Tecnologia

O que é Ubuntu? Quais suas características e origem?

Ubuntu

A palavra Ubuntu é o nome dado a um sistema operacional que surgiu a partir de um existente chamado Linux. É considerado um software com normas livres e código aberto. Além desse significado, ela também é uma filosofia de vida muito utilizada pelas pessoas para expressar união da humanidade. Entenda de onde ela surgiu e seus significados.

A palavra Ubuntu está presente no campo da informática e também como filosofia de vida, inclusive não é de hoje que muitos artistas a utilizam para demonstrar a importância da união de todos os povos.

De uma maneira ou de outra é importante que você saiba o significado dessa palavra e como você pode usá-la de maneira que atenda principalmente ao que você está buscando e querendo transmitir.

Entenda o que é Ubuntu na informática

Ubuntu é um incrível sistema operacional disponibilizado de forma totalmente gratuita, onde segue uma filosofia existente na África chamada Ubuntu. Ou seja, a empresa acredita que qualquer software deve ser disponibilizado de maneira gratuitas para as pessoas e que devem utilizá-lo da forma que quiser.

Desenvolvido no ano de 2004 pela empresa Canonical, teve como fundador um sul-africano chamado Mark Shuttleworth.

A Canonical criou para o mundo a sua própria rede de distribuição do sistema operacional Linux, distribuindo gratuitamente o Ubuntu e permitindo que se fizessem quantas cópias quisessem.

Este sistema operacional ainda não é muito utilizado, mas de acordo com especialistas é excelente. Formado por um conjunto de programas que gerenciam hardware e permitem que o usuário utilize o computador, ou seja, sem o usuário não é possível fazer nada na máquina.

A filosofia é oferecer um sistema operacional totalmente seguro, rápido e muito fácil de ser usado e que de preferência esteja em constantes atualizações e aprimoramentos. Ele reúne tudo isso e ainda é totalmente gratuito.

Atualmente já são milhares de usuários desse sistema operacional e a cada ano novas atualizações surgem.

Antigamente, a Canonical distribuía de maneira totalmente gratuita, cds de instalação para os usuários que não possuíam internet. Hoje em dia já não existe mais essa distribuição, porque a internet está cada vez mais acessível e as pessoas conseguem fazer o download em questão de minutos utilizando um navegador (browser) como Google Chrome ou Mozilla Firefox.

Para você que quer saber mais sobre esse sistema operacional, precisa ficar claro que ele foi criado com o intuito de ser distribuído gratuitamente, mas que atenda não só quem é leigo, mas também os mais exigentes.

Ubuntu

Opinião de especialistas

A Canonical disponibiliza uma mídia de instalação que pode ser usada sem precisar instalar nada, isso é excelente para quem quer apenas experimentar sem precisar alterar nada no computador.

Mesmo quem nunca tenha experimentado utilizar esse sistema operacional, não terá nenhuma dificuldade, pois a interface é bem fácil e bem semelhante a de outros sistemas operacionais existentes.

Outro ponto muito importante e positivo do Ubuntu é que ele suporta nativamente praticamente todos os hardwares, por causa de seu ótimo reconhecimento. Isso não é uma garantia que o funcionamento será excelente, pode ser que seja necessária a instalação de alguma atualização manualmente.

Alguns usuários do Windows pode achar um pouco diferente, mas com o tempo ocorre a familiarização.

4 ações necessárias para fazer no seu PC ao instalar o Ubuntu

1 – Mantenha sempre tudo atualizado

Assim que você instala o Ubuntu pode ser necessário fazer algumas atualizações, pois pode ser que você não esteja rodando a última versão.

Para que você não tenha nenhum problema com desempenho, segurança e estabilidade, a dica é que você atualize todos os aplicativos.

2 – Configure a sua área de trabalho

A área de trabalho desse sistema operacional vem por padrão e chama-se Unity. Diversas reclamações são feitas em relação a ela. Muitos não sabem, mas é possível alterá-la da maneira que achar melhor para você.

Você precisará apenas instalar o Unity Tweak Tool, com ele é possível alterar todos os aspectos.

3 – Faça a sincronização com seu Smartphone

Poder transferir um arquivo do seu smartphone ou do seu computador para o celular não é difícil com esse sistema operacional. Você precisará apenas fazer a sincronização.

Antigamente os usuários do Ubuntu reclamavam, principalmente quem tinha iPhone ou iPad. Hoje é super simples, com a biblioteca libimobiledevice a comunicação ficou mais simples.

4 – Faça a configuração da sua conta na nuvem

Infelizmente ainda não existem muitos serviços de armazenamento na nuvem para o Ubuntu.

O único grande serviço de armazenagem que existe no mercado hoje em dia é o Dropbox. As únicas alternativas que você tem, caso não queira utilizar o Dropbox são, o Copy e o Bitcasa, todos com uma potência de armazenamento bem baixa.

Ubuntu

Ubuntu como filosofia de vida

A filosofia Ubuntu surgiu na África e tem como principal ideologia, o sistema de cooperação mútua entre as pessoas. Nessa filosofia, qualquer produto pode ser compartilhado na comunidade e por qualquer pessoa.

A noção dessa palavra vem das línguas africanas Xhosa e Zulu. O significado e todo o poder que essa palavra tem surgiu também das histórias de luta contra o Apartheid, na qual inspirou o líder Nelson Mandela a promover uma política de reconciliação de maneira nacional.

Basicamente, uma sociedade que seja sustentada por essa filosofia praticam a solidariedade em primeiro lugar, seguida do respeito.

Em uma tentativa de tradução para o português pode-se dizer que seria “humanidade para com os outros”.

Ter essa consciência significa que qualquer ação que a outra pessoa faça, me atinge diretamente. Pensando dessa maneira, a sociedade se torna muito mais unida e atenta a todas as suas ações. O inconsciente coletivo se torna mais unido e a solidariedade surge de maneira mais natural.

O conceito de Ubuntu é utilizado também na esfera política e religiosa. No campo político o que é ressaltado é a necessidade de unir as tomadas de decisão em prol da ética humanitária.

Na religiosidade, esse conceito pode ter surgido com influências das línguas tradicionais africanas. Existe uma expressão inclusive “umuntu ngumuntu ngabantu” que significa “uma pessoa é uma pessoa através de outras pessoas”.

Para nós no Ocidente pode não ter o menor significado, mas para a ancestralidade ela tem significado e importância.