Expressões em inglês

Entenda a supply chain (cadeia de suprimentos)

Claro que uma gestão eficiente de supply chain é vital para que uma empresa seja realmente um negócio lucrativo. E você sabia que a logística também tem importância vital dentro dessa organização? Afinal, ela é responsável pela garantia de que cada produto seja embalado, transportado e até estocado corretamente.

Mas saiba que uma cadeia de supply chain ainda precisa provar seu valor através de gestões adequadas e muito planejamento. Por isso, neste nosso artigo, você vai saber a fundo tudo sobre a definição do termo supply chain, como executar os processos com segurança e rentabilidade, ampliar os conceitos de logística e ainda aprender mais alguns exemplos de administrações bem-sucedidas.

Definição de supply chain

O termo da língua inglesa “supply chain” pode ser traduzida pela expressão “cadeia de suprimentos”. Ela designa todas as etapas que abrangem a fase de entrega e de produção de mercadorias, como as seguintes:

  • Estocagem;
  • Aquisição de matéria-prima;
  • Logística.

Ainda é importante lembrar que uma supply chain tem início nos fornecedores e chega até cada cliente final, abrangendo todos os processos e etapas de uma relação de mercado. Aqui, podemos incluir fases vitais, como:

  • Investimento financeiro;
  • Recurso humano;
  • Informações de mercado;
  • Fluxo de trabalho.

A gestão de uma supply chain

Otimizada para atuar como um sistema de organizado de integração entre os elementos atuantes e variáveis na cadeia de suprimentos, essa gestão recebe o nome de supply chain management. Afinal, toda essa administração precisa estar organizada e demandar processos eficientes para um melhor gerenciamento das seguintes áreas:

  • Produtos e mercadorias;
  • Atividades de prospecção;
  • Setor de compras;
  • Rotinas e funções administrativas programadas;
  • Fluxos de informação.

Como respaldo para a garantia de lucro e sucesso, o método de supply chain chega a empregar várias soluções tecnológicas, técnicas e métodos para monitorar, integrar, organizar e controlar cada etapa dentro da cadeia de suprimentos, contando ainda com áreas como as de logística, transporte, distribuição, estoque e compras.

Ainda é fundamental você estar ciente de que cada negócio tem uma supply chain própria, ao mesmo tempo em cada fornecedor, profissional autônomo ou cliente tem a sua. Isso quer dizer, para uma gestão de cadeia de suprimentos ser rentável e eficiente, a administração precisa analisar tanto os fatores internos quanto os externos, englobando fornecedores, parceiros e consumidores.

Integrando os processos da cadeia

Claro que é essencial a integração total entre todos os elementos, de respeito aos cronogramas até mesmo as trocas de dados, para que parceiros como os fornecedores entreguem a matéria-prima em dia e cada cliente receba sua encomenda.

Para facilitar o processo e manter tudo em sincronia, toda empresa precisa investir em ferramentas tecnológicas para que a supply chain tenha controle de todos os dados cruciais para controle pleno de resultados dentro da cadeia de suprimentos e de seus processos. Por menores que sejam, até mesmo soluções especificas para controlar estoques e planejamento logístico são indicadas para facilitar e melhorar ações operacionais e de integração.

A administração correta da sua supply chain

Você já está notando que toda gestão adequada da sua supply chain depende também de sinergia, para gerar uma produção mais otimizada e eficiente, cumprindo com prazos exigências solicitadas. Mas ainda é viável a redução de custos dessa cadeia de suprimentos seguindo alguns simples passos que destacamos logo abaixo.

  • Eliminar os conflitos e a falta de informação entre entrega e estoque;
  • Evitar perdas e desperdícios;
  • Melhorar o controle interno e externo de mercadorias e matérias-primas;
  • Diminuir a ociosidade de pessoal e maquinário.

Para você melhorar esses resultados e ficar mais competitivo, invista também na eliminação de funis logísticos, focando esforços para estruturar uma gestão lucratividade com sua supply chain. Com o tempo, qualquer empresa pode mudar os rumos de suas atividades e deixar os processos mais eficientes e simples, resultando inclusive no aumento da capacidade produtiva dos colaboradores.

Um olhar interno sobre supply chain

Como você já viu aqui, fatores externos interferem na boa gestão de uma supply chain. Mas como agir vendo pelo prisma interno de uma empresa? Afinal, cada mercadoria tem que passar por muitos desses processos até ser entregue ao consumidor.

Isso quer dizer que o empresário precisa fazer mais do que apenas comprar e colocar para venda. Para quem procura retorno lucrativo de verdade, é preciso conhecer o produto de ponta a ponta, muito além das suas próprias especificações, como o conhecimento total sobre seu ciclo de vida. Você já se fez estas perguntas abaixo?

  • Minha mercadoria é sob encomenda ou para pronta-entrega;
  • Em que períodos sazonais meu produto tem mais procura;
  • Quais são os prazos passados pelos meus fornecedores.

Você notou que esses fatores são vitais para uma produção e disponibilidade adequadas? E quem é responsável por isso é a sua administração interna, controlando cada processo referente às seguintes rotinas destacadas abaixo.

  • Armazenagem;
  • Entrega;
  • Controle dos pedidos;
  • Aquisição de mercadorias;
  • Pedidos de troca e devolução.

No caso dos lojistas que são apenas um elo dentro de uma supply chain, é preciso estar sempre na linha de frente com o objetivo de analisar cada elemento da cadeia e procurar formas para um melhor aprimoramento dos procedimentos. Toda essa gestão, dependendo do porte, produto e modelo de negócio, pode ser organizada das seguintes formas:

  • Coleta de avaliações e feedbacks pelos canais de atendimento;
  • Cotação e homologação de fornecedores;
  • Planejamento de compra baseada em estudos de demanda e oferta;
  • Fabricação e estocagem do produto;
  • Venda e entrega.

Benefícios da supply chain

O gerenciamento eficaz da cadeia de suprimentos tem bons reflexos em toda a empresa. É por meio dele que a empresa vai controlar os fluxos dos produtos — e isso afeta diretamente o consumidor. Alguns dos principais benefícios relativos à boa gestão de supply chain são:

Melhora nos serviços

Todo bom gerenciamento de uma supply chain garante à empresa que seus produtos estarão sempre disponíveis e serão entregues conforme o prazo. Assim, você evita a falta de produtos ou excessos na gestão dos estoques.

Custos operacionais reduzidos

Ponto chave para muitas empresas, toda a redução de custos de armazenamento relacionados a espaços pode feita a partir dos processos de se evitar perdas de mercadorias e até mesmo o de se evitar manter produtos vencidos e encalhados estocados inutilmente.