Língua Portuguesa Religião

O que é politeísmo: Conceito e definição. Saiba mais!

O que é politeísmo

Politeísmo é o nome utilizado para descrever crenças religiosas baseadas na em diversos deuses.

A palavra politeísmo se origina dos termos gregos ‘polis’ (muito) e ‘théos’ (deus), sendo a sua junção traduzida como ‘muitos deuses’.

Veja também – O que é onomatopeia?

As religiões politeístas se destacam, como dito acima, pelo cultuamento de diversos deuses, que geralmente são responsáveis por alguma força ou poderes especiais, sejam eles relacionados à natureza, à área sentimental ou relacionado a algumas ações humanas, como a guerra, por exemplo.

Esse tipo de crença (politeísta) surgiu desde a antiguidade com a Grécia, Roma ou Egito antigo, e permanece firme e forte ainda hoje em religiões africanas e asiáticas, por exemplo.

Religiões politeístas

Podemos observar com a história que durante a maior parte da existência humana várias religiões foram responsáveis por fazer com que as pessoas pudessem ter fé em algo.

Na antiguidade tivemos o Hinduísmo, a crença em deuses gregos, romanos, etc. Com o passar dos séculos, a igreja católica começou a se destacar, assim como o espiritismo e mais tarde o protestantismo.

As religiões se diferenciam, portanto, por suas doutrinas, cultos, rituais e principalmente por suas crenças em deuses.

Sendo assim, atualmente as principais religiões consideradas politeístas são:

  • Xintoísmo, Hinduísmo, Confucionismo, Budismo, Taoismo, Mahayana e religiões de origens africanas e asiáticas.

o que é politeismo

Politeísmo e monoteísmo

Monoteísmo é o nome dado às religiões que cultuam apenas um deus.

Pessoas de crença monoteístas acreditam que só há um único e verdadeiro deus responsável pela criação da vida e do universo. Sendo para essas pessoas, portanto, inadmissível a cogitação ou confirmação de qualquer outra divindade. Deles surgiram os termos: pagão e herege.

Hoje, as principais religiões consideradas monoteístas são: cristianismo, islamismo e judaísmo.

Como dito acima, as religiões politeístas depositam sua fé em várias divindades. Sendo a vida para esses fiéis, responsabilidade de diferentes deuses.

Politeísmo grego

Podemos entender como politeísmo grego as famosas histórias que ouvimos e conhecemos como ‘mitologia grega’, onde para cada aspecto ou força da natureza havia um deus responsável.

Habitantes da Grécia antiga cultuavam e temiam esses deuses que eram representados por figuras humanas, porém, imortais.

A história conta que esses deuses desciam à terra e se relacionavam com humanos, gerando filho com poderes sobrenaturais. Esses eram conhecidos como semideuses.

Os deuses gregos possuíam emoções humanas, logo, eram movidos por ciúme, inveja, vingança, avareza, etc.

Conheça os principais deuses gregos

  • Zeus – deus dos deuses
  • Poseidon – deus dos mares
  • Afrodite – deusa da beleza e do amor
  • Atena – deusa da sabedoria
  • Hades – deus do submundo
  • Apolo – deus da luz
  • Hélios – deus do sol
  • Ares – deus da guerra
  • Ártemis – deusa da lua
  • Hermes – deus do vento
  • Hera – deusa dos céus, maternidade e matrimônio
  • Deméter – deus da terra fértil
  • Perséfone – rainha do submundo
  • Eros – deus do amor
  • Têmis – deusa das leis
  • Têmis – deusa das leis
  • Dionísio – deus da festa, do vinho e do prazer
  • Éos – deusa do amanhecer
  • Héstia – deusa do fogo
  • Horas – deusa que representavam as estações do ano
  • Têmis – deusa das leis
  • Mnemósine – deusa da memória
  • Selene – deusa da lua
  • Têmis – deusa das leis

Politeísmo romano

Os deuses cultuados na antiga Roma eram basicamente os deuses gregos, porém, se diferenciavam um do outro por conta das nomenclaturas.

Os deuses romanos também possuíam a figura humana, assim como agiam conforme sentimentos também humanos. A única coisa que diferencia a mitologia romana da mitologia grega, é que na mitologia romana os deuses não se relacionavam com os humanos.

Principais deuses romanos:

  • Júpiter, o deus do dia;
  • Baco, deus do vinho e da alegria.

  • Marte, deus da guerra;

  • Apolo, deus do sol e da medicina;

  • Vênus, deusa do amor e da beleza;

  • Juno, deusa protetora do casamento, parto e da mulher, de uma forma geral;

  • Ceres, deusa da fecundidade da terra e da agricultura;

  • Diana, deusa da lua, da caça e da castidade;

Politeísmo egípcio

Os deuses egípcios eram considerados divindades onipresentes e que tinham o poder de controlar a natureza.

Para os egípcios, esses deuses povoaram todo o país e ainda ensinaram os humanos as técnicas de sobrevivência e da agricultura.

Os deuses egípcios, diferentemente dos citados acima, podiam nascer, crescer, envelhecer e morrer. Porém, seus corpos eram formados com matérias preciosas e suas lágrimas possuíam o poder de gerar vida humana ou mineral.

Os deuses egípcios possuíam misturas de ser humanos e animais

Principais deuses egípcios:

  • Rá-Atum = deus responsável pela criação do mundo
  • Bastet= deusa da fertilidade
  • Osíris= primeiro faraó do Egito
  • Sekhmeth= reflete o aspecto destrutivo do Sol.
  • Nephthys= deusa do caos
  • Ísis= deusa da magia
  • Set= deus do caos
  • Hórus= deus protetor dos faraós e das famílias
  • Anúbis= deus cabeça de chacal
  • Hathor= guardiã das mulheres e protetora dos amantes
  • Thoth= Patrono da Lua, da sabedoria e da cura.

Artigos relacionados:

About the author

Jessica