Expressões em inglês

Rage quit, termo comum no universo dos games: entenda o que significa

Rage quit

Antes, a expressão game over piscando na tela dos jogos era suficiente para irritar uma horda de gamers. Entretanto, hoje a coisa não chega nem a esse ponto. Afinal, o rage quit é um novo termo que designa o fim antecipado do jogo. Ao menos para um jogador…

Expressão surgida dentro do criativo universo dos jogos, a irritante expressão é uma combinação de duas palavras inglesas. Nesse caso, rage que significa “raiva”, ao passo em que quit significa “sair”.

Com isso, fica fácil definir que essa expressão é empregada para os jogadores que, nos momentos raiva total, deixam o jogo por perderem a paciência. Assim, além de possíveis amigos, o resultado é a perda também de todo o progresso conquistado. Dito isso, relaxe, pois você é nosso convidado para explorar esse tema mais afundo.

Dos jogos antigos a atitudes como o rage quit

Claro que a atitude de abandonar um jogo por sentir raiva durante uma partida pode parecer novidade. Ainda mais se você está no mundo gamer desde a década de 1980, pois a geração do século XXI já deve saber.

De uma forma ou de outra, quase todo jogador de videogame já deve ter passado por perrengues inexplicáveis. A exemplos de não conseguir eliminar certo inimigo, ficar preso numa fase do jogo ou até mesmo falta de conhecimento do enredo proposto.

Contudo, o que realmente mudou nesse período é a questão do jogos on-line. Aliás, aqui a coisa fica mesmo muito mais competitiva, com equipes enfrentando-se em jogos épicos. Sem contar que as plataformas permitem até mesmo compatibilidade entre si, aumentando casos de rage quit pelos possíveis e temidos atrasos, os lags.

Enfim, um exemplo clássico dessa atitude nos dias de hoje marca presença nos cenários de combates entre times rivais. Afinal, aqui as partidas podem reunir duas equipes com vários participantes, chegando a durar meia hora ou até mais.

Com o objetivo de uma derrotar a outra, essa ânsia gerada pode deixar todo mundo estressado em certas horas. Até por que existem momentos pesados de combate, resultando em irritação e a provável ação de rage quit, deixando alguém sempre em desvantagem.

O comportamento do rage quit

Todavia, essa mesma atitude é vista em inúmeros outros jogos, desde os primeiros consoles off-line, até o uso de emulador e os mais modernos “centros multimídia” de hoje. Desde que uma partida é abandonada, bem como outros games on-line, a atitude de tal jogador começa a ser vista com desconfiança.

Até por que pode existir uma série de punições para quem usar essa técnica “desleal”. Embora no começo seja meio leve, com o tempo ela pode resultar em punições maiores e até expulsão.

Afinal, esses jogos eletrônicos têm o grande objetivo de relaxar e entreter pessoas em casa e ao redor do mundo. Acontece que certos afobadinhos conseguem ser mais que competitivos, pois eles ficam chatos e obcecados.

Ao buscar a vitória a qualquer preço, esse tipo de jogador visa jogar apenas para ganhar. Assim, esse estresse todo é lenha para ocorrer um surto de rage quit a qualquer momento.

Claro que cada pessoa tem sua própria maneira para lidar com situações de estresse ao jogar games. Até por que na maior parte do tempo, a raiva pode consistir na forma de ofensas diretas a demais jogadores.

Nem precisamos confirmar que essa é apenas outra atitude inapropriada. Contudo, vale a pena lembrar que, para acabar com a prática, além de punir ou bonificar, lembre-se de que o rage quit é única saída para os verdadeiros losers.

Rage quit

Motivos que causam o rage quit

Todo mundo já deve ter ouvido alguém xingando, batendo na mesa e até mesmo jogando o controle no chão. Para isso, são vários os motivos que detonam um caso de rage quit. Assim, confira alguns momentos em que o gamer de verdade precisa enfrentar com calma e respeito à galera:

  • Você andou a fase toda para pegar um item, aí tem que entregar no começo de tudo;
  • Você morreu para um novato, porque ele voava, tinha raio laser e mais armas;
  • Não consegue fugir dos f*cking cheaters ou hackers;
  • Ao tentar matar o chefão, você voltou ao começo do jogo;
  • Mesmo tentando o dia todo de vezes, ainda não passou de fase.

Combatendo os surtos de rage quit

Como você viu aqui conosco, rage é uma palavra inglesa que significa “raiva”, “ira”.  Todavia, apesar de ser utilizada por gamers de diversas épocas e jogos, elas são mais comuns nos dias de hoje.

Então, como lidar com essa nova geração para que evitem as causas de rage quit? Afinal, essa reação negativa a qualquer dificuldade pode trazer graves consequências, sem falar na treta desnecessária que rola no jogo em geral.

Como evitar os casos de rage quit?

Claro que é possível evitar surtos de rage quit. Aliás, você pode evitar ser e jogar com uma pessoa “irada”. Para isso, siga alguns de nossos conselhos para manter-se educado on-line. A começar com uma boa conduta.

Até por que pode parecer difícil estar numa partida dura, mas claro que é possível. Ou seja, mesmo que um gamer abuse do rage quit, jamais dê o outro na mesmo moeda e o faça de forma recíproca, o que pode piorar as coisas.

Apenas fique firme e não seja ignorante, apenas mostre que você é diferente dele tenha boas atitudes. Em relação aos contatos bloqueados, apesar de não querer ser incomodado pelos caras surtados, em vez de bloquear, deixe-os no “mudo”.

Enfim, como dica mais importante para evitar casos de rage quit, procure outras atividades para alternar entre as horas na frente dos games. A princípio, aposte em atividades físicas, ler um livro ou ver um filme.

Cuidado com as reações ao rage quit na sua comunidade

Para fechar o artigo, é sempre bom lembrar que todos nós vivemos em sociedades. Por isso que a atitude de ira pode causar mais problemas, pois você pode acabar com o prazer de qualquer jogo ao incitar jogadores nas partidas.

Por outro lado, é impossível eliminar toda a raça rage quit dos consoles e até da internet. Contudo, você pode fazer a sua parte, mostrando atitudes valorosas como respeito e amizade. Até por que treino e honestidade são as qualidades de todo campeão.