Língua Portuguesa

Alcunha identifica determinada pessoa de maneira informal

Em uma língua como o português brasileiro, muitas mudanças ocorreram na língua. Assim, muitas palavras são advindas de outras línguas e os famosos estrangeirismos se tornaram completamente comuns. Na língua cotidiana, encontramos diversas palavras com significado desconhecido, como ocorre com o termo alcunha.

Diferente da definição de limbo, que basicamente já dá uma ideia do que pode significar, alcunha parece uma coisa e é outra. Isto porque há muitas palavras que podem enganar os mais desavisados e nem tudo que parece, é. Logo, mais o que falar algo que parece bonito oralmente, o ideal é saber seu significado real.

Veja também – Currutela

Conheça hoje o significado desse termo tão intrigante.

De onde vem a palavra alcunha?

Bem diferente do que muitos costumam pensar, o português brasileiro não foi formado só pelo português de Portugal e as línguas indígenas. Há um processo de miscigenação extenso no Brasil e muitos países contribuíram no vocabulário da língua. Assim, diversos estrangeirismos são aceitos hoje por conta de todo esse processo histórico social e cultural.

Também é comum imaginar que nossa língua é formada exclusivamente pelo Latim. Acontece que diferente do termo bélico, nem todas as palavras do nosso português tem sua origem exclusiva no Latim. Bom, palavras advindas do Francês e do Italiano certamente tem essa mesma origem. A maior parte do nosso vocabulário está no Latim, aliás, o modo como a nossa língua se estrutura semanticamente vem do Latim antigo. Porém, isso não é regra nenhuma.

Justamente porque não é parte de nenhuma regra que alcunha não é de origem latina. Na verdade, termo sofreu variação da palavra al-kunya, que é árabe. Sua origem é de outro país e pode remeter a inúmeros significados. Portanto, é essencial conhecer sempre o significado daquilo que é proferido. Isto porque pode acontecer de você acabar sendo desrespeitoso com alguma pessoa por conta disso.

As mudanças em alcunha: o que isso significa?

Muitas palavras estrangeiras acabam por sofrer variação. Essa variação pode ser estilística, de escrita, semântica ou até mesmo de significado. No caso de alcunha, é interessante perceber que diferente do termo maktub, a palavra alterou a escrita. Desse modo, percebe-se que ela foi adotada pelo português e utilizada para seus próprios fins.

No entanto, a sua significação ainda permanece a mesma ainda que a escrita tenha sido alterada. O problema é que o termo também apresenta duas significações mais comuns. A primeira ligada estritamente ao que significa em sua língua materna. E a segunda é um termo antigo que foi adaptado para o português brasileiro.

Em Portugal, essa diferença de sentido também ocorre, mas como a segunda forma é bem mais antiga, apenas a primeira é utilizada. No Brasil o mesmo ocorre e o significado se manteve por questões culturais e históricas.

Isso significa que a língua é mutável o suficiente para admitir mais de um significado e colocar algum desses em desuso. Diversas vezes a língua deixou de usar algumas significações para determinados termos. Por exemplo, termos como “cigano” tiveram sua significação alterada. Isto porque algumas questões consideradas normais em outras épocas, foram reavaliadas e hoje são vistas como preconceituosas.

Alcunha

Qual o significado do termo afinal?

Bom, depois de toda essa explicação, você deve estar curioso para saber o que significa o termo. Como já dito anteriormente, alcunha tem uma escrita que parece indicar um significado, mas tem outro. É o mesmo caso da palavra pacóvio, ambas a palavras parecem um elogio, algo culto, bom. No entanto, é muito pelo contrário.

Alcunha tem como significado principal uma referência informal a algo ou alguém. E não exatamente isso é negativo, certo? O que acontece, na realidade, é que alcunha é utilizada para destacar uma característica positiva ou negativa de uma pessoa, animal ou lugar. Dessa maneira, só é negativa dependendo da conotação utilizada pela pessoa.

Em sua forma mais antiga e pouco utilizada hoje em dia, alcunha significa vilarejo. Mas neste caso é de maneira pejorativa, pois era utilizada por nobres. Estes também podiam se referir às pessoas com usado termo, destacando que elas não eram alguém de verdade. Ou seja, pessoas que não eram aceitas socialmente por quem realmente importava: a nobreza.

Por que a conotação importa?

No caso de alcunha, a conotação é de extrema importância porque é o que denuncia se o termo é utilizado de maneira positiva ou não. Mas, no geral, por que exatamente a conotação é importante?

É uma pergunta que não parece simples, mas na verdade é bastante. A conotação é tudo que envolve o significado figurativo de determinado termo. Assim sendo, pode dar outro sentidos que não o original daquela dada palavra. Este fato pode ser extremamente positivo para quem souber usar com exatidão para fins literários.

Afinal, já existem figuras de linguagem com base na conotação e alcunha pode ser incorporada nesse uso. Assim, dar um caráter literário, nos dias de hoje, para um termo que antes era considerado preconceituoso, demonstra trabalho com a palavra. Este trabalho, conhecido como o ofício da poesia, é muito bonito e valorizado na área da literatura.

Alguns sinônimos

Aqui no Brasil, alcunha também pode ser considerado um apelido, de forma que pode significar muitas coisas. Como já dito anteriormente, o caráter positivo ou negativo depende da conotação. Além disso, também depende de quem fala e para quem fala. De forma que você atribui um valor especifico para aquela pessoa, alcunha pode ser utilizada de diversas formas

Alguns sinônimos conhecidos para alcunha, no Brasil, são: cognome, epíteto e antonomásia. Mas o mais comum mesmo é o apodo, que tem fonte de inspiração em diversos ofícios ou locais de origem. Dessa maneira, os mais conhecidos são: padeiro, japonês, o carioca. Ou então variações desses mesmos apodos: padeirão, o japa, o carioquinha. Percebe-se que nenhuma dessas palavras carrega um caráter negativo em si, tudo irá depender de como a pessoa profere os termos e com qual intuito.

Portanto, alcunha é um termo mais antigo, mas que ainda está em vigor na oralidade. Ainda que não se utilize realmente o termo alcunha, pôde-se utilizar os seus preceitos. Sempre que você decide apelidar alguém ou destacar uma caraterística positiva ou negativa de determinado pessoa, objeto ou local, utiliza-se esse termo. É isso que mantém a língua viva e mutável conforme o tempo passa.

About the author

yasmin