Geral

O que é ano sabático? O que significa? Descubra aqui!

O que significa ano sabático

Ano sabático é um termo que surgiu com a cultura hebraica e faz menção ao fato de se isolar de atividades profissionais durante todos os meses do ano para dedicar-se exclusivamente a algum projeto de vida.

O ano sabático não pode ser confundido com férias, pois diferente dessa, não há previsões legais para esse feito. Ou seja, as empresas não são obrigadas a conceder um ano para seus empregados para fim desse tempo sabático.

Veja também – Austeridade

Apesar disso, algumas empresas de diversos países, em especial aqueles cuja cultura está relacionada à cultura judaica, acabam por aceitar e até mesmo incentivar esse tipo de ‘licença’ por acreditarem que ela pode proporcionar não somente um crescimento pessoal, como também profissional.

Nesses locais onde o ano sabático é incentivado, não basta apenas manifestar a vontade de tê-lo, mas antes de tudo precisa ter um projeto a ser apresentado no local de trabalho a fim de comprovar o real motivo pelo qual esse momento de ausência será importante tanto no âmbito pessoal quanto profissional.

Após a apresentação do projeto, algumas empresas ajudam até mesmo a financiar ideias de funcionários durante esse período sabático, mas obviamente que isso só acontece apenas quando a empresa percebe algum potencial de retorno. Sendo assim, em alguns casos, os funcionários além de serem ‘patrocinados’ pela empresa onde trabalham, ainda recebem o salário durante esse período como se estivessem trabalhando normalmente.

Pode-se dizer que existem vários motivos para que uma pessoa opte por ter esse período sabático, são eles:

  • Insatisfação pessoa;
  • Insatisfação profissional;
  • Estresse mental ou físico extremo;
  • Por enxergar que é o momento perfeito para colocar aquele sonho em prática;
  • Por vontade de recomeçar a vida depois de um baque emocional profundo, etc.

O que é certo é que o ano sabático parte do desejo de pessoas que querem iniciar uma nova atividade a fim de acabar com frustrações que impedem o avanço na vida profissional e social.

Como dito acima, o ano sabático não pode ser considerado férias por não ter embasamento legal. Mas além disso,  principalmente pelo fato de que ao contrário das férias, o ano sabático tem a ver com colocar em práticas projetos que envolvam aprendizado, criação e descobertas, como viajar para estudar e ter experiências com outras culturas que podem permitir com que novas habilidades sejam alcançadas, por exemplo. Dessa forma,  quem tem acesso a esse tipo de experiência, consegue voltar mais especializado e mais e com mais atributos para atuação em outras áreas.

Ferias, por sua vez, tem mais a ver com descanso.

Ano sabático na Bíblia

A Bíblia que faz menção ao ano sabático é mais conhecida como Torá, uma espécie de Bíblia para o povo judeu. De acordo com a Torá o ano sabático deve ser realizado a cada sete anos, ou seja, durante seis anos o trabalho deve ser árduo para que no sétimo ano o descanso possa ser colhido.

Esse tipo de sistema para os judeus também é regra durante as semanas dos meses. Para esse povo é regra que o sábado seja separado para o descanso, sendo extremamente proibido qualquer tipo de trabalho durante esse período.

Conhecido também como Shemitá, o ano sabático é mencionado na Torá como o período de descanso da terra, sendo proibido aos judeus qualquer tipo de atividade relacionada ao cultivo à agricultura.

Artigos relacionados:

About the author

Jessica