Geral

Sensei é o termo japonês usado para se referir à mestres, entenda mais

Os ideogramas japoneses (kanjis) que compõem a palavra sensei, sendo eles sen e sei, trazem, respectivamente, os significados de “antes” e “nascimento”. Sendo assim, usa-se o termo sensei como uma palavra de honra para se referir respeitosamente à alguém que nasceu antes, logo, alguém mais experiente.

É comum o uso do termo em artes marciais, como o karatê, onde o mestre, aquele que possui mais experiência e está oferecendo o aprendizado, é designado sensei, como forma de respeito. Contudo, médicos de todos os níveis também são chamados de sensei, como uma maneira de respeito.

Sensei e Sansei, qual a diferença?

Sensei, no Japão, pode ser usado como um sinal de reconhecimento e respeito para designar aquele que possui um nível de sabedoria acima do seu, como mestres, professores, uma pessoa que transmite conhecimento através da experiência na área.

Veja também:

Por outro lado, sansei, embora carregue o mesmo aspecto de respeito e reconhecimento, é usado como forma de tratamento às pessoas pertencentes a terceira geração de imigrantes japoneses, ou, em outras palavras, netos de imigrantes japoneses.

Além disso, existem outras palavras de fonema parecido que podem ser confundidas com sensei. São elas, com seus respectivos significados:

  • Issei: Imigrantes japoneses
  • Nissei: Filhos dos imigrantes japoneses
  • Sansei: Netos dos imigrantes japoneses
  • Yonsei: Bisnetos dos imigrantes japoneses

Importante não confundir sensei com senpai. O termo senpai é usado para se referir à alguém mais velho ou de status mais elevado no ambiente escolar ou de trabalho.

Qual o feminino de sensei?

Sensei, na língua japonesa, é um substantivo de dois gêneros. Portanto, não existe uma designação exclusiva para o gênero feminino, mestres homens ou mulheres, lá no Japão, são chamados de sensei.

Qual a diferença entre mestre e sensei?

Em artes marciais, como o jiu-jitsu, a diferença cabe ao professor. No entanto, há sim uma desigualdade entre os dois termos, nem todo sensei é um mestre.

No jiu-jitsu, só é considerado mestre quem atua na área há mais de 30 anos, e possui a faixa coral preta e vermelha.

Veja também:

About the author

Vitória Alice