Expressões em inglês Tecnologia

O que é uma startup? Quais seus princípios?

Startup

Algumas palavras entram e saem de moda o tempo inteiro. Há algumas palavras que você não sabe exatamente como surgiram, mas de repente estão no seu dia a dia. O caso da startup é justamente esse, parece que as pessoas começaram a utilizar em excesso esse termo.

No entanto, diferente de palavras árabes como Maktub que entram na moda por questões culturais e filosóficas, outras como a startup surgem através de contextos profissionais. É justamente por esse motivo, por exemplo, que muitas pessoas não sabem exatamente o que significa o termo.

Também é por esse motivo que algumas pessoas entendem melhor esse termo e outras não. Portanto, chega de ficar na dúvida e conheça hoje o significado dessa palavra que deixa até os mais espertos um tanto confusos.

Para início de conversa: o que é uma startup?

Antes de mais nada, é preciso explicar exatamente o que significa o termo. Basicamente, startup é uma empresa nova com ideias diferentes. Contudo, não se apegue apenas a esse significado, porque há muitas discussões a respeito dele.

É comum, então, que o termo fique confuso para a maioria das pessoas. Uma vez que mesmo os especialistas discutem o que significa uma startup, qualquer um pode aplicar o significado que quiser. Porém, existe um significado que parece agradar a maioria das pessoas.

Assim sendo, uma startup é, em suma, uma empresa com novas ideias que está se estabelecendo no mercado de maneira contínua e repetitiva. Geralmente está ligada ao âmbito da tecnologia, mas isso não quer dizer que somente nesse contexto ela funciona. Tampouco significa que a empresa trabalha com o que é HDMI, por exemplo.

Esse tipo de empresa trabalha com outras questões, distintas e inovadores. Além do mais, o principal trabalho de uma startup é com criação de conteúdo e é justamente por esse motivo que está crescendo no mercado. É por esse motivo também que esse tipo de empresa é comum no meio publicitário.

Aliás, muitas agências de publicidade começam através de startups e cada vez mais se procura profissionais da área de publicidade e propaganda. Esse tipo de empresa pode ser o ponto de partida de muitos negócios e talvez por isso significa que seu significado é tão impreciso.

Startup

Por que startup tem significado impreciso?

Ok, você entendeu o que é exatamente uma startup e como os especialistas parecem concordar com essa definição. No entanto, por que é que esse significado é tão impreciso? O que tem de difícil nisso?

O que acontece, na realidade, é que as pessoas costumam acreditar que startup é toda e qualquer nova empresa. O problema é que nem toda nova empresa é necessariamente uma startup em desenvolvimento, pode ser que nada tenha a ver com esse conceito. É preciso notar certas características em startups para se qualificar uma como tal.

Assim sendo, é primeiro necessário entender os seus conceitos no geral. Quando se fala de uma nova empresa com ideais distintos, não quer dizer que ela surgiu recentemente. Significa que essa empresa tem ideias inovadoras e diferentes para problemas distintos.

Além do mais, significa que a empresa fará um trabalho novo, no sentido de diferenciado. É algo que nunca foi explorado. Ou, se foi, será abordado de outras maneiras para que não continue a dar errado como antes.

Por exemplo, o conceito de coach não está sendo bem visto no Brasil atualmente. Isto porque diversos profissionais da área agiram de forma pouco profissional e acabaram manchando a profissão. Assim, uma nova startup pode surgir para tentar lidar com os problemas acarretados pelos coachs.

Novas visões e abordagens serão utilizadas para que o problema seja resolvido. Em suma, a startup é uma forma de resolver melhor os problemas atuais, sejam sociais, financeiros, etc. De maneira criativa, o conceito tem ganhado adeptos desde que surgiu em meados de 2001.

Uma empresa repetitiva

Quando se afirma que uma startup é uma nova forma de se olhar um problema, logo se imagina algumas questões. A primeira é que ela é inovadora. A segunda, é que costuma ser criativa, certo?

Então, como é que uma empresa pode ser criativa e repetitiva ao mesmo tempo? O que ocorre é que algumas pessoas acabam misturando esses termos no geral. É preciso, sim, criatividade para se trabalhar nesse determinado tipo de empresa.

O conceito de lidar melhor com os problemas de maneira inovadora continua valendo, ainda que de maneira repetitiva. A repetição, no caso, não é das ideias, mas do trabalho em si. Ou seja, para que a startup prospere de maneira adequada, é essencial que o trabalho seja feito de maneira contínua.

Se a ideia de determinada empresa é crescer financeiramente de maneira rápida, por exemplo, ela pode oferecer o serviço de clickbait para alguns sites. Dessa maneira, diversos redatores terão que trabalhar de maneira criativa e inovadora na criação de conteúdo. Esse conteúdo deve gerar engajamento e chamar a atenção do público alvo de qualquer maneira.

Assim, um trabalho contínuo e repetitivo será realizado. Isso não significa, portanto, que a inovação é deixada de lado.

Startup

Trabalhando no ambiente

Como são empresas em desenvolvimento e relativamente novas no mercado brasileiro, pode ser que oportunidades de emprego surjam nessa área. Logo, não se acanhe em adentrar nessa área, porque é preciso apenas boa vontade, disposição e muita imaginação.

Além do mais, muitas pessoas acabam fundando a própria startup após um certo período. Não é tão complicado assim trabalhar nesse ambiente e não é necessária uma formação específica. No entanto, muitas dessas empresas procuram pessoas específicas da área de comunicação, como publicidade, relações públicas, marketing ou, até mesmo, administração.

Também depende do ramo o tipo de contratação, ainda que o conceito da empresa seja o mesmo. Pode ser que uma dessas empresas esteja ligada com o ramo da redação. Nesse caso em específico a contratação por pessoas da área da Letras ou Jornalismo será maior.

Trabalhar em uma startup não deve ser um problema, o senso coletivo é muito comum nesse tipo de empresa voltada para a inovação. Além disso, o mercado não está saturado e se encontra sempre em busca de novos talentos das mais diversas áreas do conhecimento.