Ciência

Conheça os neandertais, uma espécie humana já extinta

Neandertais

De fato, homo é uma palavra latina que significa “humano” ou “homem”. A palavra neanderthalensis, por sua vez, é baseada no local onde o primeiros dos neandertais foi descoberto. Isto é, no vale de Neander, na Alemanha, em 1856.

A palavra alemã para vale é “Tal”. Assim sendo, homo neanderthalensis, ou Homem de Neandertal, significa “homem do vale de Neander”.

O que são neandertais?

Os neandertais prosperaram na Europa de 350.000 a cerca de 40.000 anos atrás. No entanto, a espécie desapareceu depois que os humanos modernos surgiram da África.

Pessoas de origem européia, asiática e australiana têm pelo menos algum DNA neandertal. No entanto, o mesmo não pode ser dito de pessoas de ascendência puramente africana. Isso porque os neandertais surgiram na Europa.

Sem dúvida, o estereótipo dos neandertais como curvados, brutais, peludos e burros é um equívoco. Essas descrições derivam principalmente de nossas noções preconcebidas, e muitas estão redondamente erradas.

De fato, o Homem de Neandertal era realmente mais baixo do que os humanos. Além disso, eles eram mais ou menos peludos. Contudo, existem algumas diferenças em relação aos seus esqueletos.

Como, por exemplo, narizes, lábios e sobrancelhas salientes, bem como outras proeminências. Mas eles podem não ter sido tão diferentes dos Homo sapiens, na realidade.

Afinal, existem estudos que mostram que os neandertais faziam arte nas cavernas, usavam e trocavam jóias e utilizavam plantas como remédio.

Desse modo, é possível obter uma imagem de humanos sensíveis que não eram muito diferentes do Homo sapiens moderno que os substituiu.

Além disso, o DNA neandertal parece viver também em nosso sistema imunológico. De acordo com pesquisas, especialmente quando se trata de resistir a infecções.

Os ancestrais neandertais também transmitiram algumas características de padrões de sono, humor, tom de pele e cor dos cabelos.

Descobertas fósseis importantes

O primeiro fóssil neandertal foi encontrado em 1829. No entanto, o fóssil não foi reconhecido como um possível ancestral humano. Esse reconhecimento só aconteceu quando mais fósseis foram descobertos durante a segunda metade do século XIX.

Desde então, milhares de fósseis representando os restos mortais de centenas de indivíduos neandertais foram recuperados. Dentre os fósseis, estão bebês, crianças e adultos até os 40 anos de idade.

Os principais locais dessas descobertas se concentram na Europa e no Oriente Médio. Como resultado, sabe-se mais sobre esse ancestral humano do que sobre qualquer outro.

Neandertais

Descobertas recentes

Pesquisas recentes mostram que a crença de longa data de que os neandertais são brutamontes está errada. Uma equipe internacional de cientistas analisou o esqueleto de um homem neandertal usando tomografias computadorizadas.

Através dessas análises, o grupo de cientistas descobriu que a coluna do Homem de Neandertal era mais reta do que a dos humanos modernos. Além disso, o esqueleto tinha um tórax mais amplo e baixo e uma caixa torácica em forma horizontal.

Ou seja, sugerindo que os neandertais tinham maior capacidade pulmonar e respiravam principalmente usando o diafragma. Portanto, os pesquisadores concluíram que os neandertais tinham melhor postura e respiravam de maneira diferente do que os humanos.

Além disso, uma equipe da Universidade de Zurique descobriu em janeiro de 2019 que os neandertais tinham uma região lombar e um pescoço semelhantes aos humanos.  Os pesquisadores usaram um modelo de computador para reconstruir a postura de um neandertal. Assim, descobrindo também que eles tinham um sacro. Ou seja, um osso entre os ossos do quadril, assim como os humanos modernos.

Embora agora conheçamos os erros de pensamento que ocorreram na primeira reconstrução, ainda há um longo caminho para desfazer o estigma de “primo primitivo”. Afinal de contas, sabemos hoje que os neandertais eram primos inteligentes, fortes e capazes.

Isto é, muito mais parecidos com os humanos modernos do que a maioria imagina. Sabemos disso por causa de vários fatos que vieram à tona nas últimas décadas. Dessa forma, essas descobertas estão mudando o antigo mas persistente equívoco de que os neandertais eram nossos primos inferiores.

Ancestrais do Homem de Neandertal

Embora estejamos intimamente relacionados com os neandertais, eles não são nossos ancestrais diretos. Evidências do registro fóssil e dos dados genéticos mostram que elws são uma espécie distinta. Ou seja, uma espécie que se desenvolveu como um ramo paralelo em nossa árvore genealógica.

Alguns fósseis europeus do Homo heidelbergensis exibiam características primitivas dos neandertais há cerca de 300.000 anos. Portanto, é provável que os neandertais tenham evoluído na Europa a partir dessa espécie.

Além disso, o nome “Homo sapiens neanderthalensis” já foi comum. Essa denominação era usada quando os neandertais eram considerados membros de nossa própria espécie Homo sapiens. Contudo, esse nome, como sua noção, não são mais acurados e caíram em desuso.

Neandertais cruzaram com Homo sapiens?

Uma análise inovadora do genoma dos neandertais (DNA e genes nucleares) publicada em 2010 mostrou que os humanos modernos e os neandertais se cruzaram,  embora em uma escala muito limitada.

Isto é, os pesquisadores compararam os genomas de cinco humanos modernos com os Homens de Neandertal. Descobrindo, a partir disso, que europeus e asiáticos compartilham cerca de 1-4% de seu DNA com neandertais.

Isso sugere que os humanos modernos conviveram com os neandertais depois de deixarem a África, mas antes de se espalharem pela Ásia e Europa.

A localização mais provável é o Levante. Afinal, foi onde ambas as espécies coexistiram por milhares de anos em vários momentos entre 50-90.000 anos atrás.

Fatos sobre neandertais

Como visto acima, os neandertais coexistiram com os humanos modernos por longos períodos de tempo. Isto é, antes de finalmente se extinguir, cerca de 28.000 anos atrás.

O infeliz estereótipo dessas pessoas como homens das cavernas brutais ainda permanece um senso comum. Contudo, pesquisas revelam uma imagem diferente. Alguns fatos sobre o Homem de Neandertal que comprovam isso são:

  1. Os neandertais enterravam seus mortos;
  2. O Homem de Neandertal sabiam como controlar o fogo;
  3. O Homens de Neandertal eram artistas;
  4. Eles eram caçadores extremamente habilidosos;
  5. Os neandertais compartilhavam traços genéticos com mamutes lanosos;
  6. Eles desapareceram em meio às mudanças climáticas;
  7. Eles tinham vozes altas e agudas;
  8. Os Homens de Neandertal cuidavam de familiares doentes e idosos;
  9. Acasalar-se com os neandertais fazia mal à saúde do Homo sapiens;