Língua Portuguesa Geral Mitologia Grega

O que é mito: origem e definições da palavra. Confira!

O que é mito

Mito é um substantivo masculino derivado do latim ‘mythos’ e que significa história ou fábula.

Normalmente o termo é relacionado a estórias ou contos que envolvam personagens com misturas de animais e humanos, ninfas, sereias, etc. Mas também a estórias com personagens comuns (reais ou não) que enfrentam situações fictícias e tão absurdas que acabam se encaixando no gênero.

Veja também – Serasa

Alguns exemplos de mitos são: mito da caverna, mito da fênix, mitologia grega, mitologia nórdica, lendas, fábulas, alegorias, etc.

A palavra ainda pode ter seu sentido usado de forma pejorativa para fazer menções aos seguintes casos:

  • Algo inverídico. Por exemplo: O mito de que a cultura contemporânea é apenas direcionada aos ricos.
  • Algo grandioso ou que marcou a história (pessoa ou trabalho): O mito Issac Newton.

Como dito acima, mito pode ser um acontecimento histórico ou algo que muitas vezes é utilizado para explicar algo, como a existência humana, por exemplo. Dessa forma, podemos dizer que o mito tem caráter simbólico e/ou cultural.

O mito da caverna

O mito da caverna é uma alegoria de autoria do famoso filósofo grego Platão.

Em sua obra, o filósofo conta a história de homens que nasceram e viveram dentro de uma caverna durante toda a vida.

Esses homens não podem sair da caverna, pois estão acorrentados dentro dela. Mas por conta de uma fogueira que existia na parte exterior na caverna, esses habitantes podiam ver sombras que eram reproduzidas pela claridade do fogo e podiam também ouvir de dentro da caverna os sons de pessoas que viviam na parte exterior.

Esses cativos não sabiam do que se tratavam os sons e as sombras que eram refletidas nas paredes das cavernas, pois para piorar a situação, eles se encontravam de costas para a saída. Sendo assim, eles acreditavam que de fato as sombras eram a única realidade.

Outrora, um desses homens acorrentados conseguiu escapar e se deparou com o mundo exterior, sofrendo com a claridade que até então era inexistente para ele.

Nesse momento, Platão nos faz refletir sobre as opções que esse homem poderia ter tomado:

  1. Voltar à caverna para libertar seus companheiros e para que eles pudessem ver o que ele estava vendo.
  2. Seguir sua vida deixando os outros para trás, pois se voltasse ele seria ignorado.
  3. Ou no pior dos casos, seus companheiros o matariam por considerarem ele louco e mentiroso.

O pensamento de quem lê o mito é de que provavelmente não acreditariam nele, pois para quem está do lado de dentro da caverna, a verdade é o que eles cresceram vendo e acreditando.

Mito de Narciso

O mito de Narciso é um mito grego que conta a história de um jovem extremamente belo que rejeitou o amor de uma ninfa por não ser tão boa quanto ele.

Como castigo, a deusa Nêmesis fez com que esse jovem se apaixonasse pela sua própria imagem refletida em um rio. Como resultado, narciso acabou buscando por esse reflexo e morreu afogado.

Desse mito surgiu o termo ‘narcisista’.

Mitologia

Mitologia é o nome dado ao estudo dos significados, origem e evoluções do mito. É muito comum ao ouvirmos o termo ‘mitologia’ já pensarmos imediatamente na mitologia grega. Isso porque os mitos mais conhecidos fazem parte dessa fábula.

No entanto, além da mitologia grega há ainda as mitologias: Ceuta, nórdica, romana, chinesa, egípcia, asteca, etc.

Sendo assim, mitologia é o estudo das estórias que rodeia uma determinada cultura, crença e simbologia.

Mitologia grega

A mitologia grega surgiu por volta de 700 a.C e seu nascimento se deu da fusão das mitologias micênica e dórica.

Trata-se de um conjunto de histórias que envolvem deuses que representam diversos sentimentos, ações e elementos.

O mito conta ainda estórias de humanos que se transformavam em minotauros, centauros, ninfas, etc. Além disso, ciclopes, amazonas, mulheres com cabeça ou cabelos de cobras surgiram a partir dessa mitologia.

Os deuses desses contos além de possuírem a forma humana, possuíam também todos os sentimentos humanos, tanto os bons quanto os ruins. Sendo, portanto, suscetíveis a eles.

Os deuses da mitologia grega se relacionavam com humanos e dessas relações surgiam os semideuses: criaturas meio humanas e meio deuses.

Principais deuses da mitologia grega:

  • Zeus, Poseidon, Hades, Afrodite, Atenas, Ares, Apolo, etc.

Mitologia nórdica

Também conhecida como mitologia germânica, a mitologia nórdica era a história contada principalmente entre os povos vikings.

Com a era do cristianismo, essa mitologia foi destruída em muitos dos seus países de origem, tais como: Suécia, Islândia, Dinamarca e Noruega. No entanto, a Islândia ainda guarda essa mitologia como herança cultural, sendo, portanto, muito comum encontrar peças nórdicas espalhadas pelo país.

Os principais deuses dessa mitologia são:

  • Odin, Thor, Loki, Frigg, Tyr, Hugin, Munin, Balder, Vidar, Vale, etc.

Artigos relacionados:

About the author

Jessica