Língua Portuguesa

Significado de percepção: entenda tudo aqui

A percepção está associada a coisas diferentes de acordo com a área ou ao nível de conhecimento de cada um. Num senso comum, as pessoas usam a palavra da forma certa, mas sem ter muita noção de como acontece o processo de percepção na mente humana, nem se dão conta de que é algo muito pessoal de cada um.

Além disso, o conceito de percepção que conhecemos hoje vindo da psicologia, que descreve nosso ato de entender estímulos e fenômenos nasceu a menos de dois séculos. Enquanto isso, existiram outros conceitos de outras ciências que falaram sobre esse processo a partir de pontos de vistas diferentes.

Por tanto, a percepção é um processo que acontece a todo momento na nossa vida e serve justamente para entendermos o mundo dos nossos olhos. Nesse texto, iremos falar um pouco mais sobre essa definição, os tipos de percepção de acordo com a área do conhecimento e como ela se dá. Se quiser saber tudo isso, continue lendo esse conteúdo.

Percepção: o processo de entender o mundo

Antes de nascer, o ser humano é capaz apenas de sentir sensações através de seu tato e ouvir os sons de dentro do corpo de sua mãe, mas assim que saímos do útero somos apresentados a um mundo completamente novo repleto de novas informações. A partir daí, os 5 sentidos passam a captar as informações presentes no mundo e a memória a armazená-las dentro da nossa mente.

Assim, começamos a sentir a variação de temperatura entre diferentes ambientes, ver o que está ao nosso redor, escutar os sons emitidos pelas pessoas, sentir o gosto dos alimentos, entre outras sensações. Ou seja começamos a sentir o mundo e as coisas que acontecem nele.

No começo é assustador para um recém nascido lidar com tanta informação, mas com o passar do tempo a criança se acostuma e passa a lembrar alguns estímulos que sentiu no novo mundo. Por exemplo.

  • A voz da mãe e do pai
  • O cheiro do leite
  • O som da televisão

É muito comum alguns pais falarem sobre o quanto seus filhos ficam curiosos ou com medo sempre que o liquidificador é ligado por exemplo, começando a chorar só da mãe sinalizar que vai usá-lo.

Esse processo de sentir e lembrar é fundamental para a formação de um repertório para o indivíduo, que no futuro vai poder associar um objeto a um som sempre que o escutar, ou a uma situação.

Percepção e aprendizado

É a partir do aprendizado, ou seja, da criação de um repertório que mais tarde vai ser possível que esse indivíduo entenda o mundo a sua volta. Esse processo de saber que determinada sensação está relacionada a algo, reconhecer esse algo em outras situações e criar uma interpretação desse fenômeno é o que chamamos de percepção

Por enquanto pode parecer tudo bem abstrato já que esse é um processo que acontece o tempo todo conosco e descrever algo que já é tão conhecido pode nos deixar confusos.

Mas, por exemplo, se você chega em casa e sente um cheiro, primeiro você se dá conta através do seu olfato a existência desse cheiro. Depois, através de sua memória, lembra que esse cheiro é de flores e então pode se perguntar “quem mexeu no meu perfume?”.

Consegue ver que existem etapas para que se complete a interpretação final? é claro que elas acontecem quase que instantaneamente, mas isso é a chamada percepção.

Percepção nas áreas de conhecimento

Sendo assim, podemos concluir que a percepção acontece a partir do momento que sentimos um fenômeno (seja pelo sentido visual, tátil, olfativo, auditivo ou pelo paladar), reconhecemos o que ele se trata através da memória e aplicamos na situação em que estamos.

Por isso nossa percepção sempre será muito particular da nossa vivência, todos nós temos memórias diferentes e isso afeta completamente a forma que vemos o mundo.

Apesar do conceito ser bem similar, existem formas diferentes de pensar sobre a percepção descritas por três diferentes áreas do conhecimento. Elas são:

Percepção na filosofia

A filosofia começou acreditando que ao perceber as pessoas apenas estavam captando os estímulos, mas com o passar do tempo muito progresso foi feito e cada filósofo a descreve de forma distinta. Um exemplo é Descartes afirmando que percepção é todo ato de inteligência.

Percepção na fenomenologia

Um pouco menos conhecida, a fenomenologia é a ciência que estuda os fenômenos e a percepção é um pilar fundamental de seus estudos. Para ela, o ato de perceber está no processo de sentir, qualificar e interpretar. Ou seja, nós sentimos um fenômeno, lhe damos um significado e o percebemos ao interpretá-lo na situação que ele acontece.

Percepção na psicologia

Essa é a área provavelmente mais conhecida por usar o conceito de percepção. Aqui, a percepção é entendida com duas fases: a sensorial e a intelectual. Na primeira nós percebemos um estímulo e na segunda os organizamos e interpretamos, o que possibilita identificar situações e objetos.

Percepção na sociedade

Por conta do ato de perceber ser muito pessoal de cada um, ao lidar com situações e pessoas podemos criar certos conflitos justamente por percepções diferentes. Dois fatores muito importantes para isso são esses dois conceitos:

  • Percepção seletiva: Quando pessoas entendem coisas distintas da mesma situação, por terem elaborado em estímulos diferentes que por diversos motivos do seu inconsciente lhes chamou mais atenção.
  • Efeito halo: Quando tomamos base um comportamento específico de uma pessoa para generalizar a respeito de toda sua conduta. Ou seja, definimos sua personalidade e caráter por conta de uma percepção passada.

Por fim, percepção é um quadro, uma figura, uma interpretação que criamos na nossa mente sobre os estímulos. Seria praticamente impossível descrever, por exemplo, o toque de alguém no seu braço de forma pura, da forma que ele realmente é. Por mais que você passasse horas e horas tentando especificar exatamente como é essa sensação você sempre estaria criando uma interpretação daquilo.

Dessa forma, estamos sempre percebendo o mundo da nossa forma particular, e a melhor forma de expandir nossa percepção para entender o ponto de vista das outras pessoas é se dando conta disso.

Se você gostou desse conteúdo não deixe de nos dizer nos comentários!