Geral

Tsuru, o famoso origami de pássaro, e seus significados

Sem dúvida o origami mais conhecido, o mais famoso, é o tsuru, por ser um dos mais belos, delicados e elaborados, mas ele ganhou fama mundial não só em razão de sua beleza, mas também por um episódio trágico ocorrido quase na metade do século XX.

Por essa representação em papel ter celebrizado o tsuru, ele é referido por mais de um nome, como passarinho de origami, passarinho de papel e pássaro da paz.

Mas o que vem a ser um tsuru? É de fato um pássaro que inspirou o origami? Como acabou ganhando projeção mundial e se tornando um dos grandes exportadores da cultura japonesa? Qual evento trágico que ajudou a difundi-lo pelo mundo? Qual a relação do povo japonês com a figura?

Prossiga na leitura para conhecer todos esses detalhes relacionado ao tsuru para saber mais de sua história.

Veja também – Significado de cleptomaníaco

Confira!

O tsuru

O origami de uma ave delicada que ficou muito famoso, se tornando um dos grandes símbolos dessa admirável arte, que por sua vez é um símbolo da cultura japonesa, não nasceu da cabeça fértil de algum japonês. O tsuru de fato é uma ave, uma ave real, que inspirou a dobradura de papel que veio a se tornar célebre.

É uma ave de penas brancas com bico, pescoço e parte inferior das asas em preto. A cabeça é vermelha.

O tsuru na cultura japonesa

Essa ave é muito especial para os japoneses, tanto que enfeites emulando suas formas são recorrentes em celebrações de casamento, aniversários, ano novo etc. É considerado um animal sagrado, como a vaca na Índia.

Essa devoção, esse respeito a esse pássaro não se limita a cultura popular é também uma política de Estado, já que é previsto no código penal japonês pena de reclusão para o camarada que matar ou caçar esse animal.

Tal reverência certamente foi o combustível para se elaborar um origami inspirado nessa ave tão especial para os japoneses.

Mas o que exatamente representa o tsuru para ser alvo de tanta estima no Japão, de onde surgiu essa devoção ao animal que o faz tão popular?

É o que responderemos a seguir. E já adiantamos que essa relação especial entre tsuru e japoneses se origina de uma lenda bem interessante.

Tsuru

A lenda do tsuru

Segundo as lendas japonesas, um tsuru pode viver até mil anos. Por esse motivo, a ave é associada a longevidade (não poderia ser diferente, não é mesmo?). E longevidade no sentido de permanência estendida nesse mundo tão complicado é sinal de saúde, por isso outra associação que se costuma fazer com o tsuru.

Longevidade e saúde são requisitos indispensáveis para uma vida de felicidade, o tsuru é a ave da felicidade, da boa sorte, da fortuna.

É também considerada uma ave, pássaro, da paz, e essa alcunha, esse apelido, tem ao menos duas explicações, sendo que uma não necessariamente exclui a outra.

A primeira versão sobre o tsuru ser o pássaro da paz veio da pura observação da ave. Observação que não ficou limitada a uma pessoa, pelo contrário, foi pelo alto número de pessoas que apontaram a mesma sensação ao olhar para o pássaro, que influenciou a chegada dessa conclusão. De que olhar para o tsuru traz uma sensação de paz, de relaxamento, de calmaria.

Já a segunda versão se baseia em documentação histórica, uma história verídica que sensibilizou a opinião pública mundial. Mas essa é uma história que será contada mais adiante.

Por ser considerada uma ave longeva, a lenda do tsuru no Japão ainda relata de que essas aves fariam companhia aos eremitas que buscam um local afastado, isolado, apartado da humanidade por algumas horas, dias, meses ou anos para se dedicar a um profundo período de meditação. Acredita-se que o tsuru tenha capacidade, poderes sobrenaturais que impede o envelhecimento, o que seria uma explicação para os velhos eremitas sábios viverem tanto e um dos motivos para se refugiar em tais lugares.

Outro aspecto da lenda do tsuru tem a ver com desejo e matemática. Diz a lenda que se forem dobrados mil tsurus e com o foco, a atenção, voltada, em cada tsuru dobrado até chegar ao milésimo, para a realização de um desejo, ele será realizado.

Inicialmente, o tsuru era usado, reproduzido, apenas com o intuito de decoração, já que é natural que se queira enfeitar a casa com símbolos sociais populares, conhecidos por passarem boa energia, estarem associados a boa fortuna, saúde, sorte, felicidade, é tudo o que queremos e desejamos dá e receber dos nosso amigos, vizinhos e familiares não é mesmo? Especialmente em ocasiões de celebração.

Por isso o tsuru é muito popular em festas de fim de ano, casamentos e aniversários no Japão. Posteriormente, por representar tantos aspectos apreciáveis, positivos para a vida das pessoas, logo começou a ser utilizado em âmbito religioso, ser associado a orações e a pedidos de proteção.

Tsuru

O caso tocante

Com o fim da Segunda Guerra Mundial marcada pela explosão terrível e criminosa das bombas nucleares sobre as cidades de Hiroshima e Nagasaki, mesmo as pessoas que não foram afetadas diretamente pelas bombas, mas que estiveram próximas do local, começaram a desenvolver doenças por causa da radiação das bombas.

Uma dessas pessoas foi uma garota de apenas 12 anos que foi diagnosticada com leucemia.

No hospital, recebendo tratamento, recebeu de um amigo querido uma série de papeis coloridos, vários deles. O motivo da grande quantidade foi a lenda de tsuru. O amigo instruiu a garota, lhe explicou a lenda, o mito da ave, para que fizesse o ritual, o desafio de preparar mil tsurus pensando firmemente na realização de um desejo, no caso, a cura para a doença da garota.

A menininha perseverou e fez centenas de tsurus, contudo, o estado da doença foi se agravando, e a pequena Sadako, passou então a pedir, a desejar pela paz mundial.

A garota faleceu em 1955 sem conseguir completar os mil origamis de tsuru, a conta ficou em 964, esse número veio a ser completado posteriormente pelos amigos que não só fizeram os mil tsurus como arrecadaram fundos para a construção de um monumento pela paz.

Monumento inaugurado em 1958 e desde então, todo dia 6 de agosto, dia das explosões da bomba, é realizado no Japão uma cerimônia de lembrança das vítimas desse massacre terrível.

O caso de Sadako repercutiu no mundo inteiro, o que contribuiu para popularizar o origami de tsuru e também a sua associação como pássaro da paz.

Gostou do conteúdo sobre tsuru?

Então curta, compartilhe, avalie.

Seu apoio é muito importante para nós.

Leia mais de nosso conteúdo.

About the author

yasmin