Tecnologia

O que é wireless? Como funciona? Como surgiu?

A tecnologia dá grandes saltos em direção ao futuro todos os dias. Mais e mais invenções diariamente aparecem para tentar facilitar o nosso dia a dia. O wireless, por exemplo, já está tão intrinsecamente ligado aos nossos costumes diários, que muitas vezes nos esquecemos dele. No entanto, por mais atrelada que ela já esteja ao nosso dia a dia, esta é uma tecnologia relativamente nova. E não é de se surpreender que muita gente não entenda muito bem o que exatamente é o wireless, como ele surgiu e como ele funciona.

Por isso, elaboramos este texto para que você possa saber um pouco mais sobre o wireless. Se quiser saber mais, basta continuar a leitura e sanar suas dúvidas!

Afinal, o que é Wireless?

Wireless, em tradução livre, significa “sem fio”. Isso quer dizer que, basicamente, qualquer tipo de tecnologia que possam executar a comunicação sem o auxílio de fios é, na realidade, wireless.

Veja também – Ethereum

Embora a tecnologia sem fio exista há muitos anos em diversos aspectos, no Brasil, o termo wireless, em inglês, se popularizou principalmente devido à internet sem fio. No entanto, esta é apenas uma das vertentes mais modernas – ao menos quando consideramos o grande público – da transmissão de dados. Ao longo dos anos, houveram diversas tentativas de fazer com que a informação viajasse de uma fonte a outra sem a ajuda de fios. Poucas, porém, tiveram sucesso o suficiente para ficar marcadas na história.

Alexander Graham Bell, o inventor do telefone, criou ainda no século XIX o Photophone, por exemplo. O invento era uma espécie de telefone que funcionava com a transmissão de sinais sem o uso de fios. No entanto, para que ela fosse eficiente, era necessário que o dia ainda estivesse claro e o clima favorável. Portanto, a invenção logo foi vista como pouco prática.

Anos mais tarde, porém, Guglielmo Marconi passou a desenvolver uma nova tecnologia com intuito semelhante. A ideia era transmitir dados através das ondas de rádio – uma novidade recém descoberta.

wireless

O Rádio como precursor da tecnologia Wireless

As ondas de rádio foram descobertas apenas 6 anos antes da invenção do rádio em si. Cientistas se tornaram cientes, então, de que poderiam de alguma forma utilizar ondas eletromagnéticas. Bastava, então, descobrir como.

Guglielmo Marconi passou então a fazer experimentos com as ondas de rádio, inicialmente fazendo com que a comunicação sem fio fosse utilizada para tarefas simples, como tocar um sino.

Ao longo dos anos, o rádio passou a se desenvolver e se tornar um método de comunicação bastante popular. As frequências, no entanto, precisavam ser estritamente controladas, já que, caso contrário, poderia haver interferência.

E embora este seja considerado o início oficial da tecnologia de comunicação sem fio, quando se fala em wireless no Brasil, geralmente nos referimos a outro tipo de dispositivo.

Como surgiu o Wireless?

Quando falamos em wireless em português brasileiro, geralmente o foco são tecnologias mais modernas, como as utilizadas em satélites, bluetooth e Wi-fi.

E a origem deste tipo de comunicação pode ser um pouco mais inusitada que a do rádio em si. Isso porque o princípio que utilizamos hoje para a maior parte dos dispositivos wireless surgiu em meados dos anos 40, graças a uma atriz de hollywood e um pianista.

Hedwig Kiesler atendia pelo nome artístico “Hedy Lamarr”. Ela era uma das principais contratadas da MGM nos anos 40, mas embora trabalhasse em Hollywood, nasceu e cresceu na Áustria.

Ainda muito jovem, a atriz de origem judaica se casou com um dos principais fabricantes de armas da Europa. E, com a explosão da Segunda Guerra Mundial, viu o marido se aliar e apoiar Hitler.

Hedy então decidiu fugir para os Estados Unidos, onde construiu uma carreira no cinema em um dos principais estúdios e, nas horas livres, estudava engenharia para o próprio entretenimento. Tendo algum conhecimento a respeito dos projetos do ex-marido, a atriz acreditava que poderia, de alguma forma, ajudar o exército americano evitar os avanços nazistas.

Assim, ela se juntou a um colega pianista chamado George Antheil. O rapaz era especialista em desenvolver pianolas automáticas. Juntando o conhecimento dele com o dela, eles criaram uma patente que prometia fazer com que a frequência de sinais mudasse com frequência. Assim, os torpedos americanos não poderiam mais ser interceptados pelas ondas de rádio alemãs.

Apesar de terem doado a invenção para o exército americano, a ideia foi considerada inútil e permaneceu guardada por muitos anos, sem utilização.

wireless

Para que utilizamos?

Com a expiração da patente, porém, algumas empresas passaram a se interessar pelo princípio e a desenvolvê-lo cada vez mais. Assim, aos poucos, através da invenção de uma atriz e um pianista, foi criado o wireless como conhecemos hoje.

Ao longo dos anos a mudança na frequência de sinais foi utilizada para fazer possível a comunicação com satélites, telefones celulares, Wi-fi, Bluetooth, entre outros.

Esta é, hoje, uma das formas de comunicação sem fio mais usadas e mais eficientes. Tendo ainda como princípio o que foi desenvolvido nos anos 40 para evitar a interceptação de torpedos americanos pelos alemães.

Assim como antigamente, os dados são transmitidos de uma fonte até um receptor que decodifica as ondas e as transforma novamente nos dados. Assim, embora a informação viaje de forma imaterial, os dois dispositivos em cada ponta do processo precisam estar trabalhando na mesma frequência para que os sinais possam ser enviados e recebidos corretamente.

Prós e Contras

Embora a comunicação sem fio tenha se popularizado cada vez mais nos últimos anos, ela pode apresentar tanto vantagens quanto desvantagens. A seguir, consideramos alguns exemplos.

Prós Contras
  • Expansão facilitada
  • Espaço reduzido
  • Facilidade de instalação
  • Facilidade de acesso
  • Mobilidade
  • Transmissão de dados simplificada
  • Interferência causada por água ou outros tipos de sinais
  • Necessidade de encriptar dados para evitar invasões
  • Velocidade menor se comparada ao uso de cabos

 

Considerações finais

O wireless já se tornou uma tecnologia indispensável tanto no dia a dia de indivíduos, quanto na sua utilização por grandes empresas. Embora existam diversos tipos de tecnologia sem fio, a transmissão de dados via wi-fi tem se tornado cada vez mais a mais popular entre elas. Isto porque a conexão com a internet faz com que a variedade de dados passíveis de transmissão seja cada vez maior, indo desde músicas, imagens, jogos, até um sen número de informações pessoais e torne esta tecnologia cada dia mais necessária.

Outros significados:

About the author

yasmin