Expressões em inglês

SOS (Save Our Souls): entenda a origem e definição do termo

Atualmente, o SOS é uma sigla bastante difundida. Certamente, pelo menos uma vez na vida, você já a ouviu ou viu enquanto assistia a um filme ou seriado na TV.

Por si só, o acrônimo mencionado acima não tem um significado preciso. Ele é usado principalmente para pedir ajuda. Essa combinação de letras foi escolhida para facilitar a compreensão dos que recebiam a mensagem de alívio. Adotada universalmente na era moderna, as iniciais SOS foram usadas no início apenas por algumas nações.

O que quer dizer SOS?

O SOS foi originalmente adotado como um código do tipo Morse marítimo de emergência para sinalizar sofrimento na Alemanha.

Veja também – Significado de SWOT

Essa combinação foi escolhida porque é o único código Morse de 9 dígitos usado atualmente como sinal. Composto por 3 pontos, 3 traços e 3 pontos, sem espaços ou pontos finais (… —…).

Como 3 pontos formam uma letra “S” e 3 traços formam um “O” nos códigos internacionais Morse, o sinal passou a ser conhecido como “SOS” por determinadas questões de conveniência mesmo. Não significava nada mais além disso.

Era muito fácil reconhecer imediatamente como um tipo de sinal de pedido por socorro por todos os intérpretes marítimos de código Morse. Assim, tornou-se o símbolo universal de angústia em todo o mundo. Deixou de ser algo usado somente nos eventos de ordem marítima que indicavam algum tipo de perigo.

A grande maioria das pessoas acreditava que SOS significava “Salve Nosso Navio”. No entanto, nenhum vínculo definitivo com essa interpretação foi estabelecido concretamente além daquele que surgiu do mito comum.

A lógica por trás do “SOS”

Com tudo o que se sabe vem o questionamento: porque utilizar essa sequência mais do que específica de traços e pontos? Se realmente não existe sentido algum nisso, então, por qual motivo tornou-se tão famoso? A resposta é simples: porque era a melhor maneira de fazer um trabalho que, aparentemente, não tinha solução.

Quando os equipamentos de radiotelégrafo sem fio chegaram a navios por volta do século XX, alguns dos marinheiros que se apresentavam em perigo necessitavam de uma forma eficaz para:

  • Atrair atenção;
  • Demonstrar sinal de perigo ou medo;
  • Pedir auxílio de qualquer forma.

Deveria ser uma sinalização única que transmitiria a mensagem clara e rapidamente. Também não poderia ser confundida com outras comunicações.

A princípio, diversos países e organizações tinham os seus sinais próprios e “internos” de socorro. Por exemplo, a Marinha dos Estados Unidos usava a sinalização “NC”. Este era um sinal na bandeira marítima que indicava socorro/perigo no Código Internacional de Sinais.

Já a Marconi Company era uma organização que alugou vários equipamentos e operadores dos telégrafos a diversos navios. Ela usava o código “CQD”. Os “Regulamentos Alemães para o Controle da Telegrafia por Centelha”, de 1905, exigiam que todos os operadores alemães usassem “… — …”.

A confusão com tantos sinais diversos

Ter esses múltiplos sinais de pedido por socorro era potencialmente perigoso e confuso. Isso queria dizer que os navios em perigo nas águas estrangeiras tinham como barreira linguística, algo a ser superado. Dessa forma, possíveis resgatadores precisariam usar o Código Morse Internacional.

Devido a essa e muitas outras questões, uma boa quantidade de países decidiu se reunir para discutir a intenção do estabelecimento de alguns regulamentos internacionais de comunicações por radiotelegrafia.

No ano de 1906, a Convenção Internacional de Telégrafo Sem Fio, que foi realizada na cidade de Berlim, bem como alguns delegados, deram início a uma tentativa de estabelecimento de chamada para socorro padrão internacional.

Os “-.-. – .– ..” de Marconi e “……… -..-..- ..” (“SSSDDD”), que a Itália havia proposto em uma conferência anterior, eram considerados muito pesados. O “… —…” da Alemanha, no entanto, podia ser enviado de maneira rápida e fácil e era difícil de ser mal interpretado.

Significado de SOS

A primeira vez que foi usado o SOS

Diz-se que o uso primórdio do SOS que foi registrado significando um sinal para pedido por socorro aconteceu no mês de agosto, no ano de 1909. Os operadores no SS Arapahoe acabaram por enviar o sinal assim que o navio foi abatido por conta da hélice quebrada na costa do Cabo Hatteras, na Carolina do Norte.

Nem todos aderiram ao novo padrão tão rápido quando deveriam. A Marconi Company estava particularmente relutante para desistir de seu “CQD”. Alguns operadores do Marconi que estavam a bordo do famoso Titanic enviaram esse sinal logo após o navio atingir um iceberg. Entretanto, outro operador acabou sugerindo que fosse tentado o sinal novo de “SOS”.

Como funciona o chamado

O significado da sigla SOS muda de acordo com o local onde é usado ou a cultura de referência. Esse acrônimo recebe o significado de Save Our Ship ou Salvateci ou Soccombiano, no idioma italiano.

Na legislação, os pedidos de assistência têm precedência sobre qualquer comunicação. De fato, a legislação estabelece que todas as estações que recebem esse tipo de mensagem devem necessariamente suspender as transmissões, a fim de minimizar a possibilidade de interferência na propagação do pedido de ajuda.

A criação de uma mensagem para as chamadas de socorro deve seguir certas regras e precisa conter determinadas informações. Isso inclui:

  • O nome do navio ou entidade em risco;
  • O tipo de perigo que a entidade solicitante de ajuda está enfrentando;
  • As coordenadas do local em que essa entidade está localizada;
  • Finalmente, qualquer informação adicional que possa ser útil para facilitar o resgate.

Obviamente, esse tipo de mensagem não pode ser transmitida por qualquer pessoa. A regra diz que apenas o comandante ou o responsável pelas comunicações pode fazê-lo. Por fim, deve-se dizer que, uma vez enviado o pedido de assistência, todas as estações receptoras e aqueles que têm a possibilidade de fornecer ajuda são obrigados a confirmar o recebimento da mensagem.

Aposentadoria do código Morse

SOS era vastamente utilizado na navegação. Desde 1999, o Código Morse foi aposentado como sistema de comunicação marítima, sendo substituído por uso de mensagens de voz. Isso se deve à modernização dos sistemas de comunicações via satélite.

É claro que a sigla SOS é muito recomendada como alerta de perigo e para pedidos de socorro.

O que é o código morse?

Para aqueles que não o conhecem, o Código Morse é considerado um sistema para comunicação surgido lá no fim do século XIX. As pessoas o utilizavam, em especial, para encaminhar mensagens militares e até mesmo transmitir informações diversas entre os navios. O alfabeto no Morse se forma por curtos sinais (.) ou longos (-). Juntos eles são tidos como letras, frases, palavras e mensagens inteiras.

Assim, pode-se dizer que o famoso SOS surgiu, em termos, do falecido Morse.

About the author

yasmin