que seu esforço junto com a equipe médica não foi suficiente para salvar o filho de alguém da escuridão eterna. Naturalmente o profissional tentará dá a notícia de modo que atenue o máximo possível o impacto da notícia, afinal sempre há o receio, especialmente em casos de pessoas com idade mais avançada, de quem recebe a notícia passar por mal súbito.

Para esse fim se adota uma estratégia manjada e talvez a única possível. Começa explicar os procedimentos que foram feitos, os resultados de cada ação, de forma técnica, mas dando a entender que os sucessivos reveses colocaram o paciente em situação crítica até que o interlocutor perceba, projete na sua cabeça, a grande probabilidade do desfecho ruinoso.

Claro que ainda assim se precisará confirmar com todas as letras o óbito do paciente, mas essa introdução já serve para preparar o ouvinte quanto ao lidar com a possibilidade do pior cenário, de modo que, ao ter ciência do desastre, o impacto, a notícia já não seja tão violenta como poderia ser, ainda que preserve grande parte de seu dissabor.

O que o médico fez nesse caso foi uma tentativa de mitigar o impacto da notícia.

Outro exemplo

Imagine o cidadão que sai para a balada com a pretensão de se dá bem na noite, achar uma companhia legal, trocar saliva com alguém, no entanto é do tipo travadão, tímido, fica sob forte ansiedade ao lidar com a ideia de chegar em um desconhecido e tentar esbanjar um suposto charme.

Geralmente o tipo recorre a duas possibilidades: desiste da empreitada e volta para casa para jogar Playstation tentando não se sentir um merda tão grande ou ingerir algumas bebidas alcoólicas para se sentir mais relaxado e disposto.

O que esse cara fez, o da segunda opção, foi uma tentativa, se valer de um  recurso, para mitigar a sua ansiedade.

Último exemplo

Um exemplo final que te ajudará a entender o que é mitigar quando explicarmos de forma mais direta no próximo tópico o seu significado.

Imagine que mais um político foi preso ou sentenciado ao cárcere privado ao ser flagrado com dólar na cueca, com uma mala de dinheiro na garagem, recebendo dinheiro de laranja, enfim, essas coisas corriqueiras na vida de muitos políticos.

Para o advogado de defesa, ele já sabe que por mais influente, poderoso que seja o seu cliente, se o caso ganhou repercussão na impressa e é pauta constante no debate público, dificilmente conseguirá escapar de uma punição havendo provas concretas de sua ilicitude. E porque ainda assim pega o caso? Por que o acusado investe na contratação de um advogado se a causa está perdida?

Porque é possível conseguir abrandar ao menos o máximo possível a pena ou retardando-a o tempo que for possível. O propósito do advogado nessa circunstância não é ganhar a causa, mas diminuir, atenuar, abrandar os danos.

Pode fazer isso ao propor ao cliente colaborar com as investigações, fazer uma delação premiada, tudo para demonstrar ao júri, ao juiz, de que o cliente está colaborando e por isso merece uma redução da pena.

Ou seja, o trabalho do advogado nesse caso é o de mitigar uma possível sentença, o peso da punição.

Mas afinal o que é mitigar?

O termo vem do latim “mitigare” e tem o sentido de ser uma ação que abrande, diminua a intensidade de algo, de um sentimento ou uma força, fazer com que fique mais brando, mais relaxado.

Pegando os exemplos que utilizamos para demonstrar possíveis aplicações do termo, vemos que o médico tentou mitigar, abrandar, diminuir, o impacto, o choque inicial da notícia desagradável ao não ser tão direto sobre o assunto.

Vemos que o baladeiro tentou mitigar um forte sentimento de ansiedade, abrandar, arrefecer, conter o descontrole emocional ao se entorpecer com álcool.

Notamos que o advogado tentou suavizar o peso da pena contra o seu cliente elencado uma série de fatores favoráveis a conduta de quem defende e de sua ajuda nas investigações.

Ou seja, mitigar é o ato de reduzir o ímpeto, a intensidade das emoções de algo ou alguém em relação a determinada circunstância ou pessoa.

Mitigar riscos

Uma expressão bem popular envolvendo o termo mitigar é “mitigar riscos”. Significa tomar as precauções necessárias para diminuir os riscos ante a uma determinada situação, se precaver contra algo que pode ser prejudicial.

Considerações finais

O termo mitigar que vem do latim mitigare é uma expressão recorrente e uma necessidade cada vez mais presente no mundo de extremos na qual vivemos, que é o da moderação, do atenuamento, do abrandamento, a diminuição de uma intensidade muito forte de algo.

O ato de mitigar pode ser feito em diferentes contextos, situações, em diferentes áreas. Usamos o exemplo de um médico precisando dá uma notícia terrível ao parente de um desafortunado recorrendo a estratégia para mitigar o impacto da recepção da notícia.

Usamos o exemplo de um acanhado nas relações sociais que tentou mitigar sua ansiedade ao ingeris substâncias entorpecedoras.

Usamos o exemplo de um advogado que tenta conseguir uma pena mais branda para o seu cliente corrupto ao fazê-lo colaborar com a justiça nas investigações em curso.

E há ainda diversas outras situações que o ato, a tentativa de mitigar uma reação mais dura é empregada, por ser natural do homem tentar se proteger, esquivar, evitar a dor.

Gostou desse conteúdo sobre mitigar?

Então curta, compartilhe, avalie.

Seu apoio e sua opinião são muito importantes para nós.

Leia mais de nosso conteúdo.