Língua Portuguesa Educação Geral

O que é estrangeirismo: conceito e exemplificações. Confira!

O que é estrangeirismo

Estrangeirismo é o processo linguístico que introduz uma palavra, frase estrangeira ou expressão de outros idiomas na língua portuguesa.

No entanto, nem todas essas palavras inseridas no nosso idioma permanecem com a sua pronuncia original, isso por conta da acomodação linguística que vai adaptando as palavras até se tornarem mais ‘nativas’.

Veja também – Significado de subestimar

Sendo assim, várias palavras de outros idiomas sofreram um fenômeno conhecido como ‘aportuguesamento’ até chegarem na pronuncia que utilizamos hoje.

A maioria das palavras presentes no nosso dialeto são provenientes dos idiomas: espanhol, francês, latim, árabe, inglês, grego e italiano. Esses idiomas começaram a ser inseridos por diversos motivos, tais como: fatores políticos, históricos, socioculturais, por avanços tectonológicos, etc.

Hoje, já é tão comum pronunciarmos tais palavras que nem mesmo nos tocamos de que são palavras estrangeiras. Confira algumas a seguir:

Estrangeirismo exemplos

Várias palavras da língua portuguesa são derivadas ou sofreram modificações devido ao estrangeirismo. Confira algumas delas:

  • Omelete (do francês omelette)
  • Manicure(do francês manucure)
  • Maquiagem (do francês maquillage)
  • Champanhe (do francês champagne)
  • Boate (do francês boîte)
  • Bistrô (do francês bistrot)
  • Ateliê (do francês atelier)
  • Baguete (do francês baguette)
  • Batom (do francês bâton)
  • Maiô (do francês maillot)
  • Abajur (do francês abat-jour)
  • Croassã ou Croassão (do francês croissant)
  • Bijuteria (do francês bijouterie)
  • Conhaque (do francês cognac)
  • Azeite (do árabe az-zayt)
  • Café (do árabe qahwa)
  • Álcool (do árabe al-kuḥul)
  • Papagaio (do árabe babbagā)
  • Alfaiate (do árabe al-ḫayyāṭ)
  • Açúcar (do árabe as-sukkar)
  • Azeite (do árabe az-zayt)
  • Bife (do inglês beef)
  • Basquete (do inglês basketball)
  • Piquenique (do inglês picnic)
  • Boxe (do inglês boxing)
  • Folclore (do inglês folklore)
  • Deletar (do inglês delete)
  • Bangalô (do inglês bungalow)
  • Coquetel (do inglês cocktail)
  • Estresse (do inglês stress)
  • Basquete (do inglês basketball)
  • Futebol (do inglês football)
  • Nocaute (do inglês knockout)
  • Handebol (do inglês handball)
  • Vôlei (do inglês voleyball)
  • Palhaço (do italiano pagliaccio)
  • Carnaval (do italiano carnevale)
  • Mozarela, mussarela ou muçarela (do italiano mozzarella)
  • Espaguete (do italiano spaghetti)
  • Capuchino (do italiano capuccino)
  • Guerrilha (do espanhol guerrilla)
  • Hombridade (do espanhol hombredad)
  • Novilho (do espanhol novillo)
  • Valsa (do alemão walzer)
  • Xampu ou Champô (do hindi chāmpo )

Texto com estrangeirismo

Textos com estrangeirismos são textos que possuem palavras em outros idiomas ou originadas a partir de outros idiomas.

Esse tipo de texto é muito utilizado em escolas como uma forma de incentivar os alunos a pesquisarem e a estudarem as palavras de outras línguas que foram inseridas no nosso idioma.

Além disso, os textos com estrangeirismo servem também para mostrar a profundidade com a qual a língua portuguesa tem sido e ainda é influenciada pelos demais idiomas.

Ademais, concluindo a explicação pelo qual o estudo do estrangeirismo é importante, conseguimos entender ainda como essa influência se reflete também na nossa cultura. Confira um exemplo de texto com estrangeirismo abaixo:

Estrangeirismo

Estrangeirismo zé ramalho

Conforme dito acima, além da língua portuguesa, a cultura brasileira também sofreu impactos de outros idiomas. Um exemplo bem claro onde podemos notar essas influencias é através da música, conforme podemos conferir abaixo:

Zé ramalho – Estrangeirismo

Outro dia me convidaram para irmos ao MC Donald’s comermos cheeseburger

O salão estava lotado e fizemos os pedidos através de um tal de drive thru
Os colegas percebendo a minha irritação disseram
Se tu tiver com pressa eles tem um sistema de delivery, maravilhoso
Desacostumado com este linguajar chamei os cabras: Vamos simbora

Seguimos pela avenida Henrique Schaumann
Onde pude observar um outdoor
Estava escrito: China In Box, e uma seta indicativa: parking
Nós não paramos por lá não

Seguimos mais adiante avistamos um restaurante bonito e luxuos
E na porta de entrada uma luz neon piscando escrita: Open

Quando olhei pro chão, pude ver estampado um capacho
Com a bandeira americana me convidando: Welcome
Ao adentrarmos naquele recinto eu pude observar na sua decoração
E nas paredes estavam escrito assim: Ice cake, cheese egg, cheeseburger e fast food
Eu pensei comigo food na Bahia a gente usa numa outra situação

Do meu lado esquerdo uma garota tomava uma cerveja
Numa lata vermelha e azul cuja marca era Budweiser
O camarada que lhe acompanhava tomava sua long neck, Heineken
Do me lado direito uma loira bonita peituda falava pro cabra
Com voz sensual assim: Eu trabalho numa relax for man
E ele pergunta pra ela: Fica próximo do motel My Flowers?
E ela lhe responde: Não baby, fica junto a Night Club, Wonderful Penetration

A fome aumentava juntamente com a raiva
E eu não sabia se pedia um hot dog, ou um simples cachorro quente
Emputecido mais uma vez com aquela situação chamei os caboclos: Vamos simbora

Na saída o manobrista nos recebe
E nos entrega as chaves do nosso possante veiculo
Um fusca sessenta e oito fabricado em volta redonda
Na época do presidente Juscelino Kubitschek
Ele olha pra mim e me diz: Thank you sir and have a good night
E eu usando toda minha simplicidade e educação que aprendi no sertão da Bahia
Eu olhei pra ele e lhe disse: Vá pra puta que lhe pariu!

Eu gostaria de falar com o presidente
Pra cuidar melhor da gente que vive neste pais
Nossa gramática está tão dividida
Tem gente falando happy, pensando que é feliz
Acabaria com esse tal estrangeirismo
Que deturpa nossa linguá e muda tudo de uma vez
E os mendigos que hoje vivem nas calçadas
Ensinaria ao brasileiro, que aqui se fala o português

Sou simples sou composto, oculto indeterminado
Participio eu sou gerundio, sou fonema sim senhor
Adjetivo, predicado eu sou sujeito, ainda trago
No meu peito este país com muito amor

Lá no centro da cidade quase que morri de fome
Tanta coisa tanto nome e eu sem saber pronunciar
É fast food, delivery, self-service, hot dog, ketchup
Só queria almoçar

Lá no centro da cidade quase que morri de fome
Tanta coisa tanto nome e eu sem saber pronunciar
É fast food, delivery, self-service, hot dog, ketchup
Meu Deus onde é que eu vim parar

Artigos relacionados:

O que significa lúdico? Saiba mais sobre o conceito da palavra

O que significa sucinto: conceito e definição. Confira!

Significado de erudito: conceito e definição. Confira!

Pagão: conceito e definição da palavra. Confira!

About the author

Jessica