Língua Portuguesa

Subjetividade: significados e definições

Subjetividade é algo que este post não pode ser. Porque temos como proposta passar as definições dos termos que nos propomos a explicar. Portanto, a nossa meta, a nossa principal ferramenta de trabalho é a objetividade, que seria o oposto da subjetividade.

Objetividade trabalha com o mundo externo, o que é racional, consciente, que permite uma análise com visão imparcial sobre fatos. Não é uma questão de opinião, que varia de acordo com as experiências e os conhecimentos de cada individuo. A Terra não deixa de ser oval porque alguns malucos afirmem que seja plana. Há dados objetivos que apontam que o formato da Terra não é passível de crença, mas a constatação de uma realidade imutável.

O mesmo vale quanto ao aquecimento global, o mal do tabaco no organismo humano, as estatísticas do desemprego no país, a escalada da violência com uma força policial mais repressora. Nãose tratam de observações especulativas, filosóficas, mas uma amostra da realidade crua que precisa ser encarada de frente.

Fica claro, diante dessa exposição e conforme foi-se apontado de começo, que a subjetividade se coloca no extremo oposto do campo da objetividade o que já nos fornece uma boa ideia do assunto que aborda.

Mas como precisamos ser objetivo, fornecer informações claras, que não deixem margem para a dúvida, para que a pauta não acabe entrando na seara da subjetividade, fornecendo informações parciais que apenas sugerem, mas não definem um significado, possibilitando interpretações múltiplas com possíveis preenchimentos de lacunas, vamos explicar desde o começo o que significa subjetividade.

Confira!

Sendo objetivo com subjetividade

Apreciando a formação da palavra subjetividade, vemos que ela descende, deriva, de vocábulos latinos, sendo eles “subicere” e “jacere”. Respectivamente significam “colocar”, “sob” e “atirar”, “jogar”.

Ou seja, juntando os termos temos subjetividade, temos “jogar sob algo”, “atirar sob algo”.

Esse “algo” seria o nosso lado interno, as nossas emoções.

Subjetividade

Ao lembrarmos que objetividade trata-se do que é verificável no mundo externo, conta com os nossos sentidos, a capacidade de discernimento para se registrar fenômenos, subjetividade, como exemplo antagonista, seria um mergulho interno, um olhar para si para identificar reações ante aos acontecimentos externos que aparentemente não se apresentam como questões fechadas, onde há uma resposta definida e incontestável.

Subjetividade é o modo particular de como um individuo se enxerga perante a sociedade, como lida com os próprios pensamentos, sentimentos e sobre a própria identidade. É algo que está entrelaçado ao modo de ser, a personalidade de cada um.

Por essa razão diz-se que uma questão subjetiva é aquela que ainda não se tem resposta definida, dados concretos que apontem um caminho claro para sua resolução e que por isso fica sujeita a interpretação, as percepções, impressões de cada indivíduo que, com base em suas experiências passadas e conhecimentos, forma uma visão particular sobre o assunto sempre sujeito a questionamentos ou endossos, dado seu caráter puramente especulativo, sem amparo de evidências verificáveis.

No campo acadêmico

Outra divisão clara que se faz entre subjetividade e objetividade ocorrem no meio acadêmico. Subjetividade integra campos da Psicologia, Filosofia e Psicanálise. Já a objetividade é uma das matérias de estudo da Epistemologia, cuja função é a busca da validação de um conhecimento.

Subjetividade na Psicologia

Na área da Psicologia subjetividade recebe um olhar mais aprofundado. É o campo em que se avalia, estuda as inquietações de um indivíduo. É vista como um espaço íntimo, uma zona que armazena todas as informações de como o tipo se relaciona com o mundo externo e como lida com o seu mundo interno.

A subjetividade, portanto, pode ser encarada como um espaço interno em que se aglutina, armazena emoções, pensamentos e sentimentos de um ser onde cabe ao profissional da psicologia usar de sua expertise, técnicas, conhecimentos para acessar essa região íntima de cada ser para explorar o seu interior e assim entender quais são as suas angústias, seus receios, suas vontades.

Exemplos de subjetividade

Alguns casos em que o emprego do termo subjetividade é recorrido para dá sentido em uma frase.

“A pena de morte é uma questão subjetiva, o que fica evidenciado pela polarização existente no país sobre o tema. Se é certo que nos primeiros meses da aplicação da pena de morte, os números de crimes, caem, os dados também apontam que esse índice tende a não permanecer e voltar aos patamares regulares antes da aplicação. Os contrários alegam ainda que o sistema judiciário é muito falho e corrupto, o que aumentaria as chances de que injustiças inomináveis, irreparáveis ocorressem”.

“Apontar que um clube de futebol é maior do que os demais, considerando que todos são centenários, conquistaram os principais títulos e possuem grandes torcidas é avaliar a questão de modo subjetivo”.

“Esse texto não pode ser aprovado, precisa de edição de copidesque, cortes do editor ou até a total reescrita por que está repleto de subjetividade e trabalhamos, precisamos e prezamos pela objetividade, pela frugalidade do texto, pela exposição fria e crua do fato de modo a informar o leitor da forma mais clara e rápida possível”.

“Esse programa beira ao patético ao mirar na subjetividade excessiva em detrimento da sobriedade dos fatos. Parece uma cinebiografia romanceada em vez de uma reportagem séria”.

“A sentença não pode ser baseada em “convicções pessoais”, sempre sujeitas ao campo da subjetividade, mas com provas cabais, objetivas, e de total imparcialidade do magistrado”.

Subjetividade

Considerações finais

Subjetividade é o modo particular de como um individuo se enxerga perante a sociedade, como lida com os próprios pensamentos, sentimentos e sobre a própria identidade. É algo que está entrelaçado ao modo de ser, a personalidade de cada um.

Objetividade trabalha com o mundo externo, o que é racional, consciente, que permite uma análise com visão imparcial sobre fatos.

Na área da Psicologia subjetividade recebe um olhar mais aprofundado. É o campo em que se avalia, estuda as inquietações de um indivíduo. É vista como um espaço íntimo, uma zona que armazena todas as informações de como o tipo se relaciona com o mundo externo e como lida com o seu mundo interno.

Gostou desse conteúdo sobre subjetividade?

Então curta, compartilhe, avalie.

Seu apoio faz a diferença.

Leia mais de nosso conteúdo.

About the author

yasmin