Ciência

Entenda o que é Quântica e veja alguns exemplos

Às vezes algumas questões estão muito longe do nosso saber, e podem ser complicadas de compreender. No entanto, algumas breves explicações podem elucidar um pouco o que significa determinado estudo. Por exemplo, a Quântica é algo que nem todos sabem, mas não é tão difícil assim.

O estudo aprofundado da Quântica é mais complicado e requer uma atenção maior. A metodologia cientifica é aplicada de outra maneira, que abrange mais temas que as elencadas na presente matéria. Assim, é preciso muitos anos de estudo para se compreender em sua totalidade esse termo. E mesmo assim os especialistas divergem a respeito desse tema, porque é algo que se está começando a entender melhor atualmente.

Veja também – Significado de candidíase

Dessa forma, há questões que se compreende muito bem sobre a Quântica e outras que nem tanto. Isto porque ainda falta tecnologia para compreender o que exatamente compõe essa ciência da natureza. Portanto, conheça agora as questões básicas desse assunto tão complicado. Com toda certeza isso te ajudará a iniciar conversas com pessoas diversas.

O que é Quântica?

A Quântica é uma ciência da natureza que focando estudo dos átomos. Dessa forma, é também conhecida pelo nome de física quântica, teoria quântica ou modelo mecânico de ondas. Isto porque o seu estudo é a respeito das menores partes que compõe os elementos da natureza. Ou seja, essa área estuda justamente aquilo que não conseguimos ver ou entender em sua completude.

Assim, o estudo desse sistema se dá pelo entendimento das dimensões mais baixas ou próximas da escala atômica. Logo, o estudo das moléculas, dos átomos, elétrons e do prótons, bem como de diversas outras partículas menores, cabe à Quântica. No entanto, em casos mais raros, essa área pode chegar a descrever estudos em nível macroscópico.

Então, esse estudo é muito mais sobre o meio ambiente do que podemos imaginar. Afinal, é um nível completamente imperceptível a olho nu, mas que é de extrema importância. Isto porque explica as questões mais importantes ligadas ao ser humana e sua relação com o mundo, assim como justifica sua existência.

É por esse motivo que a todo momento a física tenta evoluir. Não se trata apenas de encontrar uma verdade absoluta. Muito menos de tentar reiterar ou contradizer antigas teorias. É uma tentativa de tentar compreender o que acontece hoje e o que esconde o Universo.

Quântica

Por que é tão importante o estudo da Quântica?

Como já dito anteriormente, a Quântica se trata de um estudo dos átomos, das menores partículas existentes. Assim, ela demonstra como funciona os centros de energia do nosso planeta e que regem nossas vidas. Afinal, tudo são elétrons, prótons e átomos, até mesmo as coisas que não podemos imaginar. A força existente nesses elementos e também o modo como se comportam são capazes de evidenciar aspectos importantes de nossa vida.

Posto isso, o estudo dessa área do conhecimento só tem a proporcionar conhecimento válido para a sociedade. Sendo assim, é comum que novas descobertas choquem cientistas, bem como é capaz de nos fazer compreender muitos aspectos da vida. Por exemplo, pode nos fazer compreender de onde viemos afinal, de modo que a explicação seja maior que a teoria da evolução de Darwin.

E não que ela seja irrelevante, na realidade, ela é importante demais para compreender as especies no geral. Contudo, nem mesmo essa teoria tão complexa é capaz de explicar tudo que tange ao Universo. Nem mesmo a Quântica conseguiu alcançar esse feito, e é justamente essa questão que é tão intrigante nos estudos dessa área.

Quanto mais se estuda, parece que menos se sabe. As teorias são infinitas e as possibilidades ínfimas, quase como se nunca pudéssemos compreender o que está ao nosso redor. Ainda assim, o avanço das tecnologias tem proporcionado bons resultados. E os cientistas estão conseguindo elucidar muitas questões ainda que nossa tecnologia atual só permita um pequeno relance do que é a Quântica por completo. É quase como se fossemos a eterna famosa frase de Sócrates: só sei o que nada sei.

A partícula de Deus

Ainda que a Quântica seja de uma área do conhecimento completamente diferente da figura de linguagem Apóstrofe, seu estudo é relevante. Já foi dito anteriormente porque é importante compreender esta área de estudo. No entanto, cabe explicar de que modo isso afeta nossas vidas com alguns exemplos.

O mais claro dos momentos em que a física Quântica explicou algumas questões para a sociedade, foi com a partícula de Deus. Porém, é preciso dizer que não se trata de uma maneira religiosa de se referir à ciência. E muito menos é uma maneira da ciência zombar da religião. É quase que um complemento de uma pela outra.

Recentemente, foi descoberta a partícula mais elementar da ciência, conseguiu-se definir que sem esta partícula, nenhuma outra existiria. O que antes era basicamente impossível, ocorreu com o avanço da tecnologia na área da física. Também chamada de Bóson de Higgs, a partícula de Deus já tinha sido prevista muito antes. Mas só conseguiu ser comprovada e definida em 2013.

Teoricamente surgiu com o Big Bang e é a primeira partícula existente no Universo como o conhecemos hoje. Dessa maneira, é conhecida como obra de Deus porque é dela que surgiu todo o resto. E também porque não se conseguiu ir além dessa partícula até o momento, e a ciência está estagnada nesse momento. Falta ainda compreender como ela pode ter surgido ou se há elementos anteriores a ela que são desconhecidos para nós.

Quântica

A radiação

A Quântica também é capaz de estudar a radioatividade de um átomo. Assim, compreende-se a meia vida e os efeitos na vida de uma pessoa que essa emissão radioativa pode causar. Além disso, é preciso lembrar que é apenas uma probabilidade do que pode acontecer. Isto porque essa área não é capaz de determinar nada com exatidão.

Ao contrário do nível macroscópico, no ambiente micro, não se tem como saber a velocidade ou as possibilidades dos elementos analisados. A Quântica, portanto, é mais sobre as possibilidades de comportamento dos elementos menores conhecidos pelo homem. Não é uma ciência exata como muitos acreditam, mas de percepção do que pode ter acontecido ou do que pode ser aquela determinada partícula.

About the author

yasmin