Filosofia Religião

Yin Yang: O que significa? Qual a origem? Entenda mais

Você certamente já se deparou com a imagem de uma esfera, metade branca e metade preta, e já ficou se perguntando o que esse símbolo representa.

Bem, essa esfera é a imagem visual para Yin Yang, e tem um significado proveniente de uma filosofia chinesa, que significa, basicamente, um equilíbrio. O lado positivo necessita coexistir com o lado negativo, e essa dualidade é o que rege e criou o universo.

Qual a origem do yin yang?

O primeiro conceito para Yin Yang apareceu no I Ching, que é um antigo livro chinês, repleto de mandamentos e filosofias. Nele está descrito que todas as forma de energias existentes possuem dois pólos, não necessariamente negativos e positivos, mas que tudo que existe possui um oposto, esse equilíbrio é essencial para a existência. O Sol não existiria sem a Lua, nem a Noite sem o Dia, não haveria Mal se não houvesse um Bem, e assim por diante. Segundo o I Ching, nada existiria sem um oposto.

Além disso, o conceito Yin Yang faz parte de uma série de correntes filosóficas e espirituais chinesas, que surgiram entre os anos 770 e 720 a.C, são as chamadas 100 escolas de pensamento.

Quem desenhou o primeiro símbolo visual para a filosofia foi Lai Zhide, um praticante taoista da dinastia Ming. Já o símbolo tradicional que conhecemos hoje, foi mencionado em um livro, durante a dinastia Qing.

O taoísmo, que é uma religião chinesa que emergiu na mesma época, adotou da filosofia do Yin Yang para argumentar a existência de tudo.

Significado de yin yang

Como já foi citado, Yin Yang são opostos, e necessitam um do outro para existirem. Visualmente, o Yin, a parte preta, refere-se a escuridão, o princípio passivo, feminino, frio e noturno. Já o Yang, a parte branca, representa todos os opostos, sendo eles a luz, o princípio ativo, masculino, quente e claro. Tanto o lado preto, quanto o branco, são representados por uma pequena esfera da cor contrária, isso para representar mais ainda que a existência de um depende da existência de outro.

yin yang

Como é uma corrente filosófica, o yin yang apresenta sete leis e doze teoremas, resultadas da combinação das energias. São elas:

Leis do Yin Yang:

  1. Todo o universo é constituído de diferentes manifestações da unidade infinita;
  2. Tudo se encontra em constantes transformações;
  3. Todas as contrariedades são complementares;
  4. Não há duas coisas absolutamente iguais;
  5. Tudo possui frente e verso;
  6. A frente e o verso são proporcionalmente do mesmo tamanho;
  7. Tudo tem um começo e um fim.

Teoremas do Yin Yang:

  1. Yin e Yang são duas extremidades de pura expansão infinita: ambas se apresentam no momento em que a expansão atinge o ponto geométrico da separação, ou seja, quando a energia se divide em dois;
  2. Yin e Yang originam-se continuamente da pura expansão infinita;
  3. Yang tende a se afastar do centro; Yin tende a ir para o centro; E ambos produzem energia;
  4. Yin atrai Yang e Yang atrai Yin; Yin repele Yin e Yang repele Yang;
  5. Quando potencializados, Yin gera o Yang e Yang gera o Yin;
  6. A força de repulsão e atração de todas as coisas é proporcional à diferença entre os seus componentes Yin e Yang;
  7. Todos os fenômenos têm por origem a combinação entre Yin e Yang em várias proporções;
  8. Os fenômenos são passageiros por causa das constantes oscilações das agregações dos componentes Yin e Yang;
  9. Tudo tem polaridade;
  10. Não há nada neutro;
  11. Grande Yin atrai pequeno Yin; o grande Yang atrai o pequeno Yang;
  12. Todas as solidificações físicas são Yin no centro e Yang na periferia.

Como aplicar o yin yang no dia a dia?

Viver a prática do Yin Yang, segundo a crença taoista, significa acreditar que não há algo bom ou ruim, mas sim um equilíbrio. O importante é entender e praticar a harmonia entre esses opostos.

Todas as medidas que são pregadas pela filosofia Yin Yang envolvem atitudes amenas, onde o melhor a se fazer é escutar mais, ao invés de discutir e provar seu ponto sempre. A filosofia também prega bastante pela simplicidade e pela personalidade. Ou seja, não tente ser alguém que você não é, só para provar algo ou para ultrapassar os outros. Acredite no seu tempo, não se equipare e nem se estresse à toa, tudo isso propaga um certo desequilíbrio no Yin Yang.

Simplificando, no dia a dia, busque sempre pelo equilíbrio, não tente ser aquele que está no topo, e nem o que está abaixo, procure sempre o meio termo para garantir o seu bem estar.Isso pode ser aplicado em qualquer situação cotidiana e de relação pessoal, o importante é buscar pelo equilíbrio, nunca preze por extremos.

Artigos relacionados:

About the author

Vitória Alice